Home » Artigos » Dicas

O que não fazer quando se está começando 4.9/5 (21)

Meu nome é Liana Lemos e sou uma apaixonada por fotografia. Comecei meus primeiros passos na fotografia quando ainda criança. Nunca esqueço o dia que ganhei de presente minha primeira câmera fotográfica, uma “Love”. Vocês também tiveram uma Love? Bem, se você aí é da década de 80 assim como eu, estou certa que rolou uma pontinha de nostalgia, não é mesmo? Eu simplesmente adorava minha câmera descartável, fotografava de tudo: árvores, carros, bonecas, interruptores de luz e muito chão.

Revelava milhares de filmes das minhas analógicas e amava montar álbuns e agendas com recortes fotográficos. Em certa ocasião tive que fazer um trabalho para escola (não recordo bem o tema) mas deveria ser feito com recortes de jornal e revista. Eu queria fazer algo diferente e resolvi sair pelas ruas do Cosme Velho e Laranjeiras fotografando mendigos e garotos de rua. Eu devia ter uns dez anos de idade, pois lembro que minha babá teve que ir junto. Lembro da emoção que sentia a cada foto. Mandei para revelação e já tinha certo em mente que queria todas em preto e branco. Não sabia bem o porquê, mas sabia que a emoção passada seria mais forte. Colei tudo em cartolina preta e fiquei muito satisfeita com o resultado. Acho que foi a primeira vez que o ato de fotografar tocou meu coração.

Nunca mais larguei a câmera fotográfica, que me acompanhou por toda adolescência até a idade adulta.

Certo dia parei e pensei: agora é hora de aprofundar meus estudos. Vou me matricular em um curso. Comecei a pesquisar escolas de fotografia, mas estava com viagem marcada para os Estados Unidos e decidi começar no retorno da viagem. Fiz a grande besteira de comprar uma câmera antes de iniciar o curso. Achava que tiraria mais proveito se tivesse uma DSLR profissional em mãos. Primeiro erro: eu sequer sabia o que era uma câmera profissional. Aproveitei que estava em Nova Iorque e comprei minha primeira DSLR. Imagina eu, totalmente sem conhecimento, na imensidão tecnológica que é a BH. Agora imagina essa mesma pessoinha, tentando conversar com o vendedor, em inglês, sobre câmeras e lentes. Eu só ouvia: “one point four”, “one point eight”, 24 x 70, “D” sei lá o quê… um monte de números e letras que não me diziam absolutamente nada. Isso sem falar da cara de “mínima paciência” do vendedor. Enfim, saí de lá com uma Nikon D7000, com a lente do kit, uma 18 x 105mm, um cartão de memória de 16g e uma felicidade maior que o mundo.

Citei essa experiência como primeiro erro, porque logo depois fui perceber que nem a câmera e nem a lente atendiam as minhas necessidades e tive que reinvestir muito cedo em equipamento. Hoje sei que deveria ter feito primeiro o curso básico com a câmera que eu tinha, ter treinado bastante, ter buscado mais conhecimento sobre equipamentos, descobrir o que eu realmente queria na fotografia e só depois ter investido na compra certa.

 

Pois bem, depois de concluir os cursos básicos de fotografia e tratamento de imagem, comecei a procurar “trabalho”. Trabalho, entre aspas, porque fiz muitos ensaios gratuitos, a fim de construir meu portfólio. Neste ponto acho que acertei, porque pude aprender muito com meus primeiros ensaios e não fiz a besteira que muitos fotógrafos iniciantes fazem de vender seu trabalho a preço de banana. Assim conquistei clientes e pude fixar um preço inicial justo.

Comecei a frequentar workshops de fotografia infantil e newborn, já que pretendia atuar nesta área. Aqui abro um parêntesis para dizer o quão importante é focar em uma determinada área. Se especializar. Atirar para todos os lados é um grande erro. Identificar uma área de atuação ajuda o fotógrafo a conhecer e atingir seu público alvo, criar sua identidade visual, ser reconhecido no meio fotográfico por sua especialidade e a direcionar seus estudos para se tornar muito bom naquilo que escolheu. Mas voltando aos workshops, cito aqui meu segundo grande erro: fiquei tão apaixonada por fotografia newborn, que saí comprando uma enormidade de props e backdrops. Eu achava que tinha que ter todos os gorrinhos, wraps, cestas, caminhas, headbands e a infinidade de itens deste universo. Grande tolice. Fiquei com uma pilha de coisas em casa e no final das contas percebi que meu estilo era outro –  o “lifestyle”.

_DSC0199

Hoje percebo que prefiro fotografar pessoas (de um modo geral) usando seus próprios pertences, pois assim se recordarão de coisas com significado especial para elas e não para mim. Resultado: A ansiedade aliada a falta de autoconhecimento e definição de um estilo próprio resultou em muito dinheiro jogado fora, uma mala de carro lotada de cestas e caixotes e um quartinho de empregada entulhado de roupinhas de bebê.

_DSC0192

Outra coisa muito importante quando se está iniciando é criar uma identidade visual. Através de sua marca, de seu logo, seu trabalho passa a ser reconhecido e individualizado. Neste quesito cometi erros e acertos. Acertei quando contratei um designer para criar minha marca e meu logo. Errei quando montei um blog pessoal, comprei um template qualquer e comecei a postar. Digo que errei porque o site não tem a minha cara, não tem a identidade da minha marca. Resultado: vou ter que refazer o site, agora com um designer gráfico, gastar mais dinheiro e tempo para refazer todos os posts.

DSC_2050

O quarto erro que cometi foi nos meus primeiros orçamentos. Respondia por e-mail, no próprio corpo do pedido, ou in box na minha fanpage. O orçamento é muito importante para apresentação do serviço, para vender seu peixe, sabe? Ele deve conter todas as informações de pacotes (preços, quantidades de fotos, apresentação do produto final), suas informações de contato, site, fanpage, condições gerais do serviço a ser prestado e fotos. Um design clean, com texto claro e sem erros gramaticais também são uma boa pedida.

Agora falando dos primeiros trabalhos e lá se vai o quinto erro: devemos ter em mente algumas precauções básicas e essenciais, principalmente quando estamos começando. A título de didática, acho legal contar um caso particular que retrata quão prejudicial pode ser a falta de experiência. Imagine o seguinte cenário: primeira festinha infantil, primeiro flash, um único kit de pilhas recarregáveis na bolsa e quase nada de conhecimento sobre flash dedicado. Após duas horas de festa e cerca de 400 cliques, eis que o flash não funcionava mais. Desespero total. Acho que o maior desespero vem quando a gente simplesmente não tem noção do que está acontecendo. Nessa situação, o que ocorreu foi que eu estava sobrecarregando o flash com ISO muito baixo em local de pouca luminosidade. Assim não há bateria que aguente. Nessas horas, a falta de experiência pode acabar com um trabalho, ou pior, com o nome de um fotógrafo. Minha sorte é que a cliente era uma amiga, sabia que era minha primeira festa infantil, o trabalho foi um “presente” para o aniversariante e pude conversar com ela. Corri, literalmente (inclusive perdi um sapato na maratona), até a lojinha mais próxima e comprei pilhas novas. Consegui voltar a tempo de concluir a festa sem grandes prejuízos.

A gente vai aprendendo com os erros, mas nada justifica não levar baterias e cartões de memória extras para um evento. Levar uma câmera extra também não faz mal nenhum, vai que a primeira resolve não funcionar.

Temos que zelar por nosso nome sempre e independente do tempo de estrada, algumas providências precisam ser adotadas desde o início, seja com a correta manutenção dos equipamentos, seja com a nossa identidade visual, seja com o aprendizado constante, seja com o cuidado direcionado aos nossos clientes, desde o primeiro atendimento até a entrega final de um produto de qualidade.

DSC_2084

Achei importante, neste meu primeiro artigo, falar sobre alguns erros que cometi no início da carreira. Ainda estou aprendendo e trabalhando bastante para me tornar uma grande fotógrafa um dia. Sei que muitos erros ainda virão pela frente. Quem sabe estes exemplos de “o que não fazer quando se está começando”, possam servir de alerta para colegas nesta mesma situação. Afinal, melhor aprender com o erro dos outros, não é mesmo?

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Gosta de algum dos artigos abaixo?

  • Mari

    Olá Liana, sou professora, mas extremamente apaixonada por fotografia. Fiz alguns cursos e comprei minha câmera. Faço alguns trabalhos mais pra família e conhecidos, uma forma de tirar um extra. Eis que vem a minha pergunta, nesse caso, vale a pena investir numa fanpage? Sou extremamente insegura e tenho medo de não agradar. Obrigada sucesso!

  • Luana

    Liana, simplesmente amei esse post. Confesso que a minha área sempre foi os números, mas ultimamente estou pensando: por que não? Poxa a vida tá aí, podemos aprender tantas coisas interessantes. Quero comprar uma Sony Nex F3, já nem está mais à venda, mas quero fazer um vlog e gostei muito do visor de 180° dela. Sucesso Liana, beijos!

  • Albenia

    Muito obrigada por esta postagem, eu estou começando e recentemente fiz um curso de fotografia, ainda não comprei minha câmera, estou pesquisando e estudando muito pra fazer isso, pois não posso errar por conta do baixo poder aquisitivo.

    Obrigada mesmo!

  • Monica

    Liana, obrigada pelo depoimento, também sou uma apaixonada pela fotografia desde de criança mas não me profissionalizei. Mas no futuro tenho planos de mudar de carreira.

  • Renata

    Achei sua fala delicada e generosa. Apesar de ter sido sempre apaixonada por fotografia só agora tive condições de investir em um curso de maior qualidade, mas alguns posts e falas de fotógrafos profissionais nos desanimam e você faz justamente o contrário. Estou lendo, fazendo o curso e assistindo a todos os cursos on line que consigo. Desenvolvi uma relação de cansaço com minha profissão e adoraria tentar algo novo. Tenho uma Canon 70 D e algumas lentes, e adoraria fazer trabalhos simples que me trouxessem satisfação.

  • Paulo

    Dicas muito legais para quem está começando e para quem está no barco já um tempo. Ebook tbm bem bom!

  • Lucia

    Realmente é interessante definir uma área de atuação, mas não é um erro passar por várias até definir o que mais você se identifica, o que vc mais gostou de fazer, na minha opinião. E assim conseguirá marcar bem um estilo próprio, onde as pessoas reconhecerão seu trabalho, ou irão dizer, mas esta foto é a "cara" do fotografo tal…Melhor do que sair se inspirando, para não dizer copiando, fotos e poses via pinterest, fazendo o que está na modinha, vai ser apenas mais um, mais um que acha que o trabalho é life style, mas na verdade é cópia do que os outros fazem por aí, e pior, dos fazem muito melhor do que vc… Se fizer de coração, seu trabalho vai ser reconhecido de verdade…

  • Lais Rocha

    Lendo seu post me deu ainda mais a certeza do que quero pra mim…
    Tenho paixão por fotografia, desde menina, e meu sonho é ter meu estúdio, quero me especializar em fotografia em estúdio, newborn é uma das coisas que mais me encanta, mas tem um problema ainda não tenho uma câmera para dar inicio ao curso, já me matriculei varias vezes mas depois tive que desistir, já cheguei a fazer rifas para arrecadar dinheiro rsrs, agora que estou melhorando salarialmente no meu emprego e meu esposo faz o melhor, ele quer ver meu sonho se realizar, o município que eu moro agora que ira abrir curso de fotografia, estou esperançosa mais ao mesmo tempo preocupada em chegar o primeiro semestre de 2015 sem ter adquirido minha camera mas enfim tenho apenas 22 anos e ainda chego lá…..
    desculpa pelo desabafo, mas sinceramente seu post mesmo profissional mexeu comigo….

  • Daiana Santos

    Liana, seu artigo sobre iniciantesfoi ótimo, super didático e esclarecedor. Estou iniciando no mundo da fotografia com um curso no Senac e dizem ser maravilhoso, ainda não comprei meu equipamento. Irei começar com uma câmera que eu ja uso, uma super zoom, e depois das aulas vererei qual equipamento será melhor e atenda as minhas reais necessidades. Saiba que suas dicas foram super válidas para mim. Obrigada,

  • Oi! Adorei seu post e estou tentando começar, amo fotografias de crianças e acho q elas passam tda a beleza e sua pureza mesmo. Novamente parabens pelo seu trabalho e belo texto.

  • Vanthuir Maia

    Simplesmente magnífico, em um só post você tirou mais da metade de minhas dúvidas. Agradeço muito pela experiência contada. Você ganhou mais um fã.

  • cleuber

    Parabéns por este site muito d+++ adorei muitas são muitas dicas boas..

  • Ane Caroliny

    Oi Liana,

    Parabéns! Muito esclarecedor o seu post!
    Vou começar um curso de fotografia e quero me especializar em newborn e lifestyle! Fiquei totalmente encantada por essa área após ver minha filhinha fazer a sessão newborn.
    Queria a sua opinião sobre que câmeras e lentes comprar para fotografar newborn e lifestyle! Agradeço muito se me tirar essa grande dúvida!

  • Ilaide

    Olá Liana!
    Adorei o que você escreveu, realmente são muitas duvidas que surgem no inicio.. Eu ainda não tenho muita certeza se quero me aprofundar na fotografia, mas sou fascinada por elas..
    Espero que com artigos como o seu eu consiga me decidir rs
    Abraços!

  • Ricardo

    Oi Liana, goste muito do seu artigo e as dicas que vc da para a gente, parabens agora por ser uma profesional…e alem diso na fotografia infantil…"a pureza de alma delas" é fantastico e lindo. Acho que tudo mundo gostaria ver suas fotos se tiver un site,blog ou um lugar paraconhecer suas obras. (Desculpe meu portugues..sou espanhol)
    Parabens.
    Ricardo.

  • Ana

    Parabens Liana…
    Seu artigo foi muito bom pra quem de fato é iniciante… Eu tb já ia cair no erro de comprar uma camera sem saber nada. Só pelo fato de ter alguem que vá pros EUA rsrs
    Vejo muitas criticas ao que você falou, e a conclusão que eu cheguei é que esses que já sabem pq quererm ler um artigo intitulado para iniciantes? Que gosta da sua camera… otimo…
    Não sei de onde surgiu essa dupla interpretação de que você falou mal da camera… desde o inicio ficou claro que ela não atendia ao que VOCÊ queria… mas paciencia… ne?!

    Bjão e ansiosa por novas dicas para INICIANTES!

  • Flavio Eufenio

    Achei excelente o seu artigo. Eu sou iniciante aos 65 anos e já cometi o meu primeiro erro.

  • Vânia

    Parabéns pelo post!
    Vc já pensou em vender essas roupinhas e acessórios q não utiliza mais? Já teria uma compradora rs

  • Ei Liana!
    Gostei muito do seu artigo. Meus parabéns!!
    Eu gosto muito de fotografias, mas ainda não havia reservado tempo pra estudar mais à fundo, o que pretendo fazer agora.
    Tenho fotografia como hobby, mas gostaria de me profissionalizar, já que ouço muitos elogios às minhas fotos, quero unir o útil ao agradável e começar a ter o retorno por isso, e por consequencia deste retorno, conseguir equipamentos melhores e progredir mais ainda.
    Suas dicas do que não fazer, foram muito úteis para saber por onde começar já que eu estava procurando uma DSLR e só não comprei preciptadamente pro conta de parâmetros tipo máquina selada, que já chegam ao nível profissional, pois tenho intensão de usa-la em ambientes pouco amistosos, mas preciso de saber mais detalhes pra não jogar dinheiro fora (afinal é muito dinheiro), já que as seladas começam com o valor mínimo de R$ 4.000,00 sem lente… rsrsrs.
    Abraço e espero que continue nos trazendo informações úteis como esta ;)

  • Hugo

    Paarbéns pelo artigo. Foi muito VÁLIDO pra mim que estou iniciando. Deus te abençoe.

  • Júh

    Oi tudo bem? Tenho 16 anos e sou totalmente apaixonada por fotografia, desde bem nova.. Eu tenho uma câmera simples, mais que é minha melhor amiga, estou sempre tirando fotos, amo fotografar crianças e bixinhos pequenos.. Quero muito me tornar uma grande fotografa… Quem faz certo, a vitória é certa. :)
    Parabéns Liana :)

  • Jessica Hamasaki

    Olá pessoal, meu nome é Jéssica e amo fotografia, tiro foto de tudo…Esse ano eu ganhei uma camera do meu pai é uma Nikon D3200 eu acho ela muito boa veio com 2 lentes uma de 50 – 200 e a outra 38- 55… no começo não sabia muito como mexer mas com o tempo fui pegando e fuçando e tirando foto e aprende pelos sites que tem e pelos videos do youtube. Hoje eu já consigo tirar fotos muito boas e montei ate uma pagina no facebook. Não fiz nenhum curso, mas pretendo mais pra frente quando eu termina o meu de Tecnico em adm; Fico orgulhosa de mim, por cada dia estar me superando mais nas fotos *–*… vou deixar a pagina pra voces darem uma olhada e dar a opnião de voces.

    Obrigada! :)
    https://www.facebook.com/pages/Photographic-Haru/

  • Vágner Rondon

    Engraçado como as pessoas "defendem" os seus equipamentos mas não tem o mínimo pudor de falar mal dos equipamentos alheios.
    Eu por exemplo ADORO a linha Sony/Minolta e estou super/hiper satisfeito com ela e com os resultados obtidos, nem por isso vou desdenhar da dupla Canikon, principalmente porque sempre achei que o melhor equipamento existente é a experiência do fotógrafo.

    Quanto ao post, é excelente a sua perspectiva para o iniciante (eu incluso) e para os "eternos iniciantes" que se reinventam a todo momento.
    Parabéns pela clareza e lucidez.

  • Sterphanne

    Adorei o seu post! Realmente a gente quando inicia começa numa empolgação tão grande que acaba fazendo tanta besteira… Eu mesma estou no comecinho! Apesar de já pegar disciplinas de fotografia na facul e estudar bastante sobre fotografia, ainda me sinto uma "sabena". Sou uma apaixonada por fotografia nata! Desde sempre fui vidrada no assunto, mas sou tão impulsiva que acabo errando demais! Me identifiquei na maioria desses erros e vou aproveitar pra tentar conserta-los e me aprimorar um pouco mais! Sucesso na sua carreira.

    • Liana

      Pra vc tambem Sterphanne

      • Cris

        Liana, é possível fazer fotos quase profissionais com câmera digital?
        Tenho uma câmera e amo a arte de fotografar, tenho feito muitas fotos como testes,
        posso fizer que muitas delas são maravilhosas, em casamentos, de criança, gestante, adolescente…
        E muitas pessoas ao verem dizem que são ótimas, tenho me interessado muito pela área, pois gosto mesmo de fotografar e não aguento ver alguém com uma câmera semi-pro ou pro que fico babando, quando vou as lojas a primeira coisa que bato o olho são nas câmeras, pretendo fazer um curso e quem sabe até uma facul nessa área, por enquanto só tenho essa sony 16.2 mais pretendo ainda comprar uma câmera que atenda as minhas futuras necessidades, mais depois de ler seu post e ver tantas respostas eu percebi que será melhor mesmo começar primeiro o curso pra depois comprar o equipamento, amei sua postagem, ajuda muito a tirar dúvidas, por favor tire a minha. Obrigado!

  • Andreia T.

    Olá Liana! Gostei muito do seu post! Estou iniciando tbm na fotografia profissional e por mais qe eu estude sobre fotografia, percebo que não sei nada! rsrs… Tenho ainda muito que aprender!
    Com respeito a câmera, tbm caí no erro de comprar sem entender muito do assunto. Por falta de grana me apressei e comprei uma T2i (usada ainda!) Ainda bem que a câmera veio em perfeito estado… Mas hoje eu percebo que fiz um mau negócio, pois deveria ter esperado um pouco mais para ter comprado um equipamento melhor e novo! Mas temos que errar para aprender, não é?

    • Liana

      Com certeza Andreia! Bjao

  • Adriane Oliveira

    Acabei de comprar minha Nikon d7000 .Fotos maravilhosas…Muito satisfeita!!!

  • Hoffmann

    Liana,acho que vc foi infeliz em dizer que uma d7000 nao é profissional!Nenhuma camera é profissional,ser bom fotografo é que as torna profissional,verifica-se isso acessando o site do Allan Elly e vendo o quanto de imagens belas ele faz e ganha concursos com uma t1i da canon,a minha primeira camera de 'entrada" foi uma t1i,e ainda a tenho,para estudio ela me ajuda muito…Vcs tem que parar com essa historia de essa camera é boa ou essa é ruim!Tem grana pra comprar camera boa,compre,nao tem,nao compre,mas passe para as pessoas apenas o que vc sabe e aprendeu!!!Hoje lançam uma camera otima,vc compra,daí mes que vem lançam outra e vc de olho grande no consumismo compra…abraços.obs:é uma critica construtiva tá,nao é porrada!!!

    • Liana

      Sem problemas Hoffmann. Nao rotulei camera alguma. O artigo e minha opiniao pessoal sobre o que serve e o que nao serve para o que eu quero da fotografia!

  • Muito bom o seu artigo, muitas dicas preciosas e informações importantes, parabéns pelo trabalho.

    • Liana

      Obrigada Rosemeire

  • celso

    Amei a matéria, é muito bom ler artigos assim pra nos que estamos iniciando, eu amo fotografia tbm e resolvi adquiri uma câmera optei pela Nikon D3100 em longas parcelas rsrs. Mas a cada dia q passa fico com mais vontade de aprender mais e mais nao sei de case nada iniciante total mesmo, infelizmente na minha cidade não tem curso para esse ramo. Mas aos pouco irei aprender…. parabéns pela matéria…

    • Liana

      Obrigada!

  • alfonso johnson

    Ola!! to atento para os comentarios acima, e vi q ainda não sei nada!! rsrsr sao tenho a agradecer por tudo o que vcs postan! to no curso ainda , e sempre gostei de fotografia, comprei a minha canon 60d 18-135 e to super feliz! as dicas são super validas, e a minha principal motivação é a minha esposa que me apoia em tudo. desculpem o meu portuguez!

  • Portuga

    senário … Não seria cenário

    • Liana

      Sim, seria. Ja foi corrigido. Obrigada!

  • 27bill

    Na minha opinião não deveria se rotular camera como sendo profissional ou não.Mais sim pela sua categoria.
    Compacta,DSLR.Simples assim.

  • Possuir uma câmera não é suficiente para ser fotografo até que você saiba como fazer o melhor uso do seu equipamento. Mesmo com a câmera mais simples, uma pessoa com algumas leituras, dicas e truques de fotografia nelas sugeridos pode produzir fotografias excelentes.

    • lianaslemos

      perfeito!

  • Parabéns pelo belo trabalho e iniciativa de dedica um tempo para compartilhar seu conhecimento e aprendizagem. Ja passei alguns apuros no começo tambem,como por exemplo esquecer de por o filme na maquina.

    • lianaslemos

      kakakaka. Acho que todos nós já passamos por uma destas não é?! Abç, JD Lucas.

  • Cláudia Tavares

    Oi Liana!! Adorei seu post, simples, sincero e direto. Adoro fotografia e tenho pensado em seguir no ramo, seus conselhos foram muito interessantes. Muito sucesso na sua caminhada.

    • lianaslemos

      Obrigada Claudia.

  • Olá Liana!!! Adorei seu post, por ser o primeiro está muito bom mesmo, é complicado expor opiniões principalmente com um alvo grande e crítico como este site… Sobre o comentário da D7000 concordo com os colegas que ficou um pouco "estranho" o modo como falou, deu a entender que ter uma Máquina desta é um erro, mas sei que não foi sua intenção isso! rsrsrs
    Aproveitando este mesmo assunto, vi nos outros comentários que você trabalha com a D7000 e uma D800… na questão de qualidade de imagem a D800 proporciona fotos muito mais nítidas (usando as mesmas lentes em ambas)???

    Pergunto, pois tenho uma D7000 estou começando a montar meu estúdio, e pretendo investir em uma full-frame…

    Um forte abraço!!!

    • lianaslemos

      Oi Tim, obrigada por seu comentário. É bem verdade o que você disse. Realmente não quis falar mal da D7000 ou trata-la como um erro. Quis dizer que é importante conhecermos primeiro, para depois investirmos naquilo que realmente queremos. Saber de fato o que se quer. Já com relação a sua pergunta, com certeza a D800 faz fotos mais nítidas, mas o principal ponto para mim, é que posso usar ISO bem alto sem quase perder qualidade. Ainda estou conhecendo meu equipamento novo, mas estou gostando bastante sim.
      Abç.

  • kkkk, falar que é um erro ter uma Nikon D7000 é um absurdo, complicado ein
    Acho que você foi infeliz nesse comentário.
    Bom, pra quem nasceu em um "berço de ouro" pode até ser.

    • lianaslemos

      Oi Matheus, tudo bem? Nunca disse isso, vc me entendeu mau, mas obrigada pelo comentario.

    • Luciano

      Cara, tu és chato d+. Não tem o que fazer não? A moça está tentando ajudar e já se explicou antes, você leu? Vai procurar outra coisa, outra pessoa pra importunar. Afffffff… Tem cada coisa….

      • lianaslemos

        :)

  • lianaslemos

    Oi Felix. Achei perfeito seu comentário. Sabe que isso também começou a me incomodar. Acho que esta atrapalhando mesmo. Nas minhas fotos mais novas, ja venho reduzindo o tamanho do logo, mas quero mante-lo por uma questão de identidade visual mesmo. Talvez mais pra frente eu mantenha o logo na pagina, blog e em meus produtos, mas passe a colocar apenas uma marca d'água nas fotos com o endereço do site. Muita coisa pra pensar.

  • felixmilesi

    Obrigado pelas dicas, são de grande valia, mas fiquei encucado com uma coisa. Você explica sobre a importância da logo para criar uma identidade visual e concordo plenamente com isso. No entanto, achei o seu logo muito visível dentro da foto, competindo diretamente com a fotografia. Você não acha que esse tipo de logo dispersa a atenção que deveria ser prioritária da imagem? Ou você apenas aplica esse tipo de logo em casos específicos, como a internet? Mas uma vez obrigado pelas dicas e aguardo o próximo artigo mais aprofundado sobre orçamento. Um abraço.

  • Leidiane

    Obrigada por compartilhar essas informações Liana. Estou começando a estudar, aprender e como experiência vou fotografar o aniversário da filha de uma amiga também pra sentir como é isso, quando li seu último erro até senti um arrepio de que poderia acontecer comigo, mas depois da sua dica já vou me precaver rs.

    • lianaslemos

      Que bom ter ajudado. Bjs

  • Lincoln de Castro

    Olá Liana,

    Parabéns pelo post.

    No entanto, minha opinião sobre a D7000 é diferente da sua. Ela atende muito bem a trabalhos profissionais. Sem contar que muitos, muitos fotógrafos (ressalto: são muitos mesmo) ainda utilizam a D90 (modelo que antecedeu a D7000) para trabalhar. Para o trabalho que realizamos, não é preciso uma fullframe.

    Quem faz a fotografia ser "profissional", "amadora" ou "semi profissional" não é o equipamento, é o fotógrafo. O equipamento ajuda? Claro que sim… Mas mostro a você muitas fotos de saboneteiras que não deixam nada a desejar a uma D800.

    Minha singela opinião.

    • lianaslemos

      Perfeito Lincoln. Obrigada pelo comentário. Abc.

    • Com certeza Lincoln de Castro, perfeita colocação.

      Na boa, essa Liana Lemos não sabe do que ta falando.

  • Roberto Cardozo

    Boas dicas sempre ajudam. Algumas se aplicam a nós, outras não, mas o importante é ter acesso a informações úteis para quem quer aprender sempre mais. Sempre leio sobre essa coisa de definir um estilo e aí é que fico sem saber se devo ou não seguir essa "regra". Gosto de fotografar tudo e ainda não consegui me dedicar a um só tipo de fotografia…Coisa de iniciante?

  • Ana Telma

    Oi Liana!
    Muito bom seu post! É muito útil para quem está começando ter uma visão de outra pessoa que também está começando, pois as dificuldades ainda estão ali, fresquinhas na memória. Além disso, ter a disponibilidade de passar o conhecimento adiante é uma atitude louvável da sua parte. :) Parabéns e muito sucesso! Que a gente possa sempre aprender com nossos erros e nos tornar profissionais melhores e ensinar os outros, para que, de repente, eles possam aprender antes de cometer os erros que cometemos! :D
    Beijos!
    Ana Telma

    • lianaslemos

      Com toda certeza Ana. Beijo grande.

  • Mario S.

    Desculpem minha ignorância (de completo amador) mas o que significa "câmera de entrada"???
    Obrigado, aprendi muito com o artigo.

    • Nath

      Estou com a mesma dúvida do Mário. Alguém pode explicar?

      • Raí

        Câmera de entrada, quer dizer, "primeira câmera" Sua primeira câmera na carreira de fotografo :D

  • lianaslemos

    Ok Jorge. Obrigada pelo comentário. Grande abc.

  • Jorge Marcílio

    Gostei do post, só penso diferente com relação a uma afirmação que pode ter maior reflexão "Aqui abro um parêntesis para dizer o quão importante é focar em uma determinada área. Se especializar. Atirar para todos os lados é um grande erro." Focar e importante sim mas gosto de aperfeiçoar a diversidade, talvez pq como repórter fotográfico e diariamente precisar lidar com uma situação diferente p/ fotografar a cada dia acabei atuando em várias áreas da fotografia assim como muitos amigos de profissão e tantos outros grandes fotógrafos que tive oportunidades de ler matérias, uma escolha por amor a fotografia não significa atirar pra todo lado.

  • Augusto

    Ótimo post com ótimas dicas para quem está começando… show… parabéns pela iniciativa de mostrar a outros que estão no mesmo barco o que não devem fazer, fez o que muitos hoje em dia não fazem.
    Só teve mais um erro… :P não é "designer clean" mas "design clean"… sorry… mas como fotógrafo e "Designer" queria deixar minha sugestão… ;)

    • lianaslemos

      Oi Augusto, obrigada pelo comentário. Ja tinham me corrigido acima. Me enganei, rsrs.
      Bjs

  • Malfatti

    Oi, Liana! Gostei de ler o seu relato com dicas. Para ajudar, copiei e colei partes do seu texto a seguir: "Um designer clean, com texto claro e sem erros gramaticais também são uma boa pedida."
    "A título de didática, acho legal contar um caso particular que retrata quão prejudicial pode ser a falta de experiência. Imagine o seguinte senário: primeira festinha infantil, primeiro flash, um único kit de pilhas…"
    Como eu disse, para ajudar: 1) em lugar de designer, o correto é "design" e 2) cenário é com "c".
    Para esclarecer design, confira aqui: http://talegal.com/qual-a-diferenca-entre-design-

    • lianaslemos

      Ok. Obrigada pela correcao.

  • Rodrigo Taiani

    Muito legal estas dicas, a poucos dias fui fazer meu primeiro casamento, caiu de para-quedas no meu colo, ainda bem que eu estava bem assessorado, mas minhas duvidas eram muitas tbm, tinha duvidas até sobre a duração da bateria de minha 60D… mas foi tudo tranquilo, vamos pro proximo.

  • Excelente artigo! A parte que me chamou mais atenção foi sobre como mandar o orçamento para o cliente. Teria como você se aprofundar um pouco mais nesse assunto?? Estou começando na fotografia e não acho legal mandar o orçamento no corpo do email e por inbox no face, embora eu já tenha feito isso… rs

    Abraços!

    • lianaslemos

      Sim jessica. Estou pensando em falar mais sobre isto em meu proximo artigo. Bjs

  • lianaslemos

    A D7000 e considerada uma câmera semi-profissional, mas ha quem classifique como
    de entrada.
    Atualmente uso a D800 e a D7000.
    Abc.

    • Felipe Orita

      Muito bom o artigo….só que a falha em falar que a D7000 ….conheço pessoas que usam a D5000 para realizar casamentos…e fazem ótimos trabalhos ,. Profissional é aquela peça que dá o click na máquina, é a maneira de fotografar….outro dia , vi o fotógrafo Chase Jarvis fazendo um trabalho usando uma point and shot…

      • lianaslemos

        Acho perfeita sua posição. O que quis dizer foi que quando comprei a D7000 eu nao tinha o menor conhecimento de nada e muito em breve notei que ela nao atendia as minhas necessidades. Comprei outra para me atender melhor. Mas e claro que trabalhos excelentes podem ser feitos com qualquer câmera, pois quem faz uma boa foto e o fotografo e não o equipamento.

  • anonimo

    Liana
    Inicialmente achei válidas algumas dicas outras não..
    Acho que quando você disse que a D7000 é de entrada estava confundindo as categorias.
    A D3000 ate a familia da D5000 são de entrada.
    Tem as full-frames e as cropadas.
    Alias, qual câmera você tem usado?

  • Janaina LLuz

    Ola..pessoal, muito bom a troca de ideias de vocês. Em março/2014 iniciarei um curso de fotografia e pretendo começar como free..ajudando os profissionais em coisas bem simples para entender o mercado e ver onde posso estabelecer um diferencial e gostei muito quando a Liana comentou sobre: identidade visual que acredito ser o felling do profissional certo? Outro ponto que quero compartilhar é sobre a discussao da D7000, nao faço ideia de qual camera adquirir no começo (o curso pede uma camera semi-profissional) esta serve? Sobre valores de uma usada, alguem tem ideia?

  • Ju Waidemam

    Olá Liana, boa noite!

    Adorei o seu post, li e reli e me vi na sua situação. Estou inicializando nesta área por uma paixão de infância, porem agora com mais intensidade, pois qro marcar cada experiencia nova da minha filha. Resolvi comprar uma Nikon P510. Descobri, q ela não realizará os "meus desejos". rsrsrs agora e correr atras e comprar uma outra maquina. E agora surge as duvidas, qual comprar? São tantas lentes, tantos flash, tantas coisas, q me perdi.
    Faz curso de fotografia, só q não qro ir pela linha do meu professor. Qro novas opiniões. Isso acontece tmb, com a ideia de fazer um curso de desing, mas, por onde começar a procurar???? Faço as minhas montagens no photoshop desde pequena e o q sei (não é mto) aprendi na raça. Sei que temos q ter uma parametro, mas não sei nem por onde começar a me achar…

    Obrigada

    • Romulo

      Ju você poderia comprar a D5000 ou D3000 são câmeras de entrada, preços em conta e tudo mais.
      Porém o contratempo delas é a falta d motor de foco, limitando o set de lentes.
      Você poderia pegar a D90 ou D7000, vai ficar por um longo tempo.
      Flash, como é seu primeiro procure os originais. Sb700 ou SB900.
      Lente, as do kit são mão na roda e depois de usa las bastante você saberá por qual mudar.

      • Ju Waidemam

        Romulo, Obrigada pelas dicas.

        Vou procurar saber mais sobre elas antes de sair correndo e comprar! rs

        Abraços

    • Nath

      Ju, o que exatamente vc acha que falta na P510? Para quem quer estudar fotografia, mas sem intenção de atuar profissionalmente, será que ela não atende bem?

  • Carolina

    Oi Liana! Vc deu algumas dicas importantes, porém concordo com a Karla. Inicialmente, nem sempre o fotógrafo tem condições de comprar uma fullframe. Isso não significa que uma câmera como a D7000 não possa apresentar resultados profissionais. A qualidade do trabalho vai depender das lentes e do fotógrafo.

    • Liana lemos

      Concordo totalmente com vc Carol. O que quis dizer e que e melhor buscar informações antes de efetuar a compra de um equipamento, pois são muito caros. Com certeza vc fara muito bom uso da sua D7000.

  • thais

    Me ajudou mt este post.. faça mais dele pleeeease! mais experiencias que deram errado e que deram certo… obg Liana

  • Tainá

    Olá! td bem ?
    Tenho 20 anos e vou começar ano que vem um tecnólogo em fotografia, não tenho a mínima ideia de qual câmera comprar para começar. Gostaria de saber sua opinião sobre esse meu pensamento em estudar 2 anos fotografia, ou seria melhor fazer algum curso de curto período ? Em relação a compra da câmera, eu espero iniciar os estudos ou você teria alguma para me indicar ? Desde já agradeço a sua atenção.

    • Machado

      Tainá, já que você vai iniciar um curso no ano que vem, aguarde mais um semestre para decidir qual câmera comprar. Na escola haverá com certeza várias câmeras nas aulas práticas pra você experimentar e só depois se decidir pela melhor, até em função da área em que você escolher para atuar no futuro. Não se apresse.

      • Liana Lemos

        Concordo com o Machado Taina.

      • Tainá

        Obrigada Machado :) !

    • Alexandre Felizardo

      Olá. Mas você ainda não tem nenhuma câmera? Porque é fundamental ir fazendo algumas experiências, até para que surjam mais dúvidas, assim você terá melhor uso para o curso que vai fazer. Creio que o curso rápido também é uma boa, já vai ter boas noções e depois vai se aprofundar.
      Se você ainda não tem câmera, creio que deveria comprar uma bem acessível, há várias no mercado e com preços bem acessíveis.

  • Parabéns pelo post Liana! Cometi os mesmos erros que tu, e acho que é normal, mas vale a pena levar em consideração quem não passou por isso, e não vai precisar passar!

    De toda forma, aprendemos com nossos erros, e muito! São eles que nos fazem evoluir…

    • Liana Lemos

      Com certeza Tati.
      Bjao

  • Ótimas dicas, eu nem me considero um iniciante, sou um amante da fotografia, faço também das minhas burradas mas também consigo fazer meus acertos.
    É muito bom a gente encontrar pessoas que criam blogs como o seu para ajudar e tirar dúvidas.
    Parabéns.

    • liana lemos

      Oi Fabio. Obrigada pelo comentário.
      Gosto de compartilhar o pouco que sei. Acho que a troca é muito boa para o aprendizado e amadurecimento.
      Um abraço.

  • Rodolfo

    Parabéns pela iniciativa de compartilhar suas experiências.

    • liana lemos

      Obrigada Rodolfo.
      Um abraço : )

  • Bruno

    Com certeza essas dicas nos ajudam.
    Estou começando também, e tive uma experiência parecida no meu primeiro "trabalho", principalmente em relação a FLASH…rs

    Gostaria de tirar uma dúvida, com qual lente você costuma fotografar aniversário de criança?

    Se poder me ajudar agradeço.

    • Liana Lemos

      Oi Bruno. Agradeço o comentário.
      Costumo fotografar festas infantis na maior parte do tempo com uma 24 x 70mm. Levo sempre a 50mm 1.4, mas reservo a mesma para os detalhes de decoração. Espero ter ajudado.
      Um abraço.

      • Bruno

        Sim ajudou sim, eu tenho a 18-55 que veio no kit e tenho uma 50mm.

        Muito obrigado.

  • Marcelo

    Ok! Estou iniciando também e seu post é muito valido, mas uma pergunta, o que você entende por câmera profissional?

    • Liana Lemos

      Oi Marcelo, tudo bem? Parece que estamos no mesmo barco. Entendo por câmera profissional as câmeras DSLR, com lentes intercambiáveis, que permitem ajustes de ISO, abertura, exposição, foco, distância focal…e nos dão a possibilidade do formato RAW. Entendo a sua pergunta, pois disse que a D7000 não seria profissional. Talvez tenha me expressado mal, deveria ter dito tratar-se de uma câmera de entrada.
      Um abraço.

      • Karla

        Bem assim mesmo Liana, DSLR de entrada, porque profissional tem que ser quem está atrás da câmera, existe todo um universo entre fotografar, e não é só a câmera que vai falar pelo fotógrafo! Eu tenho uma DSLR de entrada e fotografo profissionalmente com ela! Vou assim até pegar intimidade com o equipamento e tenho conseguido bons resultados. Mas a minha câmera apesar de ser de entrada não deixa de ser profissional, comparo com a compra de um carro, e aí vai depender dos seus recursos para comprar com um motor mais potente.

        • Liana Lemos

          Perfeito Karla. : )

          • pineze

            Essa diferenciação de câmeras profissionais, semi-profissionais e amadoras é feita pelos fabricantes somente para determinar grandes diferenças que justificam o preço de seus produtos. Ex: A Canon G12 é uma câmera compacta a prova dágua, não é profissional em relação a sua fabricação, mas um profissional pode se utilizar dela pra fotografias subaquáticas sim. Melhor seria usar uma caixa estanque, masss. A Canon 7D é uma câmera semi-pro e utilizada por muuuitos fotógrafos profissionais pelas suas características, porém, sua construção ainda deixa a desejar em termos de qualidade dos componentes, o que não quer dizer que são ruins também mas que precisam de maior cuidado. Já a linha PRO como as da linha "1D" são câmeras extremamente resistentes, duráveis, com capacidade superior de disparos, maior sharpeamento no sensor, melhore resultado de ruído em ISOs altos, etc, etc, etc. Tanto é que a diferença de peso de uma semi para uma PRO pode chegar a mais que o dobro. Será que elas fazem a mesma coisa? Praticamente, dependendo da situação, sim. Teoricamente, não, e por isso são PROs.

            Então, não é você que escolhe o equipamento que vai usar. É a situação! Se vai fotografar somente em estúdio, com controle completo da luz, sem correr risco de trombadas e choques com a câmera e lente, uma camerazinha de entrada com a famosa 18-55mm faz maravilhas! Da mesma forma acontece com eventos. Você pode até nem ser profissional de verdade, mas se quiser fazer boas fotos em eventos noturnos pode preparar ai pelo menos uns R$15.000 só pra começar. E isso não quer dizer que você é PRO, em bora seu equipamento seja… rsrsrsr.

          • Laila Rebecca

            Ótimo esclarecimento Pineze. Eu tenho uma D7000 e como meu sensor não é full frame, pela fabricante ela é semiprofissional. E não vejo nenhum problema desde que atenda as minhas necessidades.

          • Alexandre Maia

            Canon G12, à prova d'água?

      • Júnia Matos

        Olá Liana,já tinha ficado indignada com você aqui,quando disse que a D7000 não é profissional…rsrsrsrs pois tenho uma,gosto muito e ela me oferece todos os recursos acima citados,troca de objetivas,ajustes de iso,aberturas,exposição e foco.Tenho algumas objetivas,e estou começando a me profissionalizar agora.E seu post realmente me ajudou muito.Eu iria cometer a maioria dos seus erros.Mas agora,vou estudar mais,escolher meu estilo,antes de me lançar no mercado.Obrigada pelas dicas,foi muito útil.Abraços e sucesso para você!

        • Liana lemos

          Oi Junia. Também ja fiquei indignada como vc. Que bom que ajudou. Bjs

          • Nivaldo Lopes

            Gente não era o equipamento que ela compraria se tivesse conhecimento, o equipamento é bom mas ela investiria em outro melhor perdoa ela.

        • Jorge Marcílio

          Gente, equipamento precisa atender a necessidade do que se deseja com a fotografia, lembrem-se que o melhor equipamento é o cérebro o olho e a sensibilidade, conheço muito profissional sem equipamento de ponta fazendo fotos fantásticas e muitas gente que tem equipamento super top fazendo foto ruim demais e sem a menor sensibilidade da fotografia.

        • Júnia Matos, você tem uma Nikon D7000, poxa, você por um acaso sabe quantas e quantas pessoas sonha em ter uma dessas? É uma excelente câmera, pesquise, veja fotos dela no flickr, em sites especializados em fotografia. Você verá que ter uma câmera que não é full-frame não é o fim do mundo, quem faz a foto é você e não a máquina.
          Essa Liana Lemos ai parece ser bem novata no assunto ainda, precisa ter um pouco mais de bom senso, antes de criticar uma câmera desse porte.

          • julia

            total novata, vc pode ver pela marca d'água gigante e cafona nessas fotos dela, inclusive.

      • Vanessa

        Um bom profissional nunca põe a culpa no equipamento que possui, e sim, faz maravilhas com ele!

    • Marcos Vinicius

      Muito bom o post, retirou algumas duvidas e chamou atenção para outras situações.

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar