fbpx

Buscando a luz!

Primeiramente, um 2011 repleto de alegrias, saúde e muitoooos click´s para todos os leitores do FOTOGRAFIA DG.

Hoje em dia, muito se fala em como usar o flash corretamente, como posicionar, como usar flash dedicado… Mas, e quanto à luz natural?

Eu sou defensora do uso da luz natural. Obviamente, há casos que não se encaixam no contexto, porém, há muitos casos em que se devidamente expostos, não haveria necessidade de uma luz extra.  Ter uma maior quantidade de luz entrando também não garante uma boa fotografia, não se iludam. Cliente esperando o dia ensolarado, querendo agendar para o horário de pico solar (12h) nunca é uma boa ideia. Façam o teste: um dia ensolarado em pleno meio-dia, definitivamente, deixa sombras duras e dependendo do posicionamento, o objeto de foco fica escuro (não propositalmente). Muitas vezes, um dia considerado “feio” é o melhor da luz natural, se tratando de retratos. A luz é difusa, causando suavidade nos contornos do rosto e do corpo.

Já em um dia de sol, aproveite sempre onde há sombras. Onde há sombra é sempre um bom lugar pra fotografar um contra luz. O melhor horário para se fazer retratos, em minha humilde opinião, é a famosa “hora mágica”… Ou “horário de ouro”, como preferirem.

As fotografias sempre ficam com um “clima” maior… Exalam sentimento.

Mas e aí você está se perguntando: ok! Fotografar externa com luz natural já entendi… Mas, e quanto a ambientes internos?

Não existe uma regra, uma hora, um local específico para se fotografar em um ambiente interno. O interessante é conhecer bem o local e todas as fontes de luz que esse local pode lhe oferecer.  Você pode ter uma luz mais dramática… Com um dia chuvoso ou nublado, ou uma boa iluminação com um dia ensolarado, por exemplo. O legal de se fotografar em casa é que você pode brincar com as luzes do ambiente interno… Aproveite as janelas (e seus focos de luz), cortinas, portas (e suas sombras)… Tudo leva a vários efeitos. Experimente.

Um super beijo a todos…  Desculpem pela falta de síntese, espero que o texto não tenha ficado muito massante…

Nos vemos por aí!!!! =)

Carol Avon

Carol Avon tem 28 anos e é natural do Paraná, mas reside atualmente em Santa Catarina. Publicitária por formação, mãe por opção e fotógrafa por pura paixão. Atuação fotográfica em books externos, estúdio e eventos em geral.