Fotografia infantil é lucrativo? 4.6/5 (40)

Muitos fotógrafos começam na fotografia infantil e migram para a fotografia de casamentos, alegando ser mais lucrativo. Eu também acredito que seja, mas podemos ser muito bem remunerados quando investimos tempo em aperfeiçoamento e quando ganhamos mais experiência no ramo.

Claro que a remuneração vai depender muito da região que você mora e trabalha, qual o seu método de trabalho, para qual público você está divulgando, quais são os seus planos de divulgação, quem são os seus concorrentes e quanto tempo você investe neste trabalho.

Eu trabalhava como assistente financeiro em uma empresa de telecomunicações e nos finais de semana eu fotografava alguns eventos para complementar o salário. Eu passava mais de 8 horas por dia investindo o meu tempo e conhecimento nessa empresa e o pouco de tempo que me sobrava eu investia no meu trabalho de fotografia.

Fotografia de Camila Nunes

Com o que eu investia na fotografia, em pouco tempo, eu já fazia quase o valor do meu salário do mês inteiro. Desde então comecei a fazer as contas e percebi que se eu investisse o meu tempo integral em conhecimento, treinamento, propaganda, contato com clientes e parcerias eu ganharia muito mais do que eu ganhava como funcionário da empresa de telecomunicações. Então resolvi sair dessa empresa e começar uma nova história na minha própria empresa.

No livro “Fotografia de Festa Infantil”, no capítulo “Por onde começar?” eu explico como começar um negócio de fotografia.

Essa foi a melhor decisão que tomei, pois a partir disso nasceu o “Tio Vaninho” e toda a história de sucesso que envolve o nosso negócio.

Não sei como é na sua região, mas em Brasília tem festas nos Buffets infantis todos os dias da semana, e nos finais de semana, tem festas no período da manhã e no período da noite, ainda tem as festas na casa da família e em escolas.

Fazendo uma boa divulgação (falei sobre isso no post: Divulgação da sua empresa de fotografia), realizando um bom atendimento, tendo alguns atrativos para os clientes, buscando parcerias com escolas e casas de festas e fazendo um excelente trabalho, você consegue ter festas suficiente para ter um bom lucro, mas não se esqueça de trabalhar com segurança, não se atrasar para chegar aos eventos e nem se atrasar para entregar as fotos. São detalhes cruciais no sucesso do seu trabalho.

Fotografia de Liana Lemos

O mercado de fotografias de festa infantil é um mercado lucrativo mas também muito concorrido. Com a era digital, ficou muito mais fácil ser fotógrafo e muita gente acha que basta ter equipamento profissional que já está apto a fotografar, e claro, querem começar pela festa infantil, por ser mais simples que os casamentos.

Por esse motivo, você precisa de um diferencial, um bom trabalho no dia do evento, simpatia, compromisso, responsabilidade, lindas fotos e um acompanhamento do cliente durante o ano. Agregar tudo isso, fará você ter ótimos rendimentos.

Muitos começam e desistem no meio do caminho, mas quem trabalha com qualidade, pensando nos clientes e no crescimento e estabilização da empresa, se destaca e firma no mercado. No livro Fotografia de Festas Infantis, darei diversas dicas para que você seja parte dos fotógrafos que permanecerão no mercado e não dos que desistem no meio do caminho.

Ajude-nos! Avalie, compartilhe e deixe um comentário mais abaixo:

João Oliveira - Tio Vaninho

Natural de Brasília, João Oliveira começou a carreira como auxiliar de fotógrafos em casamentos, porém sua verdadeira paixão eram as festas infantis, pois é muito divertido e brincalhão e sempre conseguiu arrancar sorrisos de todos com facilidade. Começou em 2006 a se dedicar e se especializar em festa infantil e passou a ser chamado de Tio Vaninho. Conquistou crianças e pais por todo o Distrito Federal ficando conhecido dentro e fora de Brasília.

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar