fbpx

Meu primeiro ensaio Recém-Nascido (Newborn), será que devo continuar?

Alguns dos leitores que já me conhecem devem estar estranhando a chamada desse artigo, pois realmente ele foge muito do que já escrevi e das áreas que domino. Mas sair da zona de conforto muitas vezes nos faz melhorar, nos faz crescer, nos faz entender e respeitar o quanto é difícil ou impossível dominar tudo na fotografia.

Você verá algumas fotos neste artigo que talvez você goste ou não; também poderá achar que deveria ter sido feito de forma totalmente diferente… E eu sou humilde o suficiente para dizer que você está certo, e eu sou apenas um aprendiz num campo que acabei de colocar o meu dedo para clicar.

Já vi e revi muitas vezes essas fotos e eu mesmo já entendi que muitas coisas realmente poderiam ter sido feitas de formas diferentes neste ensaio: enquadramentos por outros ângulos, melhor aproveitamento da iluminação, ter domínio no posicionamento para as poses do bebê, entre muitos outros…

DF 50mm – f/ 3.0 – 1/125s – ISO 640

Bem, mas esse artigo tem o intuito de encorajar cada um de vocês, fotógrafos ou amantes da fotografia, que desafios existem e só iremos superar se quebrarmos paradigmas, barreiras, se estudarmos muito, treinarmos mais ainda e estarmos abertos para críticas de profissionais da área. Tenho recebido várias e agradeço aos meus colegas de profissão.

Inicialmente vou relatar os motivos que me fizerem escrever esse artigo:

  1. Sou apaixonado por crianças e gosto de interagir e escutar o mundo delas através de seus contos e imaginações;
  2. Sou fotógrafo, porém atuo principalmente nas áreas de casamentos, ensaios e moda;
  3. Sempre recusei fazer fotografia de Recém-Nascido, pois é uma fotografia extremamente delicada e exige um altíssimo conhecimento e ambientação adequada para o bebê de poucos dias;
  4. Sou homem e ainda não tenho filhos… Sei que existem excelentes fotógrafos homens de Recém-Nascido, mas de certa forma existe um pouco de insegurança por parte de algumas mães quando o fotógrafo tem as minhas características;
  5. Amo a fotografia como um todo e estou sempre estudando áreas diferentes que de alguma forma me trazem novos conhecimentos e ideias para aplicar em meus trabalhos.

Nos últimos anos fotografei muitas grávidas e algumas me perguntaram se eu poderia fazer o ensaio do Recém-Nascido, e eu sempre recusei. Porém, há alguns meses ministrei um projeto de inclusão social na igreja que frequento, e uma das alunas estava grávida e foi voluntária junto com seu marido para posarem durante a aula de encerramento onde foi feito um workshop ao ar livre.

Seguem algumas fotos do workshop com o papai Marcelo e o Sam na barriga da mamãe Nicolle: