Home » Artigos » Dicas

Histograma, que bicho é este? 5/5 (3)

Com certeza você já viu no visor de sua câmera, ou em um programa de edição, um gráfico com umas “montanhinhas” posicionadas do lado direito, ou do lado esquerdo, espalhadas pelo gráfico. Se viu, deve ter pensado: “Para que mer… serve isso?” Pode ser que para você só interesse o botão  liga e desliga, o de disparo, o que mostre a foto e o que apague. Mas se você tem algum interesse em melhorar suas fotos, vamos tentar explicar o uso do histograma (as tais “montanhinhas”).

Histograma

Vamos lá, existem algumas situações  básicas, em fotografia, e por isso apresentam um histograma característico, essas situações são chamadas de Low Key e High Key, mas que bicho é este? Por exemplo: Se você tirar uma foto com um fundo branco, com baixa incidência de tons de cinza (uma noiva com um fundo branco, por exemplo) o Histograma vai estar posicionado, muito mais do lado direito (lado que mostra os tons claros), do que do lado esquerdo (que mostra os tons escuros). Isso significa que há chances das áreas em branco ficarem estouradas, ou seja, perderem a definição. Não significa que sua foto esteja errada, se o intuito for esse, mas se não for altere a abertura ou velocidade, diminuindo a entrada de luz, por que sua foto está com os brancos estourados.

Já, em uma situação totalmente contrária, o objeto fotografado está posicionado a frente de um fundo escuro e está pouco iluminado (Low Key) você terá um Histograma posicionado do lado esquerdo, ou seja, sua foto esta escura, coloque mais luz em sua foto.

Low Key

Mas então, que diabos têm que mostrar o Histograma (“montanhazinhas”) para minha foto estar correta? Meu caro amigo fotógrafo, como a maioria das coisas na vida, você tem que estar nem tanto ao mar, nem tanto ao céu, faça seu Histograma estar bem equalizado, nem tanto para esquerda e nem tanto para a direita, mas repito, se você quer subexpor ou superexpor o papo é diferente (não existe a fórmula correta).

Podem aparecer outras leituras no seu Histograma, por exemplo: em forma de “U”, isso significa que temos uma foto com muito contraste (claro/escuro), um exemplo disso seria uma silhueta, um objeto escuro sobre um claro.

O contrário disso seria uma foto com pouco contraste, ou seja, uma foto em que a ausência ou pouca presença de preto ou branco puro e as cores não sejam tão vibrantes. Nesse caso seu Histograma, ficaria posicionado no meio e sua foto teria uma aparência de envelhecida.

É importante que você saiba que não existe o histograma ideal, que a sua intenção varia tanto quanto a posição no medidor. O pulo do gato aqui é saber o que seu Histograma está dizendo, (alto contraste, baixo contraste) você saberá, se está no caminho certo, agora se você quer uma imagem balanceada, com tons claros e escuros e sem tons estourados e com a iluminação e tons normais, você saberá que seu histograma tem que estar apresentando a presença de pixels em toda sua extensão, só tenha em mente uma coisa, não existe uma foto ideal ou certa, pois só você sabe o que quer mostrar com sua imagem.

imagem balanceada

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

 

Gosta de algum dos artigos abaixo?

  • Tambem recomendo um episodio do podcast do Sangue Suor e Foto, onde ensinam sobre histograma. Deem uma escutada, vale a pena!
    http://www.sanguesuorefoto.com/2013/03/14/ssf-018

  • Gilberto Pereira Jr

    Excelente matéria. Depois que você se acostuma com o histograma e suas informações você não abre mão dessa ferramenta.

  • Renata

    Acho que o Ricardo foi bastante elucidativo na explicação, pois sou amadora e pude entender, ainda que basicamente, o que significa o histograma. Vlw…..

  • Olá Ricardo … esse é mesmo um bom assunto para que os fotodgnianos consigam usar o histograma como ferramenta na hora de fazer opções técnicas. Porém, acho que a explicação deve ser aprofundada além da definicão de "claro ou escuro", "direita ou esquerda do gráfico" ou em "U" já que são situações específicas normalmente longe do dia a dia … e ai, completando algo que julgo ser importante, o fato do histograma servir também para aferição do balanço de brancos assim como também para que tenhamos a certeza de que a exposição está correta ao olharmos que a tal "montanhinha" a que vc se refere esteja completamente desencostada das laterais esquerda/direita evitando picos (chamados spikes) … discordando um pouco da sua forma de ver o histograma como nunca ideal, eu diria aos nossos amigos que existe o histograma ideal para cada situação de luz!

    Abraço e parabéns pelo post!

    • Ferrnnado , qual seria um bom material que você indicaria para aprender mais a respeito desse assunto???? Pois estou iniciando em fotografia e gostaria realmente de compreender.

    • Luciana

      Muito bom esse complemento Fernando! Vocês dois são excelentes fotógrafos e ajudam demais aos iniciantes. Há semanas atrás tive aula com Simxer. Eu havia selecionado algumas fotos suas e ela te elogiou muito! Significa que estou indo no caminho certo! Sucesso!

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar