Home » Artigos » Dicas » Impulsionando seu negócio de Smash The Cake

Impulsionando seu negócio de Smash The Cake 4.75/5 (4)

Bom dia amigos do Fotografia-DG.

Hoje vamos falar de um tema delicioso, mas que se não for tratado com a devida atenção, pode terminar em um verdadeiro desastre! O “cake smash” ou “smash the cake”, para quem preferir!

Há algum tempo, publiquei um artigo aqui no site sobre “smash the cake”, com dicas para um ensaio de sucesso.

Como tudo na vida, a gente vai aprendendo com os erros, estuda, aperfeiçoa e alcança resultados. Muita coisa mudou desde que comecei a fotografar “cake smash” e achei que estava na hora de fazer um novo artigo, com novas dicas.

Espero que este artigo seja de muito proveito para todos vocês! Boa leitura!

Os erros

Acho que a melhor forma de alcançar um resultado satisfatório é analisar os erros, buscar estratégias que funcionem melhor para aquela situação e executá-las. Ao longo de nossas carreiras, nos deparamos com muitos erros, muitas coisas que não funcionaram como deveriam. Cabe a nós, fotógrafos, identificar estes erros, analisar, aprender e mudar de estratégia.

Por achar isso tão importante para nossa evolução profissional, começo pelos erros.

Quando comecei a fotografar “smash”, tinha a ideia de que bastava um bolo, uma criança, bandeirinhas e balões coloridos, uma câmera, que o resto simplesmente acontecia.

Fotografava em externa sempre, porque achava o mais adequado, já que “smash” e lambança caminham lado a lado. Levava uma quinquilharia só, para a locação escolhida. Montava o cenário e após os cliques, tinha a missão impossível de limpar a criança, e devolver-lhe a sensação confortável de estar limpa. Usava meu saque rápido para retirar os lencinhos umedecidos da embalagem, na frustrante tentativa de limpar o bebê. Claro que só piorava as coisas e o bebê ficava muito irritado. A falta de infraestrutura em locações externas tornava o ensaio difícil e incômodo para todos.

Outro fator que me causava muito incômodo era a fonte de luz. Muitas vezes a luz natural é ingrata e causa sombras duras e indesejáveis. Minha alternativa era levar um rebatedor para amenizar as sombras ou difundir a luz. Muitas vezes o pai fazia a função de assistente para usar o acessório, sendo que o pobre coitado não tinha a menor obrigação de saber como usar aquela “geringonça”. Sem falar no calor do Rio de Janeiro, que além de causar desconforto para os pais, para o bebê e para mim também, derretia a cobertura do bolo.

Ainda sobre as condições climáticas, o vento atrapalhava demais. Estourava meus balões de hélio, sacudia as minhas bandeirinhas e tudo mais que estivesse no cenário.

Quando a locação escolhida era um parque, ainda tinha o tormento dos insetos e formigas. Sem contar os penetras que queriam “visitar” a locação. Muitas vezes fui surpreendida por cachorros correndo no meio do cenário ou até mesmo pela aparição de outras crianças curiosas.

Difícil não é?

Quanto ao bolo, muito erros cometidos que merecem um tópico especial.

Todos estes erros, inconvenientes, me fizeram repensar o meu “smash the cake”. Analisei, estudei o que funcionaria melhor e hoje mudei completamente meu ensaio. Hoje tenho um grande prazer em fotografar “smash”! Não que antes não tivesse, mas hoje eu realmente adoro, porque restou apenas a parte agradável da sessão e o resultado está infinitamente mais interessante.

Saindo da externa para o estúdio

foto1

Fotografar em estúdio tem milhões de vantagens, que a locação externa torna inviável.

A começar pelo fato de que tudo que preciso está à mão. Não preciso transportar cenário, bolo, tripé, câmera, rebatedor e todas as “bugigangas” necessárias.

Fotografar em estúdio permite que eu monte meus cenários com antecedência, sem que fatores climáticos possam causar danos.

No meu espaço eu conto com toda a infra necessária para oferecer conforto ao bebê e a família: ar condicionado, banheiro, água limpa, água quente, toalhas,…

A iluminação é artificial, portanto controlada. Livre de sombras duras, com luz difusa e consequentemente, um resultado muito mais equilibrado e adequado ao meu gosto. Muito menos trabalho na pós-produção.

Alguns vão me perguntar: mas no estúdio não fica a maior bagunça e sujeira depois do ensaio?

Sim e não. Uso material de fácil limpeza.

Depois que comecei a fotografar no meu estúdio, eu agreguei ao meu ensaio “cake smash”, o “splash baby”. Vou falar em tópico isolado sobre o “splash”, mas antecipando, foi a forma que encontrei para devolver o conforto da limpeza ao bebê, garantir lindos sorrisos e agregar mais uma produção ao ensaio.

Composição do cenário

Amo compor cenários e brincar com a harmonia das cores.

Gosto de temas não tão literais. Prefiro abusar de cores e colocar elementos que remetam a um determinado tema.

Eu converso antecipadamente com a mãe sobre o tema. Muitas mães querem usar as fotos do “smash” para decorar a festa de um ano, fazer os convites, ou para as lembrancinhas. Muitas mães querem que o ensaio seja no tema da festa. Outras querem apenas escolher as cores do cenário. Algumas deixam a minha livre escolha e neste caso eu piro! Amo!

Essa conversa é muito importante, porque você vai buscar elementos para construir um cenário exclusivo para seu cliente, agradando seu gosto, mas dentro do seu estilo.

Normalmente eu uso as cores do tema da festa de aniversário. O tema pode aparecer em um ou outro elemento. Não gosto de entupir o cenário com elementos. Gosto do clean e vibrante!

Meu cenário é composto basicamente destes elementos:

  • Fundo colorido (www.fundosfotograficos.com)
  • Piso emborrachado ou placa de fórmica
  • Balões de hélio
  • Bandeirinhas
  • Pom pom de papel
  • P bolo

Procuro sempre usar as cores de forma harmônica. O círculo cromático pode ser um grande aliado do fotógrafo para composição de cores.

Exemplificando:

Harmonia Complementar

É caracterizada pela combinação de cores opostas no círculo cromático.

Ex. azul x amarelo/ verde x magenta

foto2

Harmonia Monocromática

Consiste em combinar vários tons de uma mesma cor.

Ex. rosa bebê, rosa claro, rosa Pink

foto3

Harmonia Triádica

Acontece quando utilizamos três cores equidistantes no círculo cromático. Por exemplo: azul, amarelo e vermelho. Este tipo de harmonia oferece um alto contraste visual, conservando o balanço e riqueza das cores.

_DSC6079

O Bolo

O bolo é o segundo protagonista do ensaio, ao lado do bebê. O bolo tem que ter destaque, tem que estar em harmonia com o cenário/tema. Além disso, o bolo tem que ser seguro para o bebê.

Um grande erro que cometi quando comecei a fotografar “smash”, foi permitir que a mãe levasse o bolo para a sessão. Aparecia cada “tranqueira”, que prefiro pular esta parte. Os bolos não combinavam com o cenário ou simplesmente eram feios. Isso não era nada agradável ou harmônico, mas este não era o único problema.

Muitos bebês possuem necessidades especiais, que não podem ser ignoradas de forma alguma. Dois casos muito comuns são a intolerância a lactose e as alergias alimentares.

Certa vez, fotografei um bebê, que após batucar no bolo como se fosse um tambor, começou a ficar todo vermelho e empolado. Rapidamente o coloquei no banho. Ele sequer havia levado o bolo à boca, mas estava claro que tinha algo errado. Pedi a mãe que o levasse ao pediatra e que me retornasse com um feedback. Mais tarde a mãe me informou que o bebê era alérgico a clara de ovo e que não sabia desta condição, uma vez que o alimento ainda não havia sido introduzido.

Olha o problema!

A partir deste momento eu vi os riscos que um bolo de procedência desconhecida poderia acarretar.

Por obra de Deus e de uma amiga em comum, cheguei à nutricionista e cake designer Rafaela Nemer, dona da empresa atelierrafanemer. A Rafa, além de ser uma espetacular cake designer, é especialista em alergia alimentar. Fechei uma parceria com ela, e a partir de então, meus ensaios passaram a ser feitos somente com seus bolos.

Sempre submetemos a lista de ingredientes ao pediatra antes do ensaio e os bolos são feitos de acordo com as necessidades de cada bebê. Passei a ter um produto seguro para oferecer aos meus clientes, o que agregou muito valor ao meu trabalho e se tornou um diferencial.

Hoje eu e a Rafaela discutimos previamente minha inspiração para o ensaio e ela confecciona o bolo em perfeita harmonia com meu cenário.

lianaerafa1

Trajes

Continuo a usar muitos tutus para as meninas. Amo! Minha fornecedora preferida é a Bebe Au Lait.

Para os meninos, tapa fraldas ou bermudinha, gravatinhas e chapeuzinho de “smash”. Tudo em harmonia com o cenário.

foto5

O ensaio

Meu ensaio é composto de três etapas:

Smash Cake

Onde procuro registrar as emoções do primeiro contato da criança com o doce. Alguns bebês adoram, outros nem tanto. Para mim o importante é registrar a reação genuína do bebê. Carinhas de curiosidade, sorrisos, espanto, felicidade, alegria, choro, tudo que é reação genuína é registrado.

A descoberta de texturas e sabores provoca variadas reações. É muito divertido!

Algumas crianças são mais tímidas e neste caso, convido os pais a integrarem o quadro. Peço que provem o bolo e que deem provinhas aos bebês.

A parte do “smash” não pode ser muito longa, pois em algum momento o bebê vai se cansar ou se sentir incomodado por estar lambuzado. Nesta hora eu passo para a segunda fase do meu ensaio: o splash.

Splash Baby

Nada como um bom banho, após toda lambança. Preparo um banho morninho de tina, com bastante sabão neutro e hipoalergênico, para fazer bastante espuma. Bichinhos de borracha e bolinha de sabão entram em cena.

Não houve uma criança sequer, até hoje, que resistiu ao momento do banho. Muitos sorrisos, bagunça com água, alegria com as bolinhas de sabão. Muitos cliques lindos. As mães adoram um sorriso, não é verdade?

Mini Sessão

Após o banho, livre da sujeira, eu monto um último cenário para marcar os 12 meses do bebê.

Algumas mães levam as roupinhas da festa de um ano, pois querem fazer uma arte para o convite ou lembrancinha.

Meu ensaio “smash the cake” é também o último ensaio do meu pacote de acompanhamento. Neste caso, gosto de usar esta parte da sessão, para marcar a fase do desenvolvimento do bebê aos 12 meses. Fotografo o bebê em pé, apoiado em algum prop, os primeiros passinhos, agachamentos, palminhas,…

foto6

A Entrega

Entrego meus ensaios em um pendrive com minha logo. Um álbum laminado, abertura panorâmica, papel fotográfico, capa fotográfica e estojo em MDF, acompanham o pendrive no pacote Premium.

A melhor parte vem agora. Eu envio o produto final com um presentinho surpresa. Fotos impressas e imãs de geladeira para surpreender o cliente. As mamães piram com os imãs.

Depois que comecei a oferecer este mimo, recebi muitos e-mails agradecendo e elogiando o trabalho. Um custo baixo para fidelizar um cliente.

Além disso, os imãs são um ótimo marketing para seu negócio. Claro que a mãe vai colocar os imãs, com as fotos do “smash”, em sua geladeira. Toda visita vai ver e conhecer seu logo estampado. As impressões vão parar em porta retratos. Mais uma forma de marketing para seu negócio.

Um negócio de sucesso

O cake smash está cada vez mais popular entre as mamães. Virou o ensaio pré-aniversário preferido.

A partir do momento que você tem um trabalho fotográfico bonito, uma parceria de confiança com sua cake designer, um produto seguro para o bebê, uma entrega surpreendente para seu cliente e um marketing eficiente, você terá em mãos um negócio lucrativo.

Procure seu diferencial e seu estilo. Busque agregar valor ao seu produto. Procure uma parceria de confiança. Use estratégias para atrair novos clientes e fidelizar os que já possui.

Você está com as ferramentas certas em mãos, então agora é hora de colocar a mão na massa!

Quem quiser ter uma experiência incrível e participar de uma imersão na fotografia “smash the cake”, eu e a Rafaela Nemer, estaremos no dia 13/03, no Flamengo/RJ, com a Oficina Mão na Massa. Será uma oportunidade única, de literalmente, colocar a mão na massa, com montagem de cenários, bolos, e construção de dois portfólios de “smash the cake”. Ótima oportunidade para impulsionar seu negócio, neste ramo que promete!

Maiores informações e inscrições:

[email protected]
Tel: 21 98892-3662 – Simone Seixas

Espero vocês lá!
Abraço

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Liana Lemos

Meu nome é Liana Lemos, sou uma carioca de 33 anos apaixonada por fotografia. Como em todas as relações, um dia a paixão acaba ou virar amor. Comigo virou amor e então resolvi me profissionalizar. Desde então posso dizer que acordo, respiro, como, durmo e sonho com fotografia. Sou louca por crianças e pela pureza de suas almas e procuro buscar essa essência em minhas fotografias. Hoje digo com muito orgulho que sou fotógrafa infantil, de gestantes e família e agora escrevo para o fotografia-dg. Meu compromisso é estudar, me atualizar, e dividir o que sei, buscando uma constante melhoria naquilo que faço por amor.

11 Comentários

Clique aqui para comentar

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar