fbpx

As sete faces do onipresente sensor de 1 polegada da Sony 4.5/5 (4)

A Sony desenvolveu um sensor tão bom que ele já foi aplicado nas mais diversas soluções em fotografia para amadores, vejam como ele está ajudando a aumentar o nível da fotografia por hobby

Quem é frequentador assíduo do Fotografia-DG já sabe que a Sony vem se destacando bastante na produção de sensores de imagem tanto que ela conseguiu, inclusive, quebrar o monopólio de Canon e Panasonic que sempre se utilizaram de senrores de fabricação própria (a segunda em parceria com a Leica em algumas vezes) em suas câmeras. Há dois anos atrás era inimaginável uma câmera Canon com sensor fabricado por outra empresa, pois isto aconteceu pelas mãos da Sony com seu incrível sensor de 1 polegada e segundo um executivo da própria Canon: “vamos utilizar o melhor que sensor que existir, independente do fabricante”. E o fotógrafo amador tem a possibilidade de contar com uma câmera ou dispositivo móvel dotado deste sensor de várias formas diferentes, vou listar aqui 7 tipos diferentes de dispositivos que contém este sensor:

ph_2-450x300

Sony RX100 – Esta que foi a primeira compacta premium da Sony, após muitos anos de ausência da fabricante neste nicho, já está em sua quarta versão com o sensor sofrendo poucas alterações. A resolução pernamece inalterada após todos estes anos e a câmera é sucesso de vendas no mundo todo. Começou com 3.6x de zoom cobrindo distância focal entre 28-100mm e após a terceira versão ganhou uma grande angular de 24mm e perdeu um pouco de zoom em troca de maior nitidez e uma lente mais clara ainda com abertura f/1.8-2.8 e ainda ganhou um visor pop-up em OLED. A versão atual custa 1000 dólares mas ainda é possível encontrar a primeira versão por menos da metade do preço.

ph_2-1-450x300

Sony RX10 – Uma versão mais parruda da câmera anterior, esta possui 8.3x de zoom e se destaca pela lente 24-200mm com abertura fixa em f/2.8 mas peca no preço: 1200 dólares me parece muito para uma câmera grande e com relativamente pouco zoom se compararmos com as câmeras que virão a seguir. Este é o valor da segunda versão, a primeira eu ainda considero cara, 900 dólares.

Panasonic FZ1000

Panasonic FZ1000 – A primeira superzoom premium da história conta com 16x de zoom possui uma poderosa lente Leica 25-400mm e abertura f/2.8-4 e custa bem menos do que o modelo acima: 800 dólares. A lente desta câmera possui o dobro de alcance e parece não haver motivos para quem procura um maior alcance optar pela rival Sony.

9869533675

Canon G3x – Com 25x de zoom esta câmera pretende romper várias barreiras com seu corpo razoavelmente compacto (não é possível colocá-la no bolso devido à extensão de sua lente) pois é atualmente a câmera que possui a lente de maior alcance com um sensor deste tamanho. Sua lente não é tão clara assim (f/2.8-5.6) mas o comprimento focal é muito interessante para amantes da fotografia de aves, por exemplo: 24-600mm. O preço é salgado, 1000 dólares, mas se comparar com os modelos acima parece ser uma câmera com melhor custo-benefício para quem procura longo alcance com qualidade.

Panasonic Lumix CM1

Panasonic CM1 – O primeiro (e único, até agora) smartphone premium comporta-se realmente como uma compacta premium de objetiva fixa. Aliás, objetiva esta que é uma genuína Leica 28mm f/2.8 dotada de um anel de controle ao seu redor permitindo controlar o tempo de exposição e até a abertura! Sim, ela possui um diafragma que permite alternar a abertura entre f/2.8 e f/11. Tal tecnologia embutida em uma minúscula lente de dispositivo móvel não poderia custar barato: são 1000 dólares. Sinceramente, não sou capaz de dizer se vale a pena pagar tanto só para ter uma câmera (muito) acima da média em um smartphone, apesar de todo o hardware ser muito bom.

Sony-QX100

Sony QX100 – É uma Sony RX100 Mark II acoplável a um smartphone via wi-fi ou bluetooth que na época foi lançada ao custo de 500 dólares, mas depois o preço baixou bastante. É um dispositivo controverso que gerou muitas críticas ao tornar o smartphone um tanto desengonçado ao usá-lo. Eu particularmente gostaia de ter um destes, afinal eu não iria deixá-lo acoplado a todo momento e quando fosse efetivamente utilizá-lo iria aproveitar para fazer todas as fotos possíveis. é uma questão de otimizar o uso do dispositivo.

3516593752

DxO One Camera – A ideia é semelhante à do dispositivo acima, mas a forma de uso é diferente. Este conecta-se fisicamente a um dispositivo Apple via conector Lightning gerando uma resposta mais rápida já que não depende de instáveis conexões sem fio. Sua lente é uma 32mm f/1.8 e possui um design um pouco mais interessante e, talvez, mais fácil de usar do que o concorrente da Sony. Possui seu próprio mini monitor LCD para configuração e acesso a informações da foto, porém acho um pouco caro: atualmente custa 600 dólares.

Enfim, sete opções diferentes para quem fotografar de forma amadora, porém com qualidade de imagem bastante superior às compactas simples e smartphones mais convencionais. Nenhuma destas opções é barata, por isso é preciso pesar bem os prós e os contras antes de adquirir um destes dispositivos acima.

Ajude-nos! Avalie, compartilhe e deixe um comentário mais abaixo:

Rodrigo Jordy

Fotógrafo amador que estuda muito sobre fotografia, principalmente equipamentos, e gosta de compartilhar o conhecimento que adquire.


Nós Ajudamos!