Home » Artigos » Dicas » Guia Rápido Preto e Branco

Guia Rápido Preto e Branco 4.8/5 (5)

Hoje vamos falar sobre o tema da fotografia preto e branco, suas características e algumas dicas preciosas. A intenção será mostrar em um guia descomplicado e resumido informações diretas e objetivas sobre como obter imagens com um belo visual aliando a técnica e treino no olhar.

Na Captura da Imagem

Algumas câmeras possuem a facilidade de trabalhar com arquivos em formato RAW e mostrar no display uma imagem em preto e branco. Ambas as características são muito interessantes pois capturar uma imagem em RAW lhe dá o beneficio de fazer o registro completo com as cores e depois, em outra etapa, converter em preto e branco. Às vezes a foto convertida não fica legal em preto e branco pois falta textura ou a cor tem um papel muito mais relevante, como no exemplo abaixo. A conversão deixou uma foto sem graça e triste.

A visualização no monitor da câmera nos dará uma prévia da captura e vai ajudar a ¨educar o olhar¨ para analisar imagens que possam ter bom potencial de conversão.

Escala de Cinzas na Edição. Usar 8 ou 16 bits?

P&B-5

Uma imagem convertida para preto e branco possui uma escala de cinzas e, incluindo o preto e branco, temos 256 possíveis tons para nossa foto em formato JPEG em 8 bits e 65.536 tons, trabalhando em formato RAW com 16 bits. Sempre recomendo que na edição do arquivo RAW use 16 bits para preservar as nuances de tons. Na saída final você poderá gravar um JPEG (que por padrão usa 8 bits) e tem tamanho bem menor. Se houver edição, este cuidado com a qualidade será percebida na impressão.

Atenção na Direção da Luz e Intensidade

A direção da luz e intensidade são muito importantes pois conferem um detalhamento que muda completamente uma foto. Veja abaixo um exemplo de foto com luz direta e de alta intensidade (perda da textura) e outra imagem similar onde temos apenas a mudança do ângulo da luz lateral incidente (riqueza na textura). Note que é o mesmo tipo de parede!!

High Key – predomínio de Branco

Em fotos em preto e branco sempre existe a possibilidade de transformar uma imagem aparentemente sem muito apelo em algo de muita beleza e impacto. Veja o exemplo abaixo onde foi aplicado um aumento de exposição com o objetivo de ¨exagerar os brancos¨.   Isto permite ampliar as possíveis utilidades da imagem de forma bem criativa.

Low Key – predomínio do Preto

Ao contrario da técnica anterior, na edição, procura-se aplicar maior reforço nas áreas escuras visando ampliar o contraste. Normalmente o resultado é bastante interessante, trazendo um toque de mistério ou ênfase em detalhes ou uma atmosfera especial.

Contraluz

P&B-10

O contraluz proporciona excelentes imagens em preto e branco, pois a ênfase é o contraste, linhas e formas.

Paisagens, Buscar o Minimalismo

P&B4.1-1

Buscar imagens com poucos elementos, prestando atenção a linhas, formas e principalmente, na riqueza em gradações de cinza.

Nú e Retrato

Continua a ser um clássico de beleza incrível. Combina com o preto e branco e as variações em High key ou Low key.

P&B4-1

Experimente usar Infravermelho ou a função Macro

Infravermelho é um recurso que algumas câmeras possuem e que pode render uma imagem bem diferente em preto e branco como no exemplo da árvore acima.

Na fotografia Macro a conversão é ainda mais atraente pois remete aos detalhes de textura que normalmente não temos condições de apreciar. Muitas vezes uma boa foto Macro ou Close-up conseguem resultados incríveis.

Busque Texturas e Formas

 

A arquitetura e animais são ricas fontes para fotos em preto e branco onde desejamos destacar linhas, composição ou a textura.

Considerações Finais

Existe um extenso assunto sobre edição que não pude abordar devido ao espaço. Em outro artigo pretendo falar de algumas técnicas de conversão. Ainda na época dos filmes existia a possibilidade de usarmos filtros coloridos para captura do preto e branco permitindo uma ampliação de possibilidades na captura. Hoje com as câmeras digitais podemos fazer o mesmo via o conversor P&B do Photoshop. Em futuro artigo vou ensinar como se usa esta técnica. Abaixo alguns exemplos de como pode ser os resultados com a aplicação dos filtros coloridos para conversão P&B.

Espero que tenham gostado.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Eduardo Mendonça

Sou fotografo e amante da fotografia. Possuo um estúdio voltado para produtos e retratos, principalmente para gestantes e newborn. Tenho vários anos de experiencia como fotografo amador e nos últimos 5 anos estou atuando com serviços profissionais na área. Sou auto-didata mas já participei de vários congressos e cursos sobre o tema.

4 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Parabéns pelo artigo, Eduardo!
    Estou no aguardo dos outros artigos abrangendo mais técnicas sobre a edição e tratamento destas fotos em preto e branco.
    Até mais.

  • Oi obrigado pelas palavras pelo incentivo. Sobre o LCD não disse que ele apresenta RAW, disse que seria interessante fotografar em RAW pois preserva a informação de cor.

    Abs
    Eduardo

  • Gostei bastante. A única ressalva é esse mito de que o resultado que o LCD da câmera apresenta é raw. Eventualmente não ficou claro no seu texto que o resultado, em realidade, é um jpeg processado no LCD. Por isso que o mais importante, pelo menos pra mim, é a análise, no LCD da câmera, do histograma da foto. Muito mais real e elucidativo. Parabéns pelo artigo!

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar