Prós e contras de fazer vídeo com DSLR

Neste terceiro programa Dicas do Vernaglia, o fotógrafo, cinegrafista e professor Armando Vernaglia Jr aponta alguns pontos positivos e negativos em utilizar câmeras fotográficas reflex digitais (DSLR) como filmadoras, visto que há algum tempo a função de vídeo está presente nessas câmeras e que há inclusive uma moda de se fazer vídeos com esses equipamentos, é interessante discutir quando eles são uma boa opção, e quando não são.

http://vimeo.com/50191861

Em breve mais novidades no Dicas Do Vernaglia. Acompanhem a série!

Nos vemos em breve,
Grande abraço a todos

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

  • Paulo

    Armando , parabéns pelo seu trabalho e por suas dicas valiosas , tenho uma dúvida em relação a filmagem com câmeras fotográfica que é sobre o gasto de clicks . Filmar com a câmera fotográfica gasta click? e de alguma forma diminui a vida útil dela ?

    Obrigado

    Paulo

    • Armando Vernaglia Jr

      Olá Paulo, todo uso gasta a câmera, seja para fotos ou vídeos, os desgaste é diferente, mas sempre há um desgaste. Se na fotografia há um desgaste mecânico do mecanismo do obturador, no vídeo há um desgaste dos atuadores do espelho (que tem que ficar aberto) e do sensor CMOS em si que receberá carga elétrica por muito mais tempo do que na fotografia. Uma câmera DSLR usada exclusivamente para vídeos deve durar menos do que se usada exclusivamente para fotografia, não há dados conclusivos disso, mas há bons relatos pela internet de que a câmera suada só para vídeo dura metade do que duraria só para fotos. É isso que fotógrafos e cinegrafistas tem que aprender na parte de cobrança de seus trabalhos, se não cobrar bem, não tem como trocar equipamento com o tempo pois equipamento desgasta e precisa de trocas constantes, hoje um profissional que trabalhe bastante acaba trocando de câmera no máximo de três em três anos, se o trabalho for pesado vai trocar antes disso, então o orçamento deve prever o desgaste do equipamento. Aquele tempo no qual uma câmera durava 50 anos não existe mais, eu ainda tenho minhas câmeras de filme e elas ainda funcionam, mas esse tempo acabou.
      Obrigado pela pergunta e comentário,
      []'s
      Armando

  • Marcelo Gomes

    Até gostei do Post, mas tenho que discordar em vários pontos, hoje há uma tendência ou moda, muito bem aceita pelo público pela imagem texturizada das DSLR, sim a facilidade de operação nas Filmadoras não se comparam, o que fez com q o cinegrafistas, principalmente os de eventos se limitassem em seus conhecimentos e criatividade, tudo muito igual e sempre, com as DSLR isso veio mudar, há um novo estilo de trabalho, o cinegrafista pensa mais em pós produção e por isso se prepara e se equipa melhor, os seus conhecimentos o levam a operar suas câmeras com uma nova visão e o domínio do equipamento lhe abre uma gama de possibilidades, a DSLR está pronta pra fazer todo tipo de trabalho desde que operada da maneira certa, pois o bom profissional saberá usar a lente certa, a abertura certa, o iso certo, a velocidade certa, a temperatura de cor certa e muitos outros recursos que numa filmadora não eram encontrados! O tempo de gravação não é um problema pra quem quer uma imagem melhor, e a profundidade de campo menor acaba sendo o glamour de uma nova visão mais cinematográfica dos trabalhos, agora o controle está totalmente nas mãos de quem grava as cenas…

    • Armando Vernaglia Jr

      Olá Marcelo! Obrigado pelo comentário.
      Acho que há alguns pontos aqui, sempre existiram filmadoras com todos os recursos manuais, usava quem queria, lógico que existem câmeras mais automáticas. Assim como existem diferenças entre uma T3i e uma EOS 1DC.
      Uma DSLR não está pronta para fazer tudo, ao menos não todas, concordaria com sua frase se estivermos falando da EOS 1DC, que pode gravar em 4:2:2 e com isso gerar imagens com melhores possibilidades de uso. As outras DSLR geram arquivos em 4:2:0 e esse sistema de cores apresenta diversos problemas, entre eles para conseguir bons recortes em chroma key.
      Hoje temos filmadoras baratas com sensor grande, como a EA50 da Sony, o que leva essa "cara de DSLR" para o mundo das filmadoras, mas com a ergonomia mais acertada.
      E temos filmadoras de grande qualidade como Canon C300, Sony F3, FS700, todas com capacidade de gerar arquivos em 4:2:2, com ergonomia mais ajustada para vídeo, sem limitações de tempo de gravação etc.
      Acho que todo equipamento tem prós e contras, eu não sou especialmente fã de nenhum equipamento, pesquiso e uso aquilo que eu precisar, quando o ideal é DSLR eu uso DSLR, quando o ideal é uma F3 eu uso uma F3, ser muito confidente no equipamento não me parece um caminho ideal, penso assim, posso fazer qualquer trabalho com uma DSLR, até posso, mas e se tiver algo melhor que ela, ou que economize tempo de pós produção? Por que não usaria a outra opção? Essa é a idéia, fazer as pessoas pensarem que é necessário a pesquisa, o estudo, e não confiar num equipamento apenas, acreditar em moda… se a questão é a moda da estética, tem outras câmeras fazendo isso, então o negócio é usar a ferramenta que der o menor trabalho, que consumir menos tempo e gerar mais lucros.
      Pessoalmente acho que câmeras como a C100, C300 e FS700 irão abocanhar parte do mercado de DSLR, câmeras como a EA50 irão abocanhar outra parte, mas ainda teremos DSLR por aí também, quanto mais ferramentas melhor.

      • tonn

        Armando seu post é muito esclarecedor, parabéns !

  • Moacir Moreira

    Armando, comprei recentemente uma camera Nikon D3100, gostaria de saber qual seria a lente mais indicada para quem não sabe ainda fotografar.

    Moacir Moreira

    • Armando Vernaglia Jr

      Olá Moacir, penso que sua dúvida responsa sua pergunta, vou explicar. Se não sabe fotografar, se ainda está muito no início do seu aprendizado, o caso é de estudar para identificar suas necessidades fotográficas. Costumo recomendar que as pessoas primeiro comecem um curso básico de fotografia, depois comprem equipamentos, pois no curso irão conhecer fotógrafos, estilos de fotografia e começar a perceber o que gostam e querem fazer, e aí saberão onde colocar o dinheiro, então o que sugiro para você é que busque um bom curso básico de fotografia pois nele você aprenderá o necessário para saber fazer essas escolhas.
      Não sei de qual cidade você é, eu costumo recomendar três escolas, duas em São Paulo e uma em Recife, certamente existem boas escolas no Brasil todo, mas não tive a oportunidade de conhecer outros lugares de confiança e geridos por boas pessoas como estes 3 que indico abaixo:

      Em São Paulo: Riguardare – http://riguardare.com.br/riguardare/welcome.html
      IIF – http://www.iif.com.br/site/
      Em Recife: Instituto Candela – http://institutocandela.com/

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar