Home » Artigos » Dicas » 8 dicas para fotógrafos iniciantes

8 dicas para fotógrafos iniciantes 4.75/5 (8)

A paixão pela fotografia tomou conta do seu coração, da sua vida?

Inúmeras dúvidas surgem e você se sente perdido sem saber por onde começar?

Criei este artigo com algumas dicas para clarear um pouquinho o caminho. Espero que ajude você de alguma maneira. Vamos lá?

1 – Por que quero trabalhar ou entrar no mundo da fotografia?

Pare para pensar com sinceridade o motivo pelo qual você deseja iniciar carreira na área da fotografia. Se for hobby ou amor pela profissão, ok, está no caminho certo porque faz você se sentir bem. É esse o segredo. A fotografia, assim como qualquer outra área, precisa ser feita com paixão. Não adianta querer dinheiro sem antes ter amor pelo que faz. Se você considera fotografia pura obrigação ou: “Ah, não sei o que fazer, vou fotografar”, melhor parar por aí.

Dicas para fotógrafos iniciantes

2 – Mas qual área seguir?

É legal filtrar o que você realmente gosta na fotografia. Temos um mundo gigantesco para explorar e trabalhar, mas a dica aqui é escolher algumas áreas e se especializar nelas. Só pra ter uma ideia, posso citar: Eventos (casamento, aniversário, batizados), ensaios (gestante, sensual, casal, família), moda (editorial, catálogo, lookbook), still, publicidade, fotojornalismo, arte, esporte… Ufa! E mesmo assim, com infinitas possibilidades, tenho certeza que seus olhos brilham por alguma área em especial e é esta que te aconselho a seguir.

3 – Ok, decidi qual área da fotografia desejo trabalhar. E agora?

Agora, é o momento de estudar e aplicar seus conhecimentos. Os sonhos só viram realidade quando você põe em prática. Simples assim. Como já mencionei em artigos anteriores, você pode estudar fotografia de várias maneiras: internet, cursos, workshop, conhecendo pessoas da área, etc. O importante é não perder o foco e jamais parar de estudar, pois, quanto maior o conhecimento, maior o sucesso :-)

Trabalhar com fotografia

4 – E qual equipamento utilizo?

Assim como as inúmeras áreas da fotografia, os equipamentos parecem não ter fim. Aqui, a dica é simples também: Você precisa usar o equipamento que atenda suas necessidades e definir o que você pode/quer investir. Tá, mas e aí? Não existe uma regra para comprar sua primeira câmera, mas é importante ter algum conhecimento básico a respeito. Faça testes com câmeras e objetivas, converse com pessoas da área que deseja, vá até as lojas especializadas e tire suas dúvidas, pesquise com calma. Na minha opinião, não adianta nada comprar a “melhor” câmera, as objetivas “mais caras” esperando que sua foto saia perfeita, porque não sairá se você não souber os princípios básicos da fotografia. Quem faz a foto é o fotógrafo, sua sensibilidade e seu conhecimento, o equipamento dá o resultado que você aplica nele e com o passar do tempo e experiências, você investirá em equipamentos que supram suas necessidades. É um processo natural. Comece com uma câmera de entrada ou semi profissional, elas atendem superbem e dão um excelente resultado.

5 – Como funciona esse tal de “estilo fotográfico”?

Para encontrar seu estilo fotográfico são necessários estudos, testes, pesquisas, conhecer trabalhos de outros fotógrafos, etc. Depois de escolher a área de interesse, vem a forma de se expressar. Depende muito de cada um encontrar o caminho. Alguns encontram rápido, outros demoram mais. Mas o mais importante é não se apegar a “regras”. Não tem o certo e nem o errado, tem seu jeito, seus gostos, suas experiências e sua sensibilidade nos trabalhos e são essas características que dão o toque exclusivo ao seu trabalho. Não tem receita, nem métodos, mas sim o resultado que deixa você e seu cliente feliz.

Portfolio

6 – Como divulgo meu trabalho para conseguir clientes?

Atualmente, uma das coisas mais fáceis que existem é divulgar seu trabalho ao mundo. Mas existem algumas maneiras de impressionar os futuros clientes para que eles escolham você. Uma das opções são as redes sociais para divulgar e conseguir seguidores, outra maneira é fazer um currículo online para que você consiga mostrar de uma maneira organizada seus trabalhos e contar um pouco sobre sua história. Existem maneiras simples e plataformas supermodernas para criação de sites e com certeza é essencial para alcançar mais clientes e divulgar o trabalho. A plataforma Wix oferece opções valiosas para quem quiser criar um site, uma loja virtual, fazer o currículo online e criar estratégias de marketing online. Não é necessário saber fazer um site para que você tenha o seu, no Wix você encontra também templates prontos criados especialmente para quem precisa fazer um site para divulgar o próprio trabalho, ou digitalizar o seu portfólio. O Wix e uma opção muito popular entre fotográfos que vale a pena conferir!

7 – Quanto cobrar?

Este é um outro tópico que muita gente tem dúvida. Uns preferem cobrar por fotos, outros por horas trabalhadas. No começo a dúvida é grande, mas o mais importante é ser justo com você e seu cliente. Seja sincero para definir quanto acha que seu trabalho vale, analise o mercado, sua posição nele e a concorrência. Muitos profissionais se incomodam pelo fato de alguns fotógrafos cobrarem “barato demais”. Para mim, cada um cobra aquilo que acha que tem que cobrar. Não temos o “poder” de impedir certas coisas. Eu tenho em mente o seguinte: O cliente escolhe exatamente o profissional que deseja. Se o cliente não quer pagar nada, ele vai achar alguém que faça e não adianta você se incomodar por isso. Se ele quiser pagar pouco, ele também vai conseguir alguém que cobre pouco e se quiser pagar caro, ele vai achar. E ele terá o resultado que buscou. Mas tudo isso na minha opinião, é muito relativo.

Portanto, minha dica é não se basear e nem se preocupar por estes fatos. Foque no seu trabalho, na sua qualidade, no seu valor e os clientes aparecerão de acordo com seu perfil profissional. Pense nisso :-)

8 – Como alcançar o sucesso?

O tempo, as experiências, os erros, acertos e o seu foco respondem muito esta questão. Qual sua meta? Até onde quer chegar? E o que é sucesso pra você? Depende, varia muito de pessoa para pessoa. Não existem regras e sim aquilo que realmente te preenche e te deixa verdadeiramente feliz. Isto, é sucesso. E o resto que vier, é consequência.

Boa sorte!!

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Sylvia Vigarani

Sylvia Vigarani, paulistana. Formada em moda e fotografia. Atualmente trabalha com ensaios, moda e still. Produz fotos e conteúdo para mídias sociais de duas marcas em um estúdio de criação.

1 Comentário

Clique aqui para comentar

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar