Home » Artigos » Artigos de opinião

Não superestime seu equipamento por melhor que lhe pareça 3.92/5 (59)

O que você espera da sua fotografia? Eis aí uma pergunta que me faço a cada vez que saio para fotografar. Minha grande felicidade é que as respostas sempre se encontraram e se encontram dentro de mim, e não naquilo que carrego na mala de equipamentos.

Eu nunca acreditei em equipamentos fotográficos como qualquer coisa além de meras ferramentas. Não tiro deles sua importância, mas não atribuo a eles qualquer avanço ou vitória que tenha alcançado em minha carreira, mas isso, infelizmente, não é o que mais se vê por aí.

Fotógrafo-questão-de-ter-ou-ser

Quer uma prova do que estou falando? Sabe aquele sujeito que passou a TER uma câmera e automaticamente passou a SER fotógrafo, com direito a cartão de visita e tudo? Ele é a prova máxima desta confusão. Acredita-se (mesmo que não declaradamente), que fotógrafo é aquele que tem, não aquele que é. Se ele acredita que é mais à medida que tem mais, passa a se relacionar com equipamentos e não com a fotografia. Os efeitos alcançados graças aos recursos adquiridos passam a ser seus troféus, mesmo que as fotos não estejam boas.

O grande desafio nos dias de hoje, especialmente para os iniciantes, é desfazer este elo com os equipamentos e conectar-se unicamente com a fotografia. Deste modo, bons equipamentos serão sempre bem vindos, mas nunca responsáveis por nossa evolução ou estagnação. A fotografia passa a ser o alvo. O ser fotógrafo passa a ter um sentido além de ter uma câmera.

Não superestime seu equipamento por melhor que lhe pareça. Ele nunca entregará uma boa foto por si só. Nunca subestime seu equipamento básico ou aparentemente simples. É bem provável que ele tenha muito mais recursos e possibilidades do que equipamentos que outrora já fizeram as maiores fotografias da história. Nunca acredite em quantidade de equipamentos disponíveis, acredite no seu olhar. Lembre-se: fazer mais e carregar menos é possível.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Gosta de algum dos artigos abaixo?

  • diogo

    Engraçado que, em um curso de fotografia em estudio, que comprei DESTE site, o tutor fez questão de mostrar todos os seus equipamentos importados, de última geração, caríssimos, com um dar que dava a entender "esqueça, você nunca terá um desses". Fez questão inclusive, de ressaltar que pagou a bagatela de 40 mil dólares (algo em torno de 130 mil reais) para adaptar um set digital em uma analógica da década de 70. Agora eu pergunto: Não seria uma incoerência da parte de muitos dizer que um bom equipamento nao faz diferença e eles mesmos não abrirem mão de suas cameras de ultima geração? Respondam educadamente, por favor.

    • Diogo, não sei se você já percebeu mas o DG possui dezenas de colaboradores, cada um com suas ideias diferentes e independentes. Você não acha melhor um portal de fotografia expor várias opiniões diferentes para que cada leitor possa filtrar o que há de melhor e mais interessante para si do que um portal com uma única ideia fixa tentando impor a todo momento esta ideia na cabeça dos leitores? Não acha boa essa diversidade de ideias e pensamentos?

    • Eliseu Fiuza

      Olá, Diogo.

      Obrigado por seu comentário e sua colocação.
      É de diversidade de opiniões que surge o crescimento mútuo.
      Sobre sua colocação, posso dizer que a meu ver não há incoerência. Quando eu disse no texto que "não tiro deles (dos equipamentos) sua importância", é porque realmente acredito que melhores equipamentos serão um grande facilitador de melhores resultados, mas, a meu ponto de vista, não garantem por si só qualquer resultado. Entretanto, mesmo que o texto defendesse por completo a não necessidade de bons equipamentos, ainda assim não haveria incoerência. Fotografia ainda é arte e, por mais escorregadia esta resposta possa parecer, não há incoerência na arte. O que importa são os resultados. O tutor que você citou usa muitos equipamentos pra chegar ao resultado desejado. É necessário avaliar o uso final de suas imagens, tipo de mídia, imposições de mercado, etc… O que eu quero com meu texto é que pessoas talentosas não deixem de produzir esperando o grande equipamento chegar, mas quando chegar, que seja bem-vindo.

  • Clóvis

    Muito bom, estou aprendendo com todos

  • W. Barcelos

    Muito bom o artigo, com ideias claras, bem estruturadas e, acima de tudo, fundamentadas no que se espera seja lidar com a fotografia. Parabéns.

  • leonardolago123

    O Augusto Mantovani falou algo realmente importante. Há textos aqui no digiforum radicais demais. Deve haver um equilíbrio entre eles. O equipamento é quem deve trabalhar por nós e não o contrário. Mas deve-se lembrar que existe uma diferença gritante entre os diversos equipamentos e isso não deve ser negligenciado.

    • Eliseu Fiuza

      Olá, Leonardo.

      Obrigado por sua colocação.

      Se você reler o texto com imparcialidade vai ver que não é nem um pouco radical.
      Como eu respondi ao Augusto, também discordo completamente de quem afirma que equipamento "não faz diferença". No artigo acima não foi dito isto em momento algum, pelo contrário, veja que está escrito, entre outras coisas, que "não tiro deles -dos equipamentos – sua importância", e que "bons equipamentos serão sempre bem vindos".

      Grande abraço.
      http://www.eliseufiuza.com
      http://www.facebook.com/eliseufiuza
      Instagram: @eliseufiuza

  • Thiago Souza

    Perfeito Eliseu! Tem muita gente que compra uma DSLR e sai distribuindo cartões. Estou entrando agora no mundo fotográfico e fiquei apaixonado por fotos! Já vi vários fotografos que tem excelentes cameras e tiram fotos ruins, confusas. Tenho estudado bastante sobre fotografia, vejo videos, palestras, livros, etc e sei que estou muito longe ainda de me tornar um fotografo razoável, mas estou aprendendo cada dia um pouquinho mais sobre esse mundo fascinante. Foto maravilhosa e excelente artigo!

    • Eliseu Fiuza

      Obrigado, Tiago.

      Essa foto foi feita com aquela lente 40mm 2.8 da Canon que é baratinha e super pequena, porém excelente, e um flash daqueles genéricos da Yongnuo. Foi feita com minha 5D MKii, mas com a minha 60D, que também uso muito, eu teria feito a mesma foto dando alguns passos para trás.
      Continue estudando muito que é o que realmente fará a grande diferença.

      Grande abraço.
      http://www.eliseufiuza.com
      http://www.facebook.com/eliseufiuza
      Instagram: @eliseufiuza

  • Claudio

    100% com você. Parabéns!

  • Francisco

    Otimo artigo. Acho que um bom fotografo amador ou profissional, pegando na mão a maquina mais simples fará uma boa foto. talento é talento, é sentimento, e isso não se compra. Sou amador porque amo fotografia, e não preciso de uma super maquina para fazer boa fotos. tirei otimas fotos com uma antiga zenith usada da decada de 80, que comprei de um amigo por R$50,00, sempre sonhando em como captaria determinada imagem, imaginando como fixar no filme aquele sentimento que as vezes mesmo com o melhor equipamento não conseguimos captar. Para fotografo profissional, um bom equipamento facilitará enormemente seu trabalho, com certeza, mas isso é produtividade. Muitos fotografos ridicularizam os que possuem maquinas simples, e não são poucos. Acham-se "superiores" e veem os outros como "iniciantes", mas isso faz parte do ser humano, é o chamado orgulho.

  • Raphael Sombrio

    Concordo com o texto, devemos tomar cuidado com as interpretações. O debate está muito mais em ser do que ter, esse é o ponto. É Quem é fotógrafo? Que não é?? claro que bons equipamentos ajudam e nos proporcionam mais e melhores oportunidades, com certeza, só acho que as pessoas não estão assimilando a mudança que está ocorrendo a passos largos, por isso tanta confusão, preconceito e desinformação, afinal, não importa se vc faz fotos incríveis cujo resultado a maioria nem tem idéia de como alcança-lo ou se vc faz fotos despretensiosas, causais, tortas…feias. Não importa se vc trabalha profissionalmente com fotografia ou "bate fotos" nos fins de semana, não importa, enfim, se vc tem uma Hassel médio formato, uma superzoom de zilhões de vezes de aproximação ou usa só o celular mesmo: todos somos fotógrafos! O diferencial será unica e exclusivamente o resultado final, e as consequências desse. Como diz o ditado: As fotos falam por si só, o resto é história pra boi dormir. Quem quiser se iludir que seja feliz!

  • Heloisa

    Na minha cidade (interior paulista) há muitos assim. Filhinhos de papais com equipamentos profissionais sem o principal: o olhar fotográfico e o amor por fotografar. E o pior, cobrando barato tirando oportunidades dos verdadeiros profissionais.

    Excelente artigo.

    • Eliseu Fiuza

      Olá, Heloisa.

      Lamentável isso, mas não é só aí no interior paulista, isso está acontecendo em todo lugar. A popularidade da fotografia digital e a facilidade na aquisição de equipamentos também gerou seus monstros. cabe a nós fazer a coisa certa e tentar minimizar este triste quadro.

      Grande abraço.
      http://www.eliseufiuza.com
      http://www.facebook.com/eliseufiuza
      Instagram: @eliseufiuza

  • Rudinei Barbosa

    O que o Augusto falou tem sentido. Bons fotógrafos tem bons equipamentos. Bons equipamentos trazem maior segurança, maior qualidade, maiores possibilidades sem falar na durabilidade. A grande questão está em quem NÃO SABE usufruir de todos os benefícios de um bom equipamento ou não ainda não assimilou as principais técnicas, muito menos tem a experiência de campo dos grandes fotógrafos. Acredito que o que está acontecendo hoje segue mais ou menos na seguinte linha de raciocínio: "Olho para os grandes e quero ser como um deles e para ser como um deles tenho que ter o equipamento que eles usam, aí serei um bom fotógrafo". Exageros à parte, Começar com um bom equipamento é um grande passo, porém ter a mentalidade de um fotógrafo, só o tempo, as frustrações e o verdadeiro desejo é que vão decidir se "vai ou racha".

    • Eliseu Fiuza

      Olá Rudinei.

      Muito boas suas colocações. Excelente complemento à matéria.
      Eu respondi o comentário do Augusto também. Não devem haver exageros e polarizações absurdas. Bons equipamentos ajudam sim, e muito, mas não são o fator principal.

      Grande abraço.
      http://www.eliseufiuza.com
      http://www.facebook.com/eliseufiuza
      Instagram: @eliseufiuza

  • Márcia

    Parabéns pelo matéria foi curta e objetiva.
    Tirei ótimas fotos com uma Sansung (saboneteira) tudo porque sabia usar todos os recursos disponíveis o que permitia que eu me concentra-se somente na imagem desejada. Quando adquirir uma semiprofissional da Nikon cheia de novos recursos levei uma surra para conseguir chegar no nível da pequena saboneteira. Agora tenho com uma Canon Rebel e estou estudando muito para conseguir adaptar o meu estilo de fotografia ao novo equipamento e me preocupar somente com a imagem que pretendo eternizar.

    • Eliseu Fiuza

      Olá, Márcia.

      É por isto que eu evito trocas demasiadas de equipamentos. É sempre um saco se readaptar para encontrar as mesmas funções em outros lugares e, no caso de fotógrafos sociais como eu, não se pode perder qualquer instante regulando câmera.

      Grande abraço.
      http://www.eliseufiuza.com
      http://www.facebook.com/eliseufiuza
      Instagram: @eliseufiuza

  • LAURO

    Concordo plenamente com o texto.
    A sensibilidade do fotógrafo na percepção do fato e ou objeto é muito mais importante que qualquer equipamento.
    Por outro lado, de nada adianta ter uma super câmera se não souber usá-la.
    Abs.

  • Augusto Mantovani

    Bom, na minha opiniao ( ja que voce me permite ) eu acredito que esse pensamento deve ser em relacao a outro planeta, visto que vivemos em uma sociedade 100% hipocrita e com muito, muito pre-conceito a tudo ou a "quase" tudo, me faz pensar em uma pessoa que vai oferecer tal servico ( fotografico ) seja ele qual for, e que para tal servico apresente uma cybershot ( ainda que do ultimo modelo ) ou na melhor das hipoteses qualquer uma da famosa linha Rebel da Canon achando que nao faz a menor diferenca no final ? Claro que para o fotografo que trabalha ha uns vinte anos no mercado e que foi ter a sua primeira DSLR ( ainda que da linha Rebel ) depois de uns 10 anos na atividade esse texto deve ser bem consolador, mas ate ai dizer que nao faz diferenca eh um pouco contraditorio nao !? me daria o direito de comparar um Fusca com um Lamborghini pretendendo que ambos chegassem ao mesmo tempo num determinado ponto comum usando o mesmo periodo, claro que a diferenca eh gritante. E eh claro que eu nao estou me referindo a pessoas que nao possuem nenhum tipo de conhecimento fotografico e ao se atrever a faze-lo cortam os pes, ou cabecas, ou bracos, etc etc etc. Eu nao sou fotografo, mas comecei a me interessar por fotografia ha pouco tempo por motivos simples e tambem por estar morando em um pais onde o acesso a bons equipamentos eh comum. Comecei com uma Canon 70D ( que foi a minha primeira DSLR ) e muito contente com os resultados menos de seis meses depois a Canon 5D Markiii, as lentes claro nao poderiam deixar de acompanhar a qualidade das cameras, 1 Canon EF-S 18-135mm f/3.5 ( primeira lente que tive pra 70D por ser cropada ) 1 Canon EF- 50mm f/1.8 ( que vira 80mm na 70D ) 1 Canon EF – 50mm f/1.2 e 1 Canon 70-200mm f/2.8. Isso pode nao ser o melhor set do mundo, e claro que nao eh, mas dizer que nao faz diferenca no final me parece um pouco estranho, e como falei no inicio, eu nao sou fotografo e essa minha opiniao esta baseada apenas na experiencia que tive ate agora desde quando tirei a primeira foto com uma sony cybershot, e pra mim fez bastante diferenca. Obrigado pela oportunidade e me desculpem a falta de acentos, o teclado que estou usando nao me fornece tais acentos.
    Forte Abraco !!!

    • Eliseu Fiuza

      Olá, Augusto.
      Obrigado por sua colaboração.
      Concordo com o que você diz e, assim como você, também discordo completamente de quem afirma que equipamento "não faz diferença". No artigo acima não foi dito isto em momento algum, pelo contrário, veja que está escrito, entre outras coisas, que "não tiro deles -dos equipamentos – sua importância", e que "bons equipamentos serão sempre bem vindos".
      E este seu equipamento é muito bom sim. Aqui no Brasil tem muito fotógrafo que beira a genialidade e não tem algo deste nível.
      O artigo se refere à idolatria de equipamentos que temos visto por aí. E sobre a corrida do fusca contra a Lamborghini, ela é absurda dependendo dos pilotos. Se me colocar no volante do Lamborghini e um daqueles pilotos da NASCAR no fusca, acho que o Lamborghini perde…

      Grande abraço.
      http://www.eliseufiuza.com
      http://www.facebook.com/eliseufiuza
      Instagram: @eliseufiuza

  • Rose Sousa

    Também penso que fotografia vai além do equipamento. Fotos fantásticas só dependem do olhar, do ângulo, da imagem captada, num instante, que só por aquele instante, se revelou impressionante!

    • Eliseu Fiuza

      Olá, Rose.

      Conheço uma galera que fotografa com smartphone no Instagram, que dá banho em gente equipada até os dentes. É claro que existem demandas que não poderão ser atendidas sem o mínimo de recursos apropriados, mas a criatividade e o olhar sempre serão os grandes fatores.

      Grande abraço.
      http://www.eliseufiuza.com
      http://www.facebook.com/eliseufiuza
      Instagram: @eliseufiuza

  • Evandro

    Bom texto. Excelente ponto de vista. Mas com relação ao equipamento, o que tenho mais visto, é gente comprando equipamento e imediatamente assumindo o sobrenome "Fotografia". Principalmente no face, a moda agora é Fulano De Tal Fotografia, Ciclano De Tal Fotografia. Confesso, às vezes fico confuso hehehe… quem é fotógrafo… e porque motivo? Que parâmetros definem a boa fotografia hoje dia? Pelo o que se tem apresentado … a fotografia tem se tornado planificada como arte… todo mundo usa um filtrozinho e deixa a foto mais bacaninha e já sai se intitulando fotógrafo.

  • priscilaoe

    Otimo texto. É sempre bom ler artigos como esse para nos dar mais força, os equipamentos estão muito caros e ta dificil comprar tudo, mas ainda não está me impedindo rsrsrs.
    Abração

    • Eliseu Fiuza

      Olá, Priscila.

      Equipamento -ou falta dele – só impedirá se você permitir.
      É claro que existem demandas que não poderão ser atendidas sem o mínimo de recursos apropriados, mas a criatividade e o olhar sempre serão os grandes fatores.
      Não desista e continue estudando e devorando informação.

      Grande abraço.
      http://www.eliseufiuza.com
      http://www.facebook.com/eliseufiuza
      Instagram: @eliseufiuza

  • Fausto

    Parabéns pelo artigo e tudo o que nele contém é a mais pura verdade. A fotografia se faz com sentimento, com paixão.
    Treinar o olhar e principalmente fazer co que o equipamento trabalhe para vc não o contrário.

  • Aires Teixeira

    Quem não é fotógrafo como eu, achava que a fotografia boa e bonita quem produzia era a câmera, mas com essa explicação vou ficar com a minha pebinha fuji Sl 1000 mesmo, valeu a dica.

    • Eliseu Fiuza

      Olá, Aires.

      Acredito, como sempre falo, que equipamento faz diferença sim, mas são meras ferramentas. Quem está atrás dele fará a real diferença.
      Se quiser mergulhar na fotografia, tem muito, mas muito pra aprender e descobrir na sua "pebinha".

      Grande abraço.
      http://www.eliseufiuza.com
      http://www.facebook.com/eliseufiuza

      Instagram: @eliseufiuza

  • Boa tarde, pessoal!
    Realmente essa confusão se estende a muitas e muitas pessoas.
    Mas, vamos lá:

    O que define um fotógrafo?
    Qual é a linha que separa o estudante de fotografia do fotógrafo em si?

    É nisso que me confundo. Realmente existem aqueles que compram uma câmera e já se dizem fotógrafo… Mas não são? A arte deles não vale como fotografia?
    Deixando pré-conceitos de lado, a gente consegue se questionar sobre essas perguntas?

    É a mesma coisa de diferenciar fotógrafo amador de fotógrafo profissional.
    Há pessoas que dizem que profissional é aquele que ganha dinheiro com fotografia;
    outros dizem que profissional é aquele que depende quase que, ou exclusivamente de fotografia.

    Quem define essas coisas?

    Nos resta o bom senso.

    • Eliseu Fiuza

      Olá, Junior.

      Muito, mas muito boa sua reflexão.
      No caso do que citei na matéria, realmente eu poderia ter sido mais específico.
      É muito difícil definir fotografia boa ou ruim, fotógrafo ou não fotógrafo do ponto de vista da arte. Eu tentei me referir especificamente àqueles que passam a oferecer serviços de fotografia, especialmente social, sem qualquer preparo, apenas porque adquiriu equipamento, "com direito a cartão de visita e tudo". E não são poucos estes casos.
      A arte fotográfica realmente é difícil de julgar, mas a responsabilidade de oferecer serviços a um cliente pode ser julgada sim. Não vemos poucos casos de fracassos profissionais por conta de despreparo.

      Obrigado por sua colocação. Concordo com você e, do meu ponto de vista, estamos juntos: artisticamente falando, realmente tudo é muito subjetivo.
      http://www.eliseufiuza.com
      http://www.facebook.com/eliseufiuza

      Instagram: @eliseufiuza

  • Paulo Mauricio

    Concordo com tudo o que foi dito. Tenho atualmente um bom equipamento e acho que faço um bom uso dele mas uma das fotos que me dá o maior retorno nos sites de armazenamento foi uma que fiz com uma Canon A620 compacta, usando uma folha de papel A4 como fundo infinito. Um equipamento, por melhor que seja, não vem com um acessório importantíssimo: o talento fotográfico. Abração.

    • Eliseu Fiuza

      Certamente, Paulo Mauricio.

      A foto da qual mais me orgulho foi feita anos atrás com um equipamento bem inferior ao que uso hoje.
      Gostaria de ver sua foto. Gosto muito dessas imagens que foram feitas com engenhosidade e superação.
      http://www.eliseufiuza.com http://www.facebook.com/eliseufiuza
      Instagram: @eliseufiuza

  • MAURICIO

    Parabéns , falou tudo, não é por eu ter uma Nikon d-7100 que me faz tirar fotos maravilhosas. Ha pessoas com maquinas inferiores que me dão um banho em foto.Aprendi com o tempo a selecionar minhas imagens antes de tira-las.Não devemos pensar no obvio, tudo fica igual, temos que ser mais ousados e surpreender.
    PARABENS PELA LINDA FOTO, PODE MANDAR MAIS ,ADORO OLHAR FOTOS

    • Eliseu Fiuza

      Obrigado, Mauricio.

      Realmente existem muitos fatores que fazem um bom fotógrafo e, certamente, a edição e a curadoria são importantíssimos.
      Obrigado pelo elogio à foto. Ela foi feita com uma lente super barata, a 40mm 2.8 e um daqueles flashes genéricos Yongnuo.
      Para ver mais, acesse: http://www.eliseufiuza.com, ou siga eliseufiuza no facebook ou no Instagram.

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar