Home » Artigos » Artigos de opinião

Que tipo de fotógrafo você é? 4.93/5 (14)

Olá leitor! Essa é a minha primeira coluna na Fotografia DG e vou compartilhar com vocês um pouco do meu conhecimento e experiência, principalmente na fotografia de casamento, área na qual atuo. Mesmo assim, tentarei sempre abordar assuntos que sejam do interesse de todos.

O tema e pergunta dessa primeira coluna é: Que tipo de fotógrafo você é?

Convivo constantemente com vários fotógrafos, amigos, colegas, alunos, que algumas vezes se preocupam demais com alguns pontos específicos da fotografia.

Você com certeza conhece alguém que sabe tudo de equipamentos fotográficos. É só perguntar o modelo de uma lente que ele te passa não só todas as siglas e seus significados, como também ano de fabricação, pontos fracos e fortes, além de um possível lançamento da marca X que irá substituir essa daqui Y semanas. Fala com propriedade das diferenças entre essa, a marca X e uma outra Y também. Ele sabe tudo sobre regra dos terços e tudo o que os livros e manuais de fotografia dizem. Importante saber tudo isso? Sim, é. Mas não basta.

Mas tem também aquele que mal sabe dizer a diferença entre abertura do diafragma e velocidade do obturador. Fotografa até mesmo no modo P (P de profissional, como costuma-se brincar por aí) ou automático, ainda que fazendo algumas belas imagens. Conhece tudo sobre arte e conceitua seu trabalho como tal. Desenha com a luz com o equipamento que tem, muitas vezes um equipamento simples, uma câmera de celular talvez, mas faz bonito, sem ao menos saber como ou por que ficou daquele jeito. Regra dos terços? Nunca ouviu falar. Apenas foi lá e fez o que viu, o que sentiu. Sensibilidade pura. Isso também é importante? Sim, é. Mas não basta.

O que quero dizer aqui é muitas vezes somos pegos por alguns aspectos e ficamos obcecados por eles. Damos mais valor à um e deixamos os outros de lado. E fotografia é um conjunto de tudo isso: técnica, linguagem, equipamentos, luz, direção, etc. Filosofar fotografia é uma delícia e importante também para quem fotografa. Mas só ela não basta. Precisamos conhecer também de equipamentos, o que eles fazem e não fazem, para então assim conseguimos o melhor com o que temos. É preciso conhecer usar a luz a nosso favor, seja ela natural ou artificial. Nós precisamos sim saber tudo isso e muito mais.

Eu adoro observar fotógrafos. Já vi gente fotografando com uma DSLR e outra pessoa ao lado fazendo a mesma foto numa pequena máquina digital. Pasmem, mas quem fez com a pequena máquina teve um resultado muitíssimo melhor. Talvez essa pessoa nunca tenha ouvido falar em composição, enquadramento, luz, mas tinha noção de estética. Ter equipamento de primeira não é tudo, e mesmo sabendo fotografar em modo Manual, não te faz um bom fotógrafo. É preciso saber mais, muito mais.

E pós-produção? Será que os fotógrafos têm se preocupado com isso? Quanto do seu tempo você se dedica a conhecer mais sobre softwares de edição de imagens? Já vi gente defendendo o RAW com unhas e dentes, mas na prática, não sabia quase nada do que ele pode oferecer.

Não faz diferença se você é um amador ou um profissional. Hoje em dia, isso pouco importa. O importante é você saber fazer direito. Com a popularização dos equipamentos fotográficos e a disseminação de conhecimento disponível na internet tem cada vez mais aproximado os amadores dos profissionais. Claro que isso não faz um amador um profissional, mas para ter cada vez mais excelência no que se faz, seja por hobby ou profissionalmente,  é preciso estudar, muito! Estudar tudo sobre fotografia e até mesmo o que não é fotografia. Vamos ler mais, assistir filmes, peças de teatro, ir a shows, visitar obras de arte e viajar. Viajar não no sentido de pensamento, mas no sentido físico da palavra. Conhecer novas culturas. Isso sim fará você melhor, como fotógrafo e ser humano.

O que eu busco constantemente é me aprimorar a cada dia. Conheço muito pouco. Sou um eterno aprendiz. E estar aqui escrevendo para vocês não me faz professor ou dono da verdade. Me faz mais uma vez, um aprendiz. E tenho aprendido muito. Hoje, mais uma vez.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Gosta de algum dos artigos abaixo?

  • Acredito que na fotografia é fundamental conhecer bem seu equipamento, mas como dito, tudo vai muito além de paradigmas e teorias, a fotografia é sensibilidade, é conhecer e aplicar a luz da maneira certa englobando demais conceitos a fim de conseguir a melhor imagem. Enfim, ótimo artigo, grande abraço.

  • An Philos

    Concordo com você Renato. É muito importante estudar e conhecer cada vez mais, não só na área de fotografia, como também em áreas opostas que se trabalha. Isso ajuda a ter mais criatividade e flexibilidade.

    Parabéns pelo artigo !

  • Sabrina

    Infelizmente tem muitos fotógrafos soberbos que não pensam assim.

  • vanderley alves

    belissimo trabalho Renato, abraço a vc!!

  • Eu sou estudante de jornalismo, no entano não tenho aquela vontade de trabalhar como repórter fotografico mas tenho meus equipamentos e tiro fotos para alimentar meu blog. Esse site é excelente, amei mesmo as dicas , as histórias enfim, passarei por aqui diariamente.

  • Priscila

    Adorei o artigo!!! Fotos maravilhosas!!!

  • Você se esqueceu de acrescentar que a fotografia tem perdido muito de sua magia com o uso exagerado de arte digital.
    Eu estudei fotografia, me formei, atuo e ainda nao sei muito. Mas o que muito sei vem da arte instintiva da fotografia, um olhar muito meu.
    Hoje em dia, o fotografo ´precisa, tbm, ser munido de um pouco de sorte. Principalmente, os que lidam com casamento. Fazer um casamento e chamar atenção com seu trabalho fará com que ele faça o nome e novos clientes surjam,. Eu mesma já fiz casamentos mas moro num pais em que o clima nao ajuda, além da tradição de se fazer fotos de casamento.
    Aqui, na Suécia, os casamentos nao sao como no Brasil…espalhafatosos…e a maioria dos noivos querem festas privadas em que fotografo nenhum entra. Eles preferem fotos em estudio, juntos, antes de dizer o SIM>
    Parabéns pelo artigo

  • Renato,
    Gostei muito dom post, vc é talentoso tanto na fotografia como com as palavras.

    Gostei também do comentário do Celso que diz "Não tenho pretensão de me tornar profissional, pois acredito que para mim deixará de ter prazer." E isso tem um fundo de verdade.

  • sergio gabarron

    cara as palavras que ele pos, da para sentir a profundidade, que ele o fez, e essa imagem no final fechou brilhantemente tudo q foi passado, parabens e concordo com tudoq ele falou

  • José Andrade

    As suas imagens me fás ainda mais apoixonado pelas fotografias, quero emrequecer mais pela sua imagem, e gostaria que me emsinase ums truques nas fotografias de casamento, meu email [email protected], meu nome José Andrade Cabo Verde Africa abraço

  • Daniel Cezar

    Maravilhoso texto, palavras preciosas… começou com chave de ouro, obrigado por compartilhar estas palavras.

    Está de parabéns.

    Abraço.

  • Nossa, belas palavras! Me faz muito bem ler textos como este, é um incentivo, chega a dar frios e arrepios.

    Parabéns.

    =)

  • ‘Não faz diferença se você é um amador ou um profissional. Hoje em dia, isso pouco importa. O importante é você saber fazer direito. ‘

    O mais importante…se for vender uma foto ou um trabalho saber cobrar direito.

    Abs

  • Mario Amaya

    A segunda foto que ilustra o artigo é pura magia, coisa emocionante. E ao mesmo tempo, tecnicamente realizada.

  • TonFortes

    Fico cada dia mais rico.

    Sim, rico de informações de pessoas assim, que valorizam a busca do melhor.

    Eu busco!

    Obrigado por compartilhar estas palavras.

    Sucesso!

  • 'Não faz diferença se você é um amador ou um profissional. Hoje em dia, isso pouco importa. O importante é você saber fazer direito. '

    Isso é mais que certo.

    Belo post, parabéns!

  • Parabéns pelo post Renato!

    Eu adoro reflexões!!

    Particularmente, creio que tenho muito que aprender!

    Estou sempre buscando o máximo para o meu desenvolvimento.

    Não tenho pretensão de me tornar prófissional, pois acredito que para mim deixará de ter prazer.

    São pessoas como você que faz a órbita fotográfica se tornar mais rica.

    Parabéns!

    Grande abraço!

    Celso

  • Saber fotografar é saber sentir.

    O cara aí sabe sentir e muito bem!

    Parabéns Re!

    Abração!

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar