Foto Arte com Larissa LaLi

*UMA PEQUENA TEORIA*

“As pessoas só observam as cores do dia no começo e no fim, mas para mim, está muito claro que o dia se funde através de uma multidão de matizes e entonações, a cada momento que passa. Uma só hora pode consistir em milhares de cores diferentes. Amarelos céreos, azuis borrifados de nuvens. Escuridões enevoadas. No meu ramo de atividade, faço questão de notá-los”.

Esse parágrafo está no começo do livro de Markus Zusak, A menina que roubava livros. Inspirada  pelas palavras do escritor australiano, a fotógrafa Larissa (a Larissa Lali do Flickr) fez a foto que tem o mesmo nome do livro: A menina que roubava livro e admite: “Sim, é uma homenagem ao livro”.

Utilizando uma Canon XTI, ela e seus amigos “invadiram” um parque de diversões itinerante. “Invadimos o parque na manhã do dia de Natal. Foi bastante divertido”, relembra divertida.

Por sorte, conta a fotógrafa, o dia estava nublado e eles não tiveram problemas com o sol “fritando a pele alheia” e a luz que ela considera bacana não foi difícil encontrar. “Agora… te falar qual técnica usei fica meio complicado de explicar, pois creio que cada fotógrafo tem o seu ‘jeitinho’ de conseguir a foto perfeita e depois nem se lembra quando fez”, revela.

Se a foto teve pós-produção?  Sim e muita. Segundo Larissa, apesar de não ser o tipo de fotografia preferido dela, a foto foi montada “essa em especial tem dois quilos de produção“. Ela admite que 90% dela foi fabricada no, parceiro de todas as horas, Photoshop. “Acertar a luz do fundo, com a luz da modelo e também dos livros foi uma tarefa bem complicada, daí depois disso, equalizei as cores e acertei a mão na textura”, diz. Pra a fotógrafa, o segredo de qualquer “photoshopeira” bem feita está no recorte: “São horas pra um trabalho ficar bom, a pressa é total inimiga do bom resultado quando o assunto é pós-produção”.

Para finalizar, a fotógrafa deixa uma mensagem para os leitores do Fotografia DG: “Acho uma iniciativa super válida a de vocês, ao mostrar mais a fundo esse mundinho nosso, que como a maioria das profissões existentes, é um eterno aprendizado. Trocar idéias e experiências com outras pessoas ajuda consideravelmente, mesmo que você não perceba no dia-a-dia, quando para pra pensar e pontuar as coisas como são, da pra enxergar perfeitamente a influencia de cada informação adquirida ao longo do percurso, nem que seja um mínimo detalhe, mas que no final, faz a super diferença. Afinal, não da pra dormir hoje e acordar um super fotografo amanhã, isso é resultado de muita dedicação e estudo. E agradeço por contribuírem com isso! Keep walking!”

Nós também agradecemos a Larissa por trazer toda a vivacidade de Liesel, a roubadora de livros dos escritos de Zusak nessa Foto Arte. Que existam muitos clicks assim.

Outros trabalhos de Larissa LaLi:

Conheça outros trabalhos da fotografa Larissa LaLi, na sua galeria do flickr: www.flickr.com/photos/larissacogu/
Mini-entrevista feita por Marlon Mayer e edição de Annelize Tozetto, colaboradora no Fotografia DG.

Junte-se ao grupo do Fotografia DG no Flickr

Envie as suas fotos favoritas para o nosso Grupo do Flickr e habilite-se a receber um convite para publicar a sua foto no espaço Foto Arte. Participe!

Ajude-nos! Avalie, compartilhe e deixe um comentário mais abaixo:

Marlon Mayer

Marlon Mayer, 17 anos, estudante do segundo ano do ensino médio, pretende cursar publicidade e propaganda, apaixonado por fotografia, e web design – tem como paixão criar blogs, e manipular fotografias.
Porque publicidade e propaganda? Porque é algo que eu realmente irei gostar, e envolve tudo que quero – fotografia e design.


Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar