Home » Artigos » Dicas » Falando um pouco de ensaio sensual

Falando um pouco de ensaio sensual 4/5 (1)

Olá! Com maior prazer venho me apresentar nesse primeiro post!

Sou Patrícia Prado, fotografa carioca que se especializou em fotos sensuais de mulheres comuns.

Há pouco mais de seis anos a fotografia sensual começou a fazer parte da minha vida; eu já clicava algumas amigas  que queriam presentear seus namorados e maridos e ficavam a vontade porque me conheciam.

Um dia conversando com uma amiga que tinha uma loja de lingerie, surgiu a ideia de fazer uma revista impressa, era minha primeira dificuldade, aonde imprimir algo com qualidade e confiança. Nessa época ninguém fazia revista, foi quando encontrei a DAVANZZO aonde desde então imprimo aqui no Rio minhas revistas.

A primeira revista feita foi a de uma grande amiga, ela queria dar um presente diferente de 20 anos de casamento, ficou linda e acabou saindo uma notinha na coluna HILDEGARD ANGEL, depois no site da LU LACERDA, e a coluna Gente Boa do jornal O GLOBO  também se interessou, porque Manoel Carlos, escritor da Rede Globo fazia uma Novela onde a atriz Natalia do Valle fazia o papel de uma fotografa que trabalhava como eu, assim claro, meu trabalho foi conquistando seu espaço e fui evoluindo a cada ensaio.

Desde o primeiro contato até a finalização da Revista ou Livro, estou envolvida, cuido de cada detalhe, apesar de delegar funções, ter uma produtora, maquiadora, hoje meu tratamento de imagem é feito por um artista plástico, pintor que cria lindas pinturas em cima de algumas imagens.

Exemplo:

Em relação ao meu equipamento, que sempre é motivo de curiosidade, uso a 5D Mark II, tenho uma 5D que fica de backup, sempre levo 3 cabeças de flash uma de 300 Atek e duas do Mako 3003, levo dois flashes  580 EX II, rebatedor, haze, sombrinha uso também a  luz de fresnel e tenho comigo luz continua!

Quando é possível uso a luz natural, adoro o resultado. Não deixo de usar o fotômetro.

Gosto muito da versatilidade que a 28 – 200 me da e evita o troca- troca que quebra um pouco o clima, em algumas situações para evitar qualquer distorção uso a 70 – 200 (2.8). Gosto muito de cortes e de clicar detalhes.

Justificar luz é muito importante! Tento resolver o que posso com a luz e um bom ângulo, até porque diminui o pós do photoshop.

Hoje em dia, todas as clientes chegam com a idéia: Ah.. quero photoshop em tudo!!

Converso um pouco a respeito disso. Esse é um trabalho que mexe bastante com a auto-estima.

Desejo que a minha cliente se sinta o melhor possível, mas não posso usar o photoshop e criar uma “propaganda enganosa” a revista vai ser dada de presente para o parceiro, procuro ser muito criteriosa nesse sentido; suavizar rugas sim eliminá-las completamente jamais, reduzir uma dobrinha rola, mas mudar literalmente o tamanho nem pensar. A temida celulite eu resolvo com uma posição favorável e até mesmo evitando a luz lateral que vai evidenciar.

Resumindo: tem que ter critério para usar o photoshop!

As mulheres fotografadas costumam falar sobre a reação dos maridos/namorados, e é importante essa troca, a cliente precisa confiar, e a afinidade acaba rolando, sou muito brincalhona mesmo as pessoas mais fechadas aos poucos vão se soltando, e cria-se uma aproximação. Tem cliente que parece já ser minha amiga há anos!

A maioria me telefona ou manda mail contando como foi, e todos os parceiros, sem exceção, perguntam no primeiro instante: – Quem clicou? Foi homem? Aonde foi? Normal, existem maridos e namorados mega ciumentos. Tive uma cliente, que disse jamais fotografar em um local que não fosse a casa dela, pois o marido poderia não reagir muito bem, fizemos as fotos no apartamento dela.

A mais engraçada foi uma cliente, divertidíssima por sinal, que fez o marido acreditar que havia feito o ensaio para uma revista masculina e estava levando o DVD para ele ver, depois de muito terrorismo ele percebeu que era uma brincadeira dela e que na verdade ela estava querendo dar uma apimentada na relação.

O melhor de tudo isso é que sempre muda positivamente algo na relação, talvez porque a pessoa passe a ter mais confiança em si mesma, dá um upgrade no ego, acredito que a auto estima elevada  não garante a ausência de problemas mas funciona como um super poder, dando mais energia, motivação. Sinceramente, qual a pessoa que não ama ser elogiada e se sentir bonita? É TUDO!!!

Na verdade muitas pessoas olham alguns ensaios e me falam: – Nossa! Você fez milagre!

Óbvio que fotografar uma pessoa perfeita de medidas, linda de rosto é maravilhoso, e nesse trabalho não é o que vou encontrar na maioria das vezes, eu não escolho as modelos, elas que me escolhem essas “mulheres comuns” não vivem em função da beleza, tem seu dia-a-dia como qualquer mortal e de alguma forma procuro ver o que possuem de mais bonito e valorizo ainda mais, converso com a maquiadora o que podemos realçar e com a produtora looks que vão favorecer. Toda mulher tem seu charme, e, sensualidade não é beleza, busco nessas mulheres uma atitude convicta do seu poder de atrair, num sorriso, num olhar.

Quando a mulher decide fazer um ensaio desses para presentear ela já esta envolvida mentalmente com a idéia e isso ajuda muito, na sensualidade não cabe vulgaridade. Conversamos também sobre o fetiche do parceiro, tem os que valorizam o pé, os que curtem marquinha de biquíni, o olhar etc. Elas precisam me dizer isso e vamos explorar.

Nem sempre tudo é perfeito e encontro a pessoa completamente sem sal, aquela que tem duas opções, ri ou fica séria, ai meu amigo, só usando muita criatividade! (risos)

[divider]

Talvez você não tenha lido este artigo, ainda.

[starlist]

[/starlist]

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Patricia Prado

Fotógrafa carioca, que tem por especialidade a fotografia sensual, trabalha com mulheres comuns que desejam se ver em produções e poses sensuais. Advogada por formação, Patrícia Prado cursou Direção de Fotografia na Academia Internacional de Cinema, foi sócia do projeto Imagens e Aventuras e da Agência MPfocus. Atualmente, é responsável pela Photolounge, uma agência que é referência na produção de ensaios sensuais no Rio de Janeiro.
Conheça um pouco do portfólio: www.photolounge.com.br

7 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Muito bacana! Realmente a primeira vez em que ouvi falar nesse tipo de fotografia com mulheres comuns, foi na novela, e achei interessantíssimo. Mexe com vaidade, auto-estima, sedução. Acho muito legal.
    Pra quem gostaria de enveredar por esse caminho na fotografia, qual a sua dica?

  • Parabéns Patrícia pelo excelente post. Coincidentemente, hoje recebi uma ligação de uma fotógrafa, perguntando se não conhecia diagramadora para fazer revistas femininas de ensaios como o seu. Fiquei surpreso com a falta de profissional feminina na área. Infelizmente não conhecia ninguém. Adorei o post! Abraço, Marco A.

  • Amei sua matéria, eu que estou dando os primeiros passos fico feliz em ter uma referencia tão boa como você. Apesar de arriscar uns ensaios aqui e outro ali também foi como você,que as amigas me procuravam e depois de alguns resolvi abrir meu proprio espaço,tenho um estúdio único na cidade,100% feminino!Parabéns,as vezes fico pensando em que poderia fazer para que logo ao abrir o livro o namorado/parceiro saiba que a fotografa foi uma mulher pra aqueles mais ciumentos não vejam todo o trabalho tão travado, o que você poderia me indicar? Valeu, mais uma vez, parabéns!

    • Kelly, obrigada pelo carinho!
      Acho que pode fazer um folder ou um flyer com propaganda do seu trabalho, coloque dentro da revista, fica sutil e passa credibilidade!
      Sucesso! Bjs
      Patricia Prado

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar