fbpx

Fotografia Noturna sem segredos!

TÉCNICA: FOTOGRAFIA NOTURNA SEM FLASH
LIGHTPAINTING COM A LUZ DISPONÍVEL

Fotografia Noturna

Fiz esta fotografia em Assisi, Itália, optando (sempre!!) pelo ISO mais baixo possível para manter-me longe do ruído (granulação = menor nitidez). Essa decisão pede velocidades de obturação muito mais lentas e torna-se imprescindível o uso de um tripé com boa estabilidade, uma boa solução é fazer o setup da câmera com prioridade de abertura, geralmente a opção AV ou A no menu de programas de disparo. Esse recurso permite ajustar manualmente a abertura do diafragma, enquanto a câmera acerta a velocidade do obturador automaticamente. Outro fator importante é  a Profundidade de Campo (=a distância à frente e atrás do assunto principal em que os elementos ficam em foco). Quanto maior for a abertura (numero menor da escala), menor será a profundidade de campo e vice-versa, ou seja, para dar destaque ao primeiro plano e desfocar o fundo, o diafragma deve estar mais aberto, em valor f/3.5, por exemplo. Se o assunto é uma paisagem com foco em todos os planos, o diafragma deve estar mais fechado, algo em torno de f/22.

Muita gente associa (equivocadamente) a fotografia noturna com aumento de ISO e o resultado disso é um nível de granulação visívelmente mais acentuado, principalmente nas baixas luzes (sombras). Gosto do foco em todos os planos que vem da opção pela distância focal mais wide angle (18 mm) que já põe todos os planos como característica principal.

MAS … E SE VOCÊ NÃO TEM UM TRIPÉ????!!!

Calma, Galera!!!

ooooommmmmm … respira … tem solução!!! :-)

Vou dar um exemplo:

Assim que cheguei a Portugal, fui conhecer o Sul do País começando por Lisboa, que muita gente associa com o passado mas que é uma cidade muito moderna principalmente na área circunscrita pelo Parque das Nações que tem uma arquitetura futurista estilo 2.050 (ainda é) à beira do Tejo … maravilha!!!!!!!!! :-)

Como não tinha levado tripé, saquei do meu cinto de utilidades um pedaço de papel de alumínio que sempre tenho no case da câmera, o desdobrei, fiz dele uma bola, sentei na sarjeta, coloquei a bola de papel na calçada, pus a câmera sobre ele dando um jeitinho para ficar paradinha na horizontal, ajoelhei (mesmo!!) olhando no visor (imagina a cena?? :lol: ), escolhi o ISO mais baixo possível (100) para não comprometer a nitidez, fiz o enquadramento, escolhi prioridade de abertura para poder ter foco em todos os planos pois esta ponte metálica em perspecitva é muito importante na composição, pus no selftimer (10 segundos) para não haver tremores quando eu clicasse, fiz o auto foco no setup com todos os pontos (importante), esperei o semáforo abrir para dar mais movimento à cena toda, cliquei … pim, pim, pim, pim, pim, pim, pim, pim, pim, pim, pim … (barulho do selftimer … :lol: ) e a exposição foi de 3 segundos com diafragma 22 (o que deu esse arrasto de luz no segundo plano).

E agora a melhor parte … houve um concurso de fotografia que é muito relevante em Portugal e na Europa que é promovido pelo Parque das Nações & Casino de Lisboa (Brasucas … é Casino mesmo … com um S) cujo tema era “Lisboa”. Mandei a fotografia (homônima) para concorrer e fui premiado com uma menção honrosa que foi o primeiro bom sinal de que Portugal aceita os olhares estrangeiros e seria o início de uma feliz estrada profissional e pessoal por esta terra que amo mais a cada dia.

Como podem ver … fotografar é fácil … basta querer transformá-la em emoção! … (e não ter vergonha de sentar na sarjeta por uma boa causa fotográfica … hahahaha!!!).

Experimentem que dá certo!!! … eu garanto!!! ;-)

Aproveito para agradecer ao Diogo Guerreiro pelo espaço fotopedagógico e aos que, a cada dia mais, procuram o www.fotografia-dg.com que tem crescido imenso no número de visitas que motivam e estimulam a vontade de ensinar os truques todos para os Fotodgnianos apaixonados por Fotografia, como eu!

Grande abraço ai Galeeeeeeeeeeeeeeeera e bom Carnaval … tum tum praticumbum prugurumdum!!

:lol:

Fernando Bagnola

Fernando Bagnola, nascido em São Paulo, fotógrafo profissional desde 1984 atua nas áreas de Moda e Publicidade, vive em Portugal há 10 anos e desenvolve formações avançadas de Técnica Fotográfica e Edição no Photoshop através de workshops e cursos ao vivo por vídeo-conferência tendo alunos formados no Japão, Inglaterra, Brasil, USA, África, Austrália e Portugal.