fbpx

Como fazer um orçamento 4.8/5 (15)

Olá pessoal do Fotografia-DG! Como estão?

Depois que publiquei meu primeiro artigo aqui no Fotografia-DG, “O que não fazer quando se está começando, recebi diversos pedidos de dicas sobre como preparar um orçamento.

Já estava com outro artigo praticamente finalizado, mas como escrevo basicamente para iniciantes, já que também estou começando, resolvi escrever um pouquinho sobre como fazer um orçamento.

Como escrevi no meu primeiro artigo, um dos erros que cometi no início, foi não dar muita atenção para o orçamento. Tinha o péssimo hábito de responder por e-mail, no próprio corpo do pedido, ou in box na minha fanpage.

Grande erro, porque o orçamento tem um papel muito importante na apresentação do seu serviço. É uma das primeiras oportunidades do fotógrafo de “vender o peixe”. Sabe aquela velha história da “primeira impressão é a que fica”? Pois é bem por aí. Ao receber um orçamento bem feito, o cliente vai notar todo o seu cuidado, vai conhecer um pouquinho do seu trabalho e vai notar o profissionalismo e qualidade de seu serviço.

Então venho escrever este artigo para dar algumas dicas, para a galera que ainda está dando seus primeiros passinhos, de como elaborar um orçamento.

Logotipo

1) Logotipo

Falei bastante sobre a identidade visual no meu primeiro artigo. Falei sobre a importância da marca e do logotipo para tornar seu trabalho conhecido e individualizado no meio fotográfico e para o público alvo. “O logotipo é a assinatura de sua empresa. É ele quem vai traduzir visualmente a personalidade da sua marca e gerar identificação com o seu público”.

O logotipo de sua empresa deve estar sempre visível, para que o cliente potencial o reconheça e o tenha sempre em mente. Deve estar em seu cartão de visitas, em seu blog, em sua fanpage, em suas fotos, embalagens e também em seu orçamento.

2) Contatos: e-mail, site, telefone

Vamos usar o primeiro contato mais formal para passar nossas informações mais importantes. Nossos contatos devem estar sempre visíveis e de um fácil acesso para o potencial cliente. Quem sabe ele não faz aquela visitinha no site ou fanpage e conhece um pouco mais do nosso trabalho.

3) Informações detalhadas sobre seu serviço ou produto

Informações detalhadas sobre: os tipos de pacotes oferecidos, valores, forma de entrega do produto, especificações sobre produtos, prazos, tempo de duração das sessões, valores acrescidos por hora adicional de serviço prestado, custos extras com deslocamento, especificações sobre remarcações e cancelamentos… (e o que mais os senhores acharem relevante)

4) Design limpo e de fácil compreensão

Seguindo a premissa do “menos é mais”, procure criar um orçamento com design limpo, direto e de fácil compreensão.

Eu procuro separar os títulos e subtítulos do texto, através de tamanho e cor de fonte. Também faço uso de itálico e negrito para destacar os assuntos.

Tenha cuidado com a cor que você vai escolher em seu texto, porque ela pode atrapalhar a leitura. Eu optei pelo bom e velho preto.

Não sou entendida de design, mas pedi orientação a uma amiga designer. Você pode fazer o mesmo.

5) Um orçamento por tipo de ensaio

Já recebi alguns orçamentos de colegas que queriam minha opinião. Diante de alguns destes fiquei incomodada e muito confusa. E olha que trabalho com isso. Em um único orçamento estavam todos os pacotes reunidos (festa infantil, ensaio de gestante, ensaio infantil, casamento, batizado e por aí vai). Um pacote sucedendo ao outro e os valores expostos de forma confusa. Com toda sinceridade, se recebo um orçamento assim, vou ficar cheia de dúvidas e posso acabar desistindo.

Por isso sugiro que os orçamentos sejam feitos separadamente. Cada um para um tipo de ensaio. (Orçamento de Festa Infantil/Orçamento de Ensaio de Gestante…). Fica mais claro e de fácil compreensão para o cliente potencial.

6) Fotos

Se pretendemos vender imagens e se o orçamento é uma das primeiras oportunidades de vender nosso peixe, não podemos de forma nenhuma deixar de apresentar um pouquinho de nosso trabalho nesta oportunidade.

Aqui abro um parênteses para dar uma “puxada de orelha” nos colegas que utilizam fotos alheias para montar o orçamento. Sei que no início é complicado e muitas vezes não fizemos um ensaio específico e não temos aquelas fotos para utilizar. Só que essa justificativa não vai salvar sua pele de um eventual processo por utilização indevida de imagem. Os direitos autorais existem e há punição para quem infringe a lei.

Neste caso sugiro que ilustre seu orçamento com alguma outra foto de sua autoria.

Ex: Recebi um pedido de orçamento para um acompanhamento trimestral. Ai Jesus, nunca fiz acompanhamento, e agora?!

Você pode colocar fotos de newborn, ou de bebês com 3/6/9/12 meses que você tenha fotografado. Isso não é um problema.

Procure utilizar imagens correspondentes ao tipo de ensaio que você está oferecendo:

Orçamento Ensaio de Gestante

Figura 1- Orçamento Ensaio de Gestante

Orçamento Ensaio Infantil

Figura 2-Orçamento Ensaio Infantil

Orçamento Parto

Figura 3- Orçamento Parto

Com relação a valores, não vou entrar no mérito. Isso seria assunto para outro artigo. Neste aspecto deixo apenas uma opinião pessoal. Você deve levar em consideração seus custos para estabelecer um valor de partida. Afinal, ninguém quer pagar para trabalhar.  Além desse valor de custo, o que você vai colocar em cima, é o valor da sua arte, o seu preço como artista. Neste caso você precisa saber em que ponto está, para saber o que deve cobrar. Claro que você, que está iniciando, não pode cobrar o mesmo que um fotógrafo que está há 20 anos nos mercado. Tenha noção do ponto em que você está e cobre em cima disto.

Para quem quiser saber mais sobre orçamento eu lancei um e-Book muito completo que ensina a montar um orçamento atraente para seu cliente, como precificar seu trabalho e como confeccionar um contrato de prestação de serviços e de licença de uso de imagem.

Acesse: e-Book Orçamento Fácil para Fotógrafos

Espero ter ajudado!

Abraço e bons cliques!

Ajude-nos! Avalie, compartilhe e deixe um comentário mais abaixo:

Liana Lemos

Meu nome é Liana Lemos, sou uma carioca de 33 anos apaixonada por fotografia. Como em todas as relações, um dia a paixão acaba ou virar amor. Comigo virou amor e então resolvi me profissionalizar. Desde então posso dizer que acordo, respiro, como, durmo e sonho com fotografia. Sou louca por crianças e pela pureza de suas almas e procuro buscar essa essência em minhas fotografias. Hoje digo com muito orgulho que sou fotógrafa infantil, de gestantes e família e agora escrevo para o fotografia-dg. Meu compromisso é estudar, me atualizar, e dividir o que sei, buscando uma constante melhoria naquilo que faço por amor.

Chat
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar Cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros no seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar nos nossos esforços de marketing.
Política de Privacidade
Aceitar Cookies
Rejeitar Cookies
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar Cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros no seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar nos nossos esforços de marketing.
Política de Privacidade
Aceitar Cookies
Aceitar Cookies