Home » Artigos » Dicas » Fotografia Infantil – A essência de uma boa foto

Fotografia Infantil – A essência de uma boa foto 5/5 (7)

A especialização em fotografia infantil, tem me trazido grandes conquistas em um curto espaço de tempo, dentro do mercado profissional da fotografia. Hoje em dia, vemos quantos fotógrafos apareceram repentinamente no mercado. Desde os auto ditadas até aqueles que se dedicaram a cursos profissionais avançados. E acredito eu, que em breve o mercado irá se auto regular e somente aqueles com algum diferencial irão se manter neste mercado que é muito concorrido!

Quando decidi fotografar crianças, o que mais me chamou a atenção era a possibilidade de imortalizar (eternizar) a pureza de suas almas e a genuinidade de suas ações frente a qualquer situação. As crianças por si só são verdadeiras, sinceras e puras… e nós adultos temos muito o que aprender com elas.

Muito bem, depois de decidir trabalhar com as crianças, percebi que o mercado estava carente de profissionais que focassem única e exclusivamente este nicho do mercado – a fotografia infantil. E neste momento, percebi a grande oportunidade que eu tinha em mãos, de construir uma carreira focada e objetiva.

Nesta minha curta jornada na fotografia infantil, aprendi algumas lições que compartilho com vocês, e que tem me ajudado a conquistar uma boa posição no mercado.

Fotografia Infantil

A primeira delas é o foco na Fotografia Infantil

Foco por quê, quando a gente é novo no mercado e queremos mostrar nosso trabalho, vai aparecer de tudo um pouco e muitas vezes para não perder a oportunidade, queremos aceitar qualquer tipo de trabalho em qualquer condição para mostrar como somos “pau pra toda obra”. A partir do momento que me especializei em FOTOGRAFIA INFANTIL foquei todo meu trabalho e divulgação nisso, para me trazer mais clientes deste nicho. Aprender a dizer não para trabalhos que não condizem com a minha proposta foi o primeiro passo para me posicionar. Ser firme em meus objetivos e agir de forma que conquiste o público que quer atingir é essencial.

Coerência entre Preço x Produto

Você sabe o tanto que você batalhou para ingressar neste mercado. Estudos, investimentos altíssimos nos melhores equipamentos, horas na frente do computador em tratamento de imagens, pesquisas e tudo que envolve um novo negócio. Sim, você deve encarar isto como seu negócio! Por isso, na hora de definir seu preço, por mais que as pessoas considerem que você é iniciante e deve cobrar baratinho para poder pegar qualquer trabalho, seja coerente com o produto que você entrega. Não cobre menos do que você é capaz de produzir e nem mais do que pode entregar! Não aumente a sua responsabilidade se você não se sente seguro, mas também não faça leilão cobrindo a oferta do concorrente só pra pegar o trabalho. Seja coerente, construa uma carteira de cliente com base no seu trabalho, e no seu produto. Mostre o valor dele e não  fique inseguro se você mandou 10 orçamentos mas fechou apenas 1 ! Aquele 1 que fechou com você é o mais importante, porque escolheu você para fotografar um momento importante da vida dele.

Registre o que seu coração sente e não somente o que os olhos vêem

Acho que esta lição foi das mais importantes.. Um bom fotógrafo leva consigo a sensibilidade. Sensibilidade esta para registrar além do que os olhos vêem. Registrar o momento de uma família se iniciando na gestação, com o bebê na barriga, o nascimento deste filho, o primeiro dentinho, os primeiros passinhos, palminhas batendo, irmãos brincando… Tudo o que acontece no íntimo destas famílias, elas abrem para você, com toda a confiança e expectativas para você registrar o que elas vivem de melhor : o AMOR.

Por isso eu acredito que quanto mais cercados de bons sentimentos, boas energias e boas companhias, nós fotógrafos infantis estivermos,  mais teremos a capacidade de ver o melhor das pessoas e isso será captado e demonstrado de forma natural em nosso trabalho.

Entregue-se para a criança

Sente no chão, deite na grama, faça uma manobra “radical” e FOTOGRAFE! Crianças devem ser fotografas de perto, na altura de seus olhos, na linha de seu sorriso. Elas irão  ‘conversar” com você (mesmo os bebezinhos!) se você estiver na mesma linha que elas, e não quando tudo que elas podem é ver são seus joelhos (enrugados!) e suas canelas finas!

Sintonize-se com os pais

Afinal de contas, você estará entrando na casa da família, no quarto deles e dos bebês e isso é uma relação de extrema intimidade! Apresente-se antes da sessão, marque um café, vá até eles, conheça o ambiente, o quartinho, pergunte que música gostam de ouvir, quais passeios gostam de fazer. A intimidade é fundamental para que você tenha espontaneidade na hora de fotografar.

Quando li esta frase logo me identifiquei: “Não existe segredo na fotografia de pessoas, exceto a intimidade “ (Willian Allard)

Para vocês conhecerem um pouquinho da minha carreira, visitem o meu blog em www.maricamargos.com.br

[divider]

Sem sombra de dúvida que você vai gostar deste artigo: 10 Dicas para Fotografar Aniversário Infantil

 

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Mari Camargos

Mari Camargos, administradora de empresas e especializada fotógrafa infantil.

13 Comentários

Clique aqui para comentar

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar