fbpx

Pedro Luis Raota e o teatro da vida

Conhecido na Argentina, não tanto no mundo, Raota abocanhou milhares de prêmios em vida

Pedro Luis Raota não é um dos nomes mais citados quando pergunta-se quais os grandes mestres da fotografia, ou as grandes referências pessoais de um fotógrafo, assim como também não era americano, francês ou alemão (“trunfos” para ser um dos 100 fotógrafos mais influentes). Raota era um conhecido fotógrafo (embora não tanto quanto os citados na lista), argentino, filho de camponeses, ganhador de mais de 3 mil prêmios em seus curtos 52 anos.

Desde cedo Raota determinou-se a sair da sina de ter o mesmo trabalho de seus pais e vendeu, ainda garoto, uma bicicleta sua para comprar a primeira câmera. E assim começou sua carreira bastante reconhecida, marcada por um estilo característico, de sombras bem presentes e altas-luzes fortes iluminando seus motivos (geralmente pessoas), como luzes de ribalta iluminando atores em um teatro.

Falando em teatro, as imagens de Raota primam por demonstrar sempre com clareza e sinceridade uma emoção. Não foi à toa que seus cliques emocionantes tornaram-no um dos dez maiores fotógrafos do mundo — o que se pode deduzir por suas fotos de alta qualidade e os votos de júris de todo o mundo, que certamente foram felizes em ter suas imagens em competições, envios que ele fazia sempre que tomava conhecimento de algum concurso. Ao esforçado vencedor, os merecidos louros.

Conheçam um pouco da obra do mestre Raota:

Alexandre Maia

Clico, viajo, olho, analiso, converso, e repito — em qualquer ordem!

Dicas Lightroom
Entre no nosso Grupo Whatsapp e receba 100 Dicas de Lightroom
Clique aqui para entrar