Home » Artigos » Dicas

Fotografando com o coração – A sensibilidade na fotografia 4.66/5 (29)

A minha história de amor com a fotografia pode ser considerada ainda no estágio de “paixão avassaladora”. Sabe, no início dos relacionamentos onde tudo é lindo, onde o frio na barriga está sempre presente, o coração acelera, então, estou assim com a fotografia! Trabalho nisso há cerca de 1 ano e meio, contudo nunca me canso de estudar, pesquisar, explorar, me inspirar e testar o máximo que eu posso, e creio que, por isso consigo enxergar minha evolução nitidamente à cada click!

IMG_0208

Já li muitos artigos de fotógrafos conceituados, peritos em técnicas, especialistas em iluminação, entre outros, e admiro demais as ideias, os conceitos e o trabalho de cada um. Contudo, o que percebo, são algumas situações decorrentes dos anos de experiência dos fotógrafos, que muitas vezes acabam influenciando no resultado do trabalho, e o principal fator é a perda da sensibilidade na fotografia.

Quando praticamos repetidas vezes a mesma atividade, tendemos a dominar aquela técnica e então entramos no “piloto automático”, isso pode gerar dois efeitos: ou nos tornamos melhores sendo cada vez mais pontuais e evoluindo sempre, ou simplesmente nos acomodamos, acreditando que com aquele conhecimento e técnica já é possível fazer boas fotos e estagnamos naquele ponto.

IMG_0934

O que eu quero ressaltar é a importância do domínio das técnicas, o entendimento de como a luz se comporta, o estudo e a prática diária, porém não podemos perder nossa verdadeira essência, todos os sentimentos pela fotografia funcionam como o combustível que deve nos manter ativos sempre!

O mundo da arte é incrível, e todo artista verdadeiramente apaixonado comunica isso em suas obras, e na fotografia não é diferente, quando colocamos nossas energias e nosso coração para fazer uma foto, ao observar o resultado final, torna-se perceptível o sentimento transmitido através dela.

E mais do que o orgulho, a satisfação e bem estar de um trabalho bem feito, temos como resultado a admiração dos clientes, aqueles sorrisos únicos, os olharem que dizem tudo sem pronunciar uma só palavra, sabe?!

Então, volto a destacar que o amor é a locomotiva que deve nos mover no mundo da fotografia, nos despertando, nos inspirando e nos levando a enxergar arte e beleza nos lugares mais remotos, nos superando a cada click!

IMG_0605

Por fim, minha dica é: fotografe com o coração! Deixe ele te guiar, divirta-se, relaxe, curta o momento e deste modo, as pessoas ao seu redor perceberão a sensibilidade e amor á fotografia, te proporcionando assim, fotos belíssimas!

Para quem quiser falar mais sobre o assunto, ou compartilhar experiências (eu adoraria ouvir!), deixe um comentário que eu irei dar a melhor atenção a cada um.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Gosta de algum dos artigos abaixo?

  • Camilla Zanelatto

    oi amiga, tá chique demais… não esquece da sua amiga aqui tá… agora que vc tá famosa… hahahaha
    vc merece cada segundo disso. quem vê vc trabalhando sabe da tua dedicação e esforço! Deus te honre mais e mais.
    TE AMO… parabéns!

    • Thais Simplício

      Oi Cá! Nossa, muito obrigada viu! Cada palavra sua é muito especial pra mim! Você me conhece bem demais e sabe que faço com amor mesmo! Magina, famosa? hahaha, você sempre terá um lugar de extrema importância em meu coração! <3

  • Regina Moura

    :)
    Parabéns, pois a fotografia é um dom, não precisa só de uma ocasião especial, basta ter o amor pela arte de fotografar… Eu amo fotografia, mas não tenho esse dom… Quem sabe um dia… :)

    • Thais Simplício

      Olá Regina! Que bom, sabe que o amor pela fotografia não faz com que, necessariamente, você tenha que tê-la como profissão! Mas é questão de bom gosto, de inspiração que nos ajuda em muitas outras áreas. E a fotografia é uma arte incrível!!! Espero que tenha gostado do artigo.

      Conheça mais do meu trabalho: http://www.facebook.com/thaissimpliciophotography

  • atguimaraes2014

    Eu tenho 63 anos , cerca de 50 na fotografia e muitas vezes , sem ter o que fotografar e aonde ir , simplesmente seguro minha camera , esperando com isso , sentir nas maos a simples paixao de registrar mais um momento .

    • Thais Simplício

      Olá Guimarães! Nossa, fico extremamente feliz em saber disso! A experiência nos ensina demais, mas nunca devemos parar de buscar novas inspirações e se apaixonar pela fotografia todos os dias! Sorri em ler suas palavras… =D
      Conheça mais do meu trabalho: http://www.facebook.com/thaissimpliciophotography

    • Regina Moura

      :)
      Parabéns, pois a fotografia é um dom, não precisa só de uma ocasião especial, basta ter o amor pela arte de fotografar… Eu amo fotografia, mas tenho esse dom… Quem sabe um dia… :)

  • Luciana

    Olá,
    Estou iniciando agora na fotografia e sinto exatamente o que vc descreveu.
    Já tenho uma câmera e estou no meio de um curso para aprender as técnicas.
    Desde que iniciei sinto vontade de chorar o tempo todo. Rs Estou emotiva ao máximo. Parece que algo mudou em mim, e eu nunca mais voltarei a ser quem eu era. 😉

    • Thais Simplício

      Olá Luciana, nossa, que emoção ler suas palavras! Isso mesmo, estude muito, sempre! Nunca é demais!!! Afinal, o ideal é que você tenha um objetivo sabe, buscar ser a melhor no que faz! E realmente, a fotografia nos muda, e quanto mais sensíveis, mais nos impressionamos. Muito obrigado por compartilhar sua experiência comigo, espero poder sempre inspirá-la através dos artigos. E espero poder acompanhar sua evolução também! =D
      Conheça mais do meu trabalho: http://www.facebook.com/thaissimpliciophotography

  • Sandra

    Que lindo, Thais!
    Adorei seu post e coloquei na minha barra de favoritos, pra nunca esquecer!

  • Adilson Nogueira

    Faço minhas as suas palavras, sem trocar nem uma vírgula. Estou completamente apaixonado pela fotografia. Só penso nisso, quero melhorar a cada dia e mais, estou conseguindo que pessoas que nunca se interessaram por essa arte, comecem a admirá-la. Tenho feito um trabalho no facebook retratando minha cidade, Itaúna – MG, e as pessoas me param na rua para falar do bem que eu tenho feito a elas com a minha fotografia. Fico emocionado até escrevendo esse depoimento. Foi muito bom ler o seu texto.

    • Thais Simplício

      Olá Adilson! Nossa, me tirou muitos sorrisos com suas palavras! Fico extremamente feliz em saber de tudo isso!!! A fotografia tem o poder de encantar, quebrar barreiras e chegar a lugares inimagináveis. Digo pra você que não pare, prossiga no que você gosta e assim as pessoas verão todo esse sentimento através das suas fotos! É muito bacana, pois você está fazendo a diferença na sua cidade, e mostrando o valor dela.
      Adorei você ter compartilhado sua experiência. Espero que tenha gostado do artigo e acompanhe mais do meu trabalho: facebook.com/thaissimpliciophotography

  • Thiago

    Adoro fotografia, gostaria de ter tempo para poder me aprofundar nesse assunto e ir progredindo aos poucos mas infelizmente ainda não consegui. Por enquanto fotografo com o meu celular e vejo muitas pessoas dizendo que eu levo jeito, mas não sei se tenho esse dom mesmo ou elas só querem me agradar rs
    Pretendo comprar um maquina no fim do ano e poder estudar mais sobre as técnicas para fotografar e dar vida a esse hobbie.
    Muito bom o seu texto, espero estar logo fotografando com o coração. :)

    • Thais Simplício

      Olá Thiago, fico feliz que tenha gostado do artigo! E sabe que não é o equipamento que faz o fotógrafo! Se você consegue boas fotos com os recursos que tem já um motivo para se orgulhar! É necessário ter bom gosto sabe, entender o que é uma foto bonita e bem feita! Mas não desista! Estude, leia muito, pesquise, teste e se já tem esse sentimento, não duvido que conseguirá fazer um ótimo trabalho! ;)
      Conheça mais do meu trabalho: http://www.facebook.com/thaissimpliciophotography

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar