Home » Artigos » Dicas » Como obter fidelidade de cores nas fotografias impressas

Como obter fidelidade de cores nas fotografias impressas 5/5 (4)

Viva Fotodgnianos, hoje vamos aprender como obter fidelidade de cores nas fotografias impressas!!!

Resolvi tirar da gaveta (e do cofre) um instrumento que vai, certamente, mudar a vida daqueles que sentem-se insatisfeitos quando olham as suas imagens e não conseguem as mesmas cores do arquivo original enviado aos laboratórios profissionais. Aquele céu lindo que ficou apagado quando comparado ao que se via no monitor … aquela mulher bronzeada que ficou com pele esverdeada parecendo recém-chegada de Marte … coisas de fazer qualquer fotógrafo querer cortar os pulsos!

Reclamar? Mas com que base técnica que devolva a tristeza a quem cometeu aquela aberração cromática e o obrigue a repetir a impressão? Fica aquele jogo de empurra-empurra que não resolve a situação e quem acaba tendo que engolir aquele sapo (que era verde mas virou magenta … hehe) é, quase sempre, o cliente, ou seja, VOCÊ!!

É algo muito simples e vou usar esse espaço que ganhei do meu amigo Diogo Guerreiro sempre nesse sentido de ajudar a todos os fotodgnianos com ferramentas fiáveis e fáceis de usar que possam garantir resultados precisos, principalmente, quando o Cliente quer (e precisa) de fidelidade nas cores, por exemplo, de seus posters de loja no formato 1,80 x 0,80 m onde não há como arcar com os custos de repetição de trabalhos que não correspondem às suas peças ou quando o vestido branco daquela noiva exigente (como todas elas) ficou como se tivesse sido tingido de magenta.

Conseguiram (?) perceber como é importante ter algo para colocar diante do nariz do impressor e exigir que o erro seja reparado de forma profissional como se espera de alguém que vende profissionalismo (?).

Ganhei essa ferramenta de uma das pessoas mais capazes que é responsável pelo Departamento de Impressões Profissionais da PrintColor Digital Service que me atendia antes de vir para Portugal dar aulas de Fotografia de Moda (+tratamento digital) convidado pelo IPF onde fui formador até o ano passado e de onde pedi demissão por razões pessoais. Reparei que havia alguns trabalhos que passava para a turma que foram pré-aprovados por este professor megachato quando o assunto é qualidade cromática dos brancos e pretos que foram o assunto de minha coluna anterior aqui no fotografia-dg (Color Balance + Black Balance) … continuando … peles com dominante magenta … pretos que ficaram azulados … céus esverdeados … enfim, uma lástima e, lógicamente, as avaliações acabavam por ficar muito aquém do que mereciam meus estimados aluninhos que se contorciam de raiva mas nada podiam fazer.

Por isso, pedi para o incansável Diogo Guerreiro que entrasse comigo nessa Guerra contra a falta de fidelidade das cores que das nossas fotografias colocando um link para download do Impression Gamma Calibrator que eu utilizo sempre como teste quando utilizo um novo fornecedor para minhas impressões profissionais. Assim, tenho hábito (mesmo!!!) de mandar fazer cópias em todos os tipos de papel mais usuais (brilho, mate e metálico) e volto para a frente do meu monitor para comparar os resultados obtidos e, também, para poder conferir a calibração do meu monitor (algumas vezes o grande culpado). Vou colocar aqui uma versão mini para poder explicar melhor como deve ser utilizado e depois vou fazer o upload para vocês baixarem a versão em 300 dpi já no formato 15×21 cm (caso o laboratório não tenha esse formato, pode ser impresso em 20×30 cm centralizado deixando o arquivo no formato original com margem branca à volta sem qualquer interpolação).

Atenção: Faça a comparação com luz natural difusa com boa intensidade para não haver distorções!!!

GAMMA+COLOR CALIBRATOR 15x21

Download Impression Gamma Calibrator

Todas as cores que estão aqui devem ser fiéis ao que se vê aqui e, principalmente, os brancos devem estar limpos, caso contrário, alguém estará em sarilhos. Eu sempre uso o mesmo laboratório e tento desenvolver, em conjunto, os ajustes necessários para que, a partir de então, possa dormir tranquilo sem ter pesadelos coloridos. Algo a ser considerado é que há sempre uma pequena diferença entre os pixels e as tintas de impressão principalmente quando transformamos de RGB para CMYK (no caso de impressão gráfica). Mas há algo que não muda nunca, ou pelo menos não deveriam mudar, que são os brancos, os cinzentos e os pretos. Brancos sujos, significam, sempre, todas as outras cores sujas afastando-nos da precisão cromática. Foi por isso que, volto a repetir, comecei minha coluna com esse assunto (ainda disponível aqui no site para os fotodgnianos).

Reparem que:

1) Há uma moldura preta que deve servir como referência de impressão dos pure blacks (100%).

2) Que há duas fileiras verticais que imitam o filme de rolo com a área dos fotogramas em branco que servem para o mesmo efeito, só que dos whites (255 = pure white do Photoshop).

3) Há uma escala de cinzentos (%) na parte de baixo que começa da direita para a esquerda desde o branco puro e que vai variando (%) e que continua escurecendo na escala que fica logo abaixo até chegar ao preto 100%. Todas as divisões deverão estar visíveis no seu monitor e impressão, respectivamente. Iss controla o Gamma e dá uma noção exata da situação de calibração do monitor e da precisão da transferência de toda a escala de brancos passando por todos os cinzentos que formam as sombras e midtones.

4) Há outra escala colorida, esta sim relacionada com a fidelidade das cores, que começa em Vermelho (R), Verde (G) e Azul (B) e logo a seguir entra o Cyan (C do CMYK), Magenta (M do CMYK), Yellow (Y do CMYK) e Black (que é o K do CMYK) que deve ser utilizada, principalmente, quando houver a conversão de fotos RGB para CMYK (só para impressão gráfica onde é necessário).

5) E, para finalizar, há imagens em Color e PB que farão um diagnóstico comparativo geral a respeito da composição das cores (Impression Calibrator).

Acredito que munidos dessa impressão-teste, os laboratórios possam também melhorar a qualidade final dos seus serviços e os culpados sejam, finalmente, trazidos à Luz … hehe!

Abraço$ a todos os fotodgnianos e qualquer dúvida é só entrar em contacto comigo através dos comentários, ok??!!

Fernando Bagnola

fotógrafo profissional de Moda & Publicidade www.fernandobagnola.com

“O Fotografia DG não se responsabiliza pelas opiniões emitidas
e imagens divulgadas pelos seus Colunistas”.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Fernando Bagnola

Fernando Bagnola, nascido em São Paulo, fotógrafo profissional desde 1984 atua nas áreas de Moda e Publicidade, vive em Portugal há 10 anos e desenvolve formações avançadas de Técnica Fotográfica e Edição no Photoshop através de workshops e cursos ao vivo por vídeo-conferência tendo alunos formados no Japão, Inglaterra, Brasil, USA, África, Austrália e Portugal.

17 Comentários

Clique aqui para comentar

  • ÓTIMO artigo!!! De que adianta um ótimo equipamento, tentar corrigir no photoshop, lightroom, etc. se quando ampliamos sentimos aquela decepção e tristeza de olhar para a foto. Tenho a fotografia como hobby, estou tentando sempre aprender mais, e como tive oportunidade de em certa ocasião expor algumas fotos em uma exposição publica, um dos meus grandes problemas foi encontrar um locar que revelasse (era filme) e ampliasse mantendo as cores que eu sabia serem verdadeiras. Por sorte, fiquei amigo do cara que fazia esse serviço, e se necessário repetia meu trabalho.
    Gostaria que vocês publicassem, ou se já há algo publicado sobre calibração de monitores.
    Um grande abraço à todos.

  • Boa tarde! Gostei muito do Post, salvei a imagem e mandei imprimir nos 2 laboratorios que tem aqui na minha cidade, por enquanto peguei apenas o de 1 que de kra observei que o branco do gamma calibrator nao saiu branco, mas cinza, e todo o resto, logo, saiu mais escuro do que deveria ser…. nesse caso… o problema é a impressao do laborario que está errada? ou eu devo ajustar de forma a obter essas cores para entao sair na cor certa minhas fotos neste lab?

  • Viva Cesar … se as cores não estiverem iguais o melhor a fazer é prestar atenção aos padrões neutros (preto e branco) e tentar perceber quais são as dominantes que alteram o padrão original … ou seja … se vc vê no seu monitor tudo certinho em tons de cinza e na sua foto impressa a mesma imagem aparece mais para o sépia é sinal de que é necessário pedir que o operador da impressora retire um pouco do amarelo até vc ver no monitor dele que tudo está cinza de novo … se por acaso estiver esverdeado, peça para tirar um pouco de verde … tudo depende da neutralidade dos cinzas estar impecável e dai tudo vai dar certo quando vc for comparar com o seu monitor. Beleza??? Qualquer dúvida mande uma mensagem aqui com cópia para [email protected] … abração

  • Olá, Fernando.

    Cheguei até este post quando procurava informações sobre como calibrar o monitor.

    Sendo mais específico, gostaria de saber o que eu faço com IMPRESSION GAMMA CALIBRATOR, depois de impresso?

    Pelo o que entendi, vou usá-lo, ao lado da tela do monitor para ver se as minhas fotos estão com suas cores iguais ao IGC, certo? ok.

    Mas… e se não ficar igual, o quê faço? Aí reside a minha dúvida.

    Desculpe, é que não tenho muita intimidade com esses pormenores em fotografia digital.

    Poderia, por favor, me dar uma luz?

    Muito obrigado.

    Cesar

  • Que bacana, cada dia mais fico mais e mais surpreso.

    Muito tempo antes de ler este post, fiz a mesma coisa para tentar obter mais fidelidades em minhas imagens. Dei um print screen na paleta de cores do Photoshop, com as escalas de cinza, e tipos de nitizez variados, sempre indicando o RADIUS embaixo de cada uma variação. Muito show, muito importante. Tenho aqui em um papelzinho. Sempre depois que finzalizo o tratamento de minhas imagens, faço a alteração em cada uma antes de enviar para a gráfica. Hue = (+3) e Saturation = (-4) no monitor chega a ficar meio verde até, mas quando impresso depois, os tons ficam uma maravilha. Com a vinheta também aconteceu assim. Assistindo a uma palestra do mestre Altair Hoppe ele falava sobre essa tal de vinheta, ou post-crop. Quando fui ver…. Não é que eu ja fazia isso a muito tempo? Eu copiava a camada da background pra cima de todas, pintava de preto 100%, pegava a borracha e aumentava ela ao max que dava e apagava bem onde queria a vinheta. HEHEHEHE

    Que coisa, ficava horrível, mas pra época era lindo né… hehehe

    Abc do HenriqueMattos.com.br/blog

  • Prezado Fernando.

    Inicialmente , obrigada por repartir seus conhecimentos, e com tanta didatica, . Pena que eu seja tão velha para começar ou melhor recomeçar a aprender a fotografar . Sou artista plástica e sempre contrato bons profissionais para fotografar meus quadros para os catalogos das minhas exposições . Infelizmente em graficas importantes como a Grafica Ave Maria, que fez o meu ultimo catalogo, o "Designer Grafico" ( nem vou mencionar o seu nome) resolveu fazer o tratamento das imagens " pintando" meus quadros com as cores escolhidas por ele. Uma lastima!

    Agradeço mais uma vez, um grande abraço

    Maria Gilka.

  • Sou André Santiago- Fotógrafo… e gostaria de dar os parabens por dividir essa dica tão importante com a gente. Parabens.

  • Viva Gabriel … tudo beleza, meu? Vamos como o Jack Estripador, por partes … :D

    1) O notebook não foi feito para tratamento de imagens, na minha opinião, e eu explico porque penso assim. Mas antes de começar a roer as unhas já digo que aqui mesmo vou ensinar vc a resolver esse problema, ok?? Ommmmmm … calma … respira … tudo vai dar certo … :-)

    Quando temos um desktop como estação de trabalho, a inclinação do monitor é sempre a mesma e isso, por si só, já cria uma váriável a menos em relação ao notebook que tem uma tela que hoje está com uma inclinação assim, amanhã está assado e depois de amanhã, vai saber?!

    Primeiro passo, é sentar com a coluna reta, em boa postura operacional para que você fique confortável enquanto estiver tratando a imagem e não precise ir aos poucos ficando em frente ao monitor como o corcunda de notre dame que perdeu os óculos ….

    Segundo passo, é, nesta posição, ajustar a tela do notebook segundo aquilo que vc achar ideal. Pegue algo que sempre está ao seu alcance, como um telefone celular “em pé” ou um maço de cigarros “em pé” e encoste na tela e no ponto de encontro cole um pedaço de fita adesiva e sobre ela faça um risco como fazemos quando se mede o crescimento de uma criança no batente da porta.

    Terceiro passo, visitar o http://www.fotografia.dg.com, fazer o download do gamma/impression calibrator e seguir os passos descritos na coluna.

    Quarto passo, sair prá tomar uma breja e comemorar o fim do seu problema!! :-)

    Abraço, meu!!! Qq coisa, tamos aki!

  • Fala fernando obrigado pelas dicas de calibração,de suma importancia..

    Preciso de um help urgente,tenho um notebook Dell Vostro 1520,recebi a impressão da empresa que eu faço meus albuns para calibrar meu notebook,mas não consigo,tentei pelo adobe gama,fica muito difetente ??

    tem alguma maneira diferente de resolver este problema??

    Valeu obrigado pela ajuda

    Gabriel

  • Primeiramente obrigado pelo post. Sempre é bom rever como anda a sintonia com o laboratório.

    Gostaria de poder mandar o Impression Gamma Calibrator para o meu lab, mas não consegui fazer o download. Masi uma coisa, em que formato está esse arquivo?

    Um abraço

    Fabiano

  • Caro Fernando Bagnola, parabéns por se iniciar neste tópico crucial! É uma batalha para nós e outros fazer entender a importância de calibração de monitores e criação de perfis conforme a impressora e ou papel. Muitos acham que o erro é do laboratório, quando na verdade é necessário haver uma colaboração entre ambos e testes até se chegar ao ponto pretendido.
    Sugiro já no próximo falar sobre perfis…
    Bom trabalho!

  • Salve! Saúde e Paz! Obrigado pelo convite feito no "Olhares". Vim ver do que se trata e já de cara encontrei uma ferramenta útil (cujo download já fiz). Parabéns por este trabalho

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar