fbpx

Nick Waplington: adultos, crianças e muita confusão

Já sentiu que a bagunça de algumas crianças dariam uma boa série fotográfica?

 

Elas demandam tempo, disposição, paciência, força, criatividade, tolerância a altos níveis sonoros e eventualmente fôlego. E ou você tem tempo para levá-las para passear e fazer o que elas sabem muito bem ou não vale muito a pena tê-las. Pode talvez parecer que estamos falando de câmeras pesadas, mas na verdade trata-se de lidar com crianças.

Você leitor(a) sabe: crianças, especialmente aquelas que já não são consideradas bebês, são esses protótipos de indivíduos plenamente pensantes e atuantes da família e dos vários grupos sociais no decorrer da vida. Mais evidente: pequenos seres que ainda antes de começarem a andar já provocam reviravoltas na vida dos pais, irmãos, tios e avós e quem mais conviver de perto. E de reviravoltas elas entendem: deixe-as sozinhas e a inventividade — aliada a uma falta de senso de perigo, coerência e estética — tende a se extravasar.

O que para uns podem ser apenas características típicas da infância para outros são sintomas de desordem, falta de educação e afins. Numa coisa porém podemos concordar: um ambiente com crianças nunca é a mesma coisa, e é isso que Nick Waplington mostra em sua série Living room. Divirtam-se com as fotos de Waplington e sua visão ‘de camarote’ das revoluções infantis!

 

SalvarSalvar

SalvarSalvar

Alexandre Maia

Clico, viajo, olho, analiso, converso, e repito — em qualquer ordem!

Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao clicar em "Aceitar Cookies" ou continuar com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a
Política de Privacidade.
Aceitar Cookies
Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao clicar em "Aceitar Cookies" ou continuar com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a
Política de Privacidade.
Aceitar Cookies