Enquadramento – Regra dos terços 5/5 (3)

Lógico que todos sabem que foto de impacto e que marca para sempre não é feita apenas apertando o botão e pronto.

Existem vários fatores… Mas vários, que vão influenciar no resultado final. O que eu mais me preocupo quando estou fotografando é o enquadramento. Em minha opinião, um fator determinante que distingue o fotógrafo profissional do amador entusiasta.

E como melhorar o meu enquadramento? Existe uma regra muito simples, que se chama regra dos terços, que até alguns modelos de câmeras você tem a possibilidade de ver ela no seu display para fotografar melhor. Até cheguei ouvir de uma pessoa que me perguntou o que era aquele “Jogo da velha” aparecendo na tela! Hahahahah…

O que é a regra dos terços ou “Jogo da velha”? Rsrsrs…

Divida a fotografia em 9 quadros, traçando 2 linhas horizontais e duas verticais imaginárias, e posicionando nos pontos de cruzamento ou próximo a eles, o assunto que se deseja destacar para se obter uma foto equilibrada.

Vou exemplificar usando uma foto que fiz em Ushuaia na Patagônia Argentina, que foi selecionada como a foto do dia no site fotodigital.com no dia 31 de agosto e uma das selecionadas pela National Geographic América Latina.

Repare na pessoa que está filmando no canto direito da foto, se torna objeto fundamental que chama atenção sem desequilibrar a imagem… Ela traz harmonia e vida à fotografia que seria apenas uma foto de paisagem senão estivesse ali. Resumindo ela conta uma história.

Vamos ver como ela ficaria sem o cinegrafista?

Quando estiver de férias na praia e for fazer uma foto de uma pessoa e o mar ao fundo… Coloque a pessoa no canto esquerdo ou direito da imagem, não faça aquelas clássicas fotos clichês com a pessoa no meio, com certeza vai notar a diferença.

E claro que não estou falando apenas de pessoas, tente treinar seus olhos para qualquer coisa. Tente colocar o objeto que faz a diferença na imagem perto dos 4 pontos da regra dos terços e com tempo e muitas fotos depois vai perceber a evolução.

Ajude-nos! Avalie, compartilhe e deixe um comentário mais abaixo:

Lucas Amorelli

Lucas Amorelli, 26, natural de Guaratinguetá (SP), iniciei minha carreira em 2002 enquanto cursava Publicidade e Propaganda na Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI (SC). Já trabalhei em diversos segmentos da fotografia, mas foi no fotojornalismo que encontrei seu verdadeiro caminho. Desde 2006 viajo pela Patagônia Argentina e Chilena. Em 2008 morei em San Carlos de Bariloche, onde pude aprimorar meu conhecimento com grandes fotógrafos argentinos.

Siga-nos nas Redes Sociais

Não perca nenhum conteúdo nosso ;)

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar