Home » Artigos » Dicas

Direção Assertiva: Ensaio Solo

A direção de um ensaio é desafio para qualquer fotógrafo, inclusive para aquele que já possui alguma experiência. Cada ensaio é único e reserva as próprias surpresas.

Há quem diga que fotografar uma pessoa sozinha seja mais difícil, outros acham que um casal é mais desafiador. Penso que cada caso tem suas características e nós precisamos entender um pouco sobre elas.

Direção Assertiva - Ensaio Solo

No meu texto: elementos da direção assertiva, vocês encontram um pouco daquilo que funciona pra mim, e também algumas dicas para melhorar sua direção, caso esse seja o seu desejo.

Aqui escrevo algumas observações quanto a dirigir uma única pessoa, o que chamo de ensaio solo. Geralmente quando uma pessoa deseja um ensaio só dela deve-se a algum evento especial, seja ele alegre ou até triste, uma nova fase na vida, alguma conquista, um novo emprego, o fim de um relacionamento, etc. O que precisamos entender é o que essa pessoa deseja com esse ensaio.

Muitas vezes não temos a oportunidade de encontrar a pessoa antes do ensaio e nosso contato é por facebook ou whatsapp. O que eu faço é enviar algumas perguntas simples, para conseguir com as respostas pistas do que evocar no ensaio. Geralmente faço muitos links com os sentidos (cheiro que mais gosta-olfato, sabor preferido-paladar, música- audição, perceber o próprio corpo-tato)e vou construindo uma narrativa que tenha total conexão com aquela pessoa.

Ensaio Solo

Num ensaio solo temos a missão de fazer com que a pessoa interaja com ela mesma, diferentemente de quando é um casal, que tem a facilidade de contar com o outro. É um momento único, íntimo, ela pode sorrir, chorar ao lembrar de algo, se remeter a emoções passadas, vislumbrar um outro futuro.  É um momento importante tanto para o fotografado quanto para o fotógrafo, na verdade é um flerte, uma paixão que deve nascer no ensaio. O fotógrafo deve se apaixonar pelo ensaio e isso significa estar completamente ali, de corpo e coração, todos tem algo de bonito a ser destacado e elogiar ajuda a deixar o fotografado relaxado e a se sentir de fato “bonito”.

Cada elogio deve ser verdadeiro, permita-se enxergar beleza em cada movimento, num olhar, sorriso, ou até numa expressão de acanhamento. As expressões orgânicas nascem da simplicidade, mais importante que o lugar é a pessoa, o que ela tráz na sua bagagem.

Dicas:

[tie_list type=”checklist”]

  • Certifique-se que a pessoa esteja confortável, à vontade;
  • Provoque movimentos (quando a pessoa está fazendo algo, ela se libera, seu lado inconsciente do cérebro é ativado e ela age com naturalidade);
  • Olhe A Pessoa De Um Ângulo De 360º;
  • Fique atento aos detalhes;
  • Olhe nos olhos;
  • Converse bastante para manter a conexão;
  • Solicite ações que façam sentido para aquela pessoa (observando as respostas que ela deu aos seus questionamentos);
  • Lembre-se: não é mais um ensaio, é o ensaio!;
  • E por fim, relaxe, se entregue ao momento.

[/tie_list]

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

 

Gosta de algum dos artigos abaixo?

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar