fbpx

Dicas para você fazer PAISAGENS URBANAS mais limpas para vender

Já reparou como muitas vezes as cidades parecem mais vazias nas imagens publicitárias? Por exemplo, você já viu alguma propaganda de um novo modelo de carro com ele preso em um engarrafamento? Mas como eles conseguem essas imagens de paisagens urbanas? Afinal, todos sabemos que as ruas das grandes cidades estão sempre cheias. E isso não vale só para fotografias usadas em propagandas de carros, a publicidade precisa de imagens de todos os tipos. Contudo, não é difícil fazer uma fotografia de um engarrafamento, não é mesmo? Mas de uma cidade vazia, como fazer?

Essa é uma ideia que pode ser usada para produzir fotografias especiais para venda online no Adobe Stock. Se você ainda não participa desse banco de imagens, é muito fácil, cadastre-se aqui contributor.stock.adobe.com. Eu não sei se essa solução se encaixa em todas as situações, mas certa vez, precisava de fotografias do centro da cidade de Porto Alegre e essas imagens precisavam ser bem limpas. Por acaso era dezembro, então me planejei para estar no centro da cidade às seis da manhã do dia 25. “Sim, eu sei… que beleza essa vida de fotógrafo!”

Quem escolhe alegremente trabalhar às seis da manhã no Natal? Te confesso que a ideia parecia insana, mas a experiência e o resultado superaram todas as expectativas. Surpreendentemente eu não estava sozinho, a cidade estava “deserta” comparada a um dia comum, mas havia algum movimento, então procurei explorá-lo também.

Comecei pelo mercado público que, obviamente, estava fechado. Suas imediações, um espaço aberto gigantesco normalmente estaria fervendo, com pessoas correndo de um lado para outro e vendedores ambulantes. Nessa hora, ele estava vazio, foi a primeira vez que o vi dessa forma. Aquele chão tão pisoteado, agora estava brilhando numa textura hipnotizante, quebrada apenas por uns poucos pombos. Num primeiro momento, eu havia ficado chateado pelo céu estar nublado, mas ao trabalhar com o cinza texturizado do chão, agradeci as nuvens. Na minha composição relativamente simétrica, consegui transmitir perfeitamente a vastidão do lugar e a ausência do momento.

No entanto, meu alvo principal era outro, queria um táxi passando sozinho por debaixo do Viaduto da Borges. Em Porto Alegre, os taxis são de um laranja bem vivo e o asfalto, nas sombras, ganha um certo azulado. Esse era o contraste cromático que eu buscava. Do alto do viaduto, passei algumas horas esperando que meu ponto laranja rasgasse a exata área azulada. Consegui a imagem perfeita às 11:29. A mim interessavam apenas as cores, não queria que o carro fosse reconhecido. Com a velocidade em 1/3 segundos, alcancei a ideia pretendida e voltei feliz para casa, para a ceia de Natal.

Aí está uma excelente forma de conseguir paisagens urbanas surpreendentes e com alto potencial para uso na publicidade. Separe um tempo no próximo feriado ou domingo, e tente algo. Mas não vá sozinho… as cidades estão cada dia mais perigosas e você precisa de alguém de olho envolta, enquanto se concentra na fotografia. Depois é só enviar para seu portfólio no Adobe Stock e aguardar pela venda.

Veja aqui os outros artigos sobre o assunto, eles te darão mais dicas sobre como produzir fotografias para venda online, cadastre-se no contributor.stock.adobe.com e comece a vender!

Esta publicação é uma parceria com Adobe Stock.

Romulo Lubachesky

Romulo Lubachesky é geólogo e fotógrafo, mas dedica-se principalmente a perpetuar o conhecimento sobre os processos do universo fotográfico através de aulas, palestras, artigos e livros. Autor dos livros A Tríade da Câmera Fotográfica e Mirroless - A evolução das câmeras fotográficas. E apresentador dos programas Assunto Principal e Odisséia Fotográfica na photostv.com.

Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao clicar em "Aceitar Cookies" ou continuar com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a
Política de Privacidade.
Aceitar Cookies
Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao clicar em "Aceitar Cookies" ou continuar com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a
Política de Privacidade.
Aceitar Cookies