fbpx

Retrato X Fotografia

Retratos

O que seria retrato?

Segundo nosso dicionário retrato se define como: “imagem de uma pessoa (real ou imaginaria), reproduzida por pintura, desenho ou fotografia.”

Ué? Mas então qualquer fotografia de ensaios seria um retrato? Sim e não. A melhor forma de entender a diferença entre ambos é com exemplos visuais.

Em uma definição rústica podemos dizer que retrato se define quando a destaque de um rosto, olhando ou não em direção a câmera, como demonstra a primeira imagem.

Modelo: Vanessa Aquino
Câmera: Canon EOS 40D
Lente: 50mm
Abertura: 2.2
Exp.: 1/250
ISO:600

Modelos: Vanessa Aquino / Taty Fernandes
Câmera: Canon EOS 40D
Lente: 28-80mm Tamrom
Abertura: 3.5
Exp.: 1/100
ISO: 400

Atualmente o retrato esta em seu auge de popularidade e ao mesmo tempo menos apreciado do que nunca, alem de ser um tipo de fotografia que caiu muito em desuso profissional e artístico devido ao crescimento gigantesco ao acesso a câmeras e a moda do Selfie, que nada mais tem origem na expressão “Selfie Portrait” ou auto retrato.

Hoje existe uma grande briga entre aqueles que determinam que a selfie também deve ser considerada parte da arte fotográfica, como temos os mais conservadores que a tratam como um problema e banalização da fotografia de retrato e a fotografia como um todo, devido aos excessos de alterações digitais que as pessoas colocam através de aplicativos da moda e a falta de qualidade. Pessoalmente sou mais da segunda turma que abomina a selfie como área da fotografia e a coloco como um problema psico social de uma geração de baixíssima cultura visual, mas este será assunto para um novo texto.

O retrato, falando na visão de fotografia profissional, pode ser considerado por vezes, uma batalha entre egos; de um lado esta o ego do fotógrafo e do outro o assunto, em alguns casos o caráter e o espirito do assunto se sobressai e a personalidade brilha por meio da imagem, porem a vezes que o estilo do fotografo prevalece, mesmo que haja diferente personalidades, independente de quem se sobressaia o retrato através de ambos os esforços é registrado sempre como uma forte identidade visual, onde, empatia e técnica criam imagens atemporais e impactantes, um dos retratos mais conhecidos do mundo, “A menina Afegã” do fotografo Steve McCurry é a prova disto.

Mas então retratos são apenas de rostos, ou de assuntos impactantes e posados ou podem ser de grupos e espontâneos?

Ambas opções estão corretas porém fotógrafos tem preferido temas de maior repercussão, como moradores de rua, trabalhadores braçais e pessoas em situação de tragédias, o que demonstra tanto um lado humanitário de mostrar injustiças como também mostra um lado sombrio onde se procura o lado negativo dos temas para retratar e ganhar notoriedade, de qualquer forma e seja qual for a ética do artista o resultado sempre será a união do sentimento a técnica utilizada.

Tecnicamente um retrato tem como grande aliado e inimigo ao mesmo tempo, a luz natural. Um bom fotógrafo tem que estar em sintonia com o tema e assunto para escolher qual será a melhor forma de utilizar esta luz para gerar o impacto necessário. Exemplificando podemos citar luzes de uma janela, onde o assunto mais próximo tem um maior destaque enquanto o restante permanece relativamente mais escuro, e a luz direccional irá gerar sombras e contrastes mais marcantes, também se pode utilizar a contraluz, geralmente considerada impropria para retratos porem com ajuda de rebatedores, flash ou iluminação continua podemos ter um resultado interessante e alguns efeitos óticos como flare e reflexos internos e para aqueles que querem maior controle ainda há opção da iluminação de estúdio onde há uma infinidade de opções para composição de luzes

Para exemplificar todo este processo vamos fazer uma analise de imagem onde se pode visualizar vários destes exemplos citados e assim demonstrar melhor esta arte dos retratos.

Modelos: Letycia Aguinelo
Câmera: Canon EOS 40D
Lente: 50mm Yongnuo
Abertura: 2
Exp.:1/250
ISO:320

O limite entre um retrato e uma foto documental nunca foi muito claro e muitas vezes é definido pelo o que sabemos sobre o assunto, nesta foto que fiz podemos notar que os detalhes fazem toda a diferença.

  1. Luz Natural – Emoldurada pela copa das árvores a luz natural em seu horário de pico causou um belo contraste no olhar da modelo que visualiza fixamente em direção a câmera.
  2. Emolduramento – feito naturalmente pelas árvores e raízes parece ter criado a sombra no entorno da foto  dando uma sensação de profundidade, o que também  trouxe uma visão de que foi captado sem a presença do fotografo numa sensação de solidão.
  3. Foco – Poucos detalhes visualizados no fundo para não retirar a atenção do assunto principal
  4. Composição – Imagem centralizada ignorando a regra dos terços, porem trabalhando com simetria da modelo para compor a atenção do expectador.

Dica:

Procure fazer essas analises de suas imagens, avalie tudo que você utilizou para criar e com o tempo estará fazendo avaliações de conteúdo antes mesmo de fazer o click.

Ale Souza

Alexandre Souza, ( Curitiba, 1987), começou seu gosto e aprendizado em fotografia em 2012 em resposta a um tratamento de depressão profunda. Formado em TI sempre foi habituado a software de criação e edição de imagens o que lhe agregou muito a sua formação fotográfica. Seus trabalhos já lhe renderam alguns méritos próprios como suas fotos em revistas internacionais (GLAMBABEZ MAGAZINE; PINUP DAMES & DOLLS; DELICIOUS DOLLS MAGAZINE), páginas governamentais, e jornais. Atualmente faz fotos para revista Secret entre outros trabalhos autorais, entre eles esta escrevendo um livro fotográfico sobre interação do corpo feminino e a natureza e freelances em geral sendo seu foco fotografia feminina e moda.

Dicas Lightroom
Entre no nosso Grupo Whatsapp e receba 100 Dicas de Lightroom
Clique aqui para entrar
Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao clicar em "Aceitar Cookies" ou continuar com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a
Política de Privacidade.
Aceitar Cookies
Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao clicar em "Aceitar Cookies" ou continuar com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a
Política de Privacidade.
Aceitar Cookies