fbpx

Acompanhamento Trimestral de Bebês 5/5 (5)

Olá pessoal do Fotografia-DG! Como vão?

Hoje vim falar de um tema que vem se tornando bastante popular aqui no Brasil e que a cada dia conquista mais e mais mamães e papais apaixonados: o acompanhamento de bebês.

Para quem me conhece sabe que sou fotógrafa de gestantes, newborn e crianças. Meu foco principal e o que me dá mais prazer na minha profissão é a fotografia infantil. Quando comecei e finquei os pés no chão dizendo que seria fotógrafa infantil, muita gente torceu o nariz para mim. Ouvi muitos fotógrafos experientes dizendo que eu ia mudar de opinião e que todos começavam com o infantil e depois migravam para casamento, moda e outras áreas. Até hoje continuo convicta que meu amor é pela fotografia infantil e tenho a certeza, que só aumenta a cada dia, que amo o que faço e quero continuar fazendo isso para sempre.

A fotografia infantil é sempre um grande desafio. Se você começou a ler este artigo e está pensando consigo que não tem a menor paciência com crianças ou que nem gosta tanto assim delas, não perca seu tempo, pare por aqui e vá procurar um outro artigo para ler.

Para trabalhar com crianças você tem que primeiramente amá-las, em segundo lugar amá-las e em terceiro lugar amá-las. Não existe outra forma de entrar neste universo desafiador e encantador sem amor. As crianças sentem quando são amadas e elas retribuem o carinho e respeito que você dá a elas.

Dentro desse maravilhoso universo da fotografia infantil resolvi escrever hoje sobre o acompanhamento de bebês. Como falei anteriormente, o acompanhamento vem se popularizando. É muito comum eu fechar um contrato de ensaio newborn e ao final do mesmo os papais já me solicitarem o orçamento de acompanhamento. É tão comum, que cerca de 70 % das famílias acabam fechando o ensaio de acompanhamento comigo. Claro que isso depende da primeira impressão que a família tem com você. Ela sentirá o carinho e o amor que você tem por aquele bebezinho e todo o cuidado e dedicação que você desempenhou naquela sessão. É claro que o fotógrafo esperto sabe vender bem seu peixe e aproveita a sessão de recém-nascido para falar sobre o acompanhamento, como funciona e como vai ficar lindo o álbum com todas as fases do desenvolvimento do bebê registradas. Não é mesmo uma recordação para toda uma vida? E eu te digo meu amigo, eles querem demais essa recordação.

O que é o acompanhamento de bebês:

Existem formas diferentes de realizar o acompanhamento de bebês. Ele pode ser mensal, trimestral ou semestral.

Acho que o acompanhamento mensal fica muito repetitivo e não existem tantas mudanças de um mês para o outro que mereçam ser destacadas.

Já o acompanhamento semestral (newborn, 6 meses e 1 ano) é espaçado demais ao meu ver e perdemos muitos detalhes de fases marcantes da vida do bebê.

Acabei optando por oferecer o acompanhamento trimestral que se constitui em cinco sessões fotográficas (recém-nascido, 3, 6, 9 e 12 meses) e um álbum ao final do acompanhamento com fotos de todos os cinco ensaios.

Desta forma é possível registrar, de forma marcante, cada etapa do desenvolvimento do bebê neste primeiro ano tão importante de modificações e conquistas.

Ensaio de Recém-Nascido

O ensaio de recém-nascido pode ser feito de duas maneiras: lifestyle ou newborn

Neste estilo de fotografia de recém-nascido, o bebê é fotografado em seu ambiente, com suas próprias roupinhas e acessórios. O estilo consiste em registrar o “estilo de vida” do bebê e de sua família. Seus hábitos diários, sua rotina, seu cantinho (quartinho do bebê) e sua interação com a família.

Procure capturar cada momento da rotina da família: a amamentação, a troca de roupinhas, a hora do banho, a interação com os pais e irmãos. Fotografe detalhes de seu quartinho, o bebê em seu berço, com os pais na cama. Eu gosto de posar os bebês mesmo em se tratando de lifestyle, mas aproveito a decoração da casa ou um móvel interessante na minha composição.

Acompanhamento de Bebê

O ensaio newborn tem uma série de peculiaridades e eu precisaria de um livro inteiro para fazer uma explanação detalhada.

O mais importante aqui é saber que o recém-nascido precisa de uma série de cuidados e que o fotógrafo que pretende atuar neste ramo tem que conhecer muito bem fotografia e mais ainda sobre recém-nascidos.

É fundamental ter em mente que a segurança e conforto do bebê devem estar em primeiro lugar. Assim sendo, cuidados com a higiene do ambiente e acessórios, cuidados com o tipo de materiais que são utilizados para fabricação de props, cuidados com o posicionamento dos bebês nas poses, cuidados com a temperatura e umidade do ambiente, cuidado para que as necessidades do bebê estejam atendidas (alimentados, secos, limpos, sem cólicas), dentre diversos outros cuidados devem ser observados, sempre respeitando o recém-nascido.

O fotógrafo de newborn deve buscar reproduzir o ambiente do útero materno no ensaio. Algumas técnicas nos auxiliam a reproduzir este ambiente ideal:

– Temperatura adequada: em torno de 28 graus;

– Ruído branco: lembrando que no interior do útero o bebê convivia com o som do organismo materno;

– Compressão: No útero os bebês estavam constantemente comprimidos e com seus movimentos limitados. Enrolar o recém-nascido em wraps ou mantas, limitando seus movimentos, ou usar de compressão suave, ajuda a acalmar o bebê.

– Movimento: No interior do útero os bebês estavam em constante movimentação. Eles gostam e se acalmam quando são balançados.

Todas estas técnicas associadas às necessidades básicas atendidas trazem o conforto necessário para que o bebê se sinta seguro e relaxe ao ponto de atingir o sono profundo. A partir daí eles permitem facilmente serem posicionados para as fotos.

Fotografia newborn

Lembre-se que as transições entre as poses devem ser sempre lentas e suaves. Qualquer  movimento brusco ou mudança de temperatura pode assustar e acordar o bebê.

Tenham sempre alguém auxiliando na sessão. É importantíssimo ter alguém ao lado do bebê todo o tempo para garantir sua segurança.

Quanto a idade ideal, eu considero entre 5 e 12 dias, pois nesta fase são mais flexíveis, possuem sono mais profundo e ainda não sofrem com cólicas. Mas isso não é uma regra rígida. Já fotografei bebês de 8 dias com cólicas e super sensíveis ao toque e por outro lado já fotografei bebês de mais de 20 dias que foram verdadeiros anjos.

Foto de bebês

Sessão de 3 meses

Aos três meses de idade os bebês já possuem a musculatura do pescoço mais rígida e conseguem ficar de bruços com a cabeça erguida por alguns instantes. Conseguem fixar o olhar e reconhecem rostos familiares. Já sorriem para as gracinhas de seus pais, o que rende belos registros. Quando deitados de costas, ainda não conseguem rolar de um lado para o outro.

Na sessão de três meses procuro registrar as características marcantes desta fase, a interação com os pais, sorrisos e olhares fixos para minhas lentes. O bebê ainda dorme bastante, então é bastante comum algumas pausas durante a sessão para uma soneca. Neste momento aproveito para fotografar detalhes, pois adoro comparar com os detalhes feitos na sessão newborn.

Gosto muito de usar fundos coloridos, cestos, brinquedos e acessórios para compor minhas imagens.

Sessão de 3 meses

Sessão de 6 meses

A sessão de seis meses é a minha preferida. Nesta fase os bebês são verdadeiras gracinhas. Sorriem o tempo todo para as brincadeiras, desde que estejam bem dispostos e com a soneca em dia. Comumente chamo os pais para me auxiliarem. Estes são convidados a fazerem palhaçadas e brincadeiras para chamar a atenção de seus pequenos.

Eles já sentam sozinhos ou com algum apoio e ficam de bruços com a cabeça erguida por bastante tempo. Adoro coloca-los no fundo infinito branco com um simples acessório ou um brinquedinho e registrar estas características da fase.

Normalmente chamo os pais para participarem deste momento e registro a interação, as brincadeiras, abraços, beijos e apertos.

Normalmente gosto de fotografar o banho dos bebês de 6 meses em tinas e fundos cenográficos. Uso muita espuma e bichinhos de banho. Os bebês amam a brincadeira.

Nesta idade alguns bebês já descobriram seus pés e dedos. É uma graça registrá-los segurando os pezinhos ou brincando com as mãos.

Normalmente eles levam objetos à boca, o que também pode render bons registros.

Por ser a fase de iniciação das papinhas, acho muito interessante combinar com a mãe a sessão de fotos para o dia da primeira papinha. Com certeza teremos registros bastante divertidos.

Sessão de 6 meses

Sessão de 9 Meses

Os marcos desta fase são o engatinhar e o ficar de pé com algum apoio.

Os bebês brincam com seus brinquedinhos e reconhecem muito bem as pessoas ao seu redor. Também podem estranhar facilmente desconhecidos.

As sonecas são cada vez menores e a disposição é enorme.

É uma verdadeira maratona. Posicionamos o bebê no cenário e corremos para o clique, pois em segundos eles começam a engatinhar para todos os lados.

Alguns bebês pulam a fase de engatinhar e vão direto para o ficar de pé apoiado.

Gosto de usar cadeirinhas e fundos coloridos para oferecer este apoio que precisam para permanecer de pé.

Sessão de 9 Meses

Sessão de 12 Meses

Nossos bebês já estão ficando mocinhos. Já andam e são cheios de personalidade. Em um momento estão dando gargalhadas e um segundo depois podem estranhar alguma coisa e cair no choro.

Gosto de usar musiquinhas e videozinhos (Ex. Galinha Pintadinha, Backyardigans, etc) para entreter os pequenos nesta fase.

Provavelmente você conseguirá registrá-los fazendo dancinhas, batendo palminhas, agachando e levantando.

Bebês de 12 meses são muito ativos e dificilmente ficam parados por muito tempo. Seja ágil. Faça muitos e muitos cliques para não perder nenhuma expressão importante.

Faço sessões de 12 meses tanto em estúdio, com cenários, acessórios e fundos coloridos, como também em locação externa.

No caso de locação externa, aproveite para registrar os pais caminhando de mãos dadas com seu bebê. Registre suas brincadeiras como o aviãozinho e o jogar para o alto.

Sessão de 12 Meses

As fotos da sessão de 12 meses muitas vezes serão utilizadas para a decoração, convites ou lembrancinhas da festa de 1 ano. Os pais podem querer fotografar seu bebê com a roupinha que ele(a) vai utilizar no dia da festa, com o tema da festa. Em alguns casos os pais optam pelo “Smash The Cake”, que simboliza o primeiro ano de vida do bebê. Este tipo de ensaio é um tema a parte.

Smash The Cake

O “smash the cake” simboliza a celebração do primeiro ano de vida do bebê

O objetivo deste ensaio é registrar o bebê literalmente esmagando o bolo. É, na teoria, o primeiro contato do bebê com o doce, onde ele pode se lambuzar à vontade e fazer novas descobertas.

Cada olhar de curiosidade, de descoberta, de satisfação (ou não), devem ser registrados e assim as mamães terão uma lembrança eterna deste momento.

Os ensaios podem ser feitos tanto em estúdio, com cenários coloridos ou temáticos, como em locação externa.

É importante que o bolo seja bonito, fotografável e de preferência que tenha uma cobertura macia, para que o bebê possa se lambuzar para valer.

A criança é o “personagem” principal desta “história” e ela deve ser o destaque. As roupinhas devem ser de cores neutras. Para as meninas abuso um pouco mais, com uso de tutus coloridos e belas headbands.

Procure montar o cenário antes do bebê chegar. Isso é importante para garantir o impacto do primeiro contato do bebê com o cenário e seus olhares de curiosidade. O bolo será o último a entrar no cenário.

Procure estar atento ao momento da chegada do bebê. Comece a clicar antes mesmo dele chegar ao cenário. Peça a mamãe que o deixe ir sozinho, andando ou engatinhando até o cenário. Clique seu percurso, clique cada olhar curioso, cada olhar de descoberta. Clique suas brincadeiras com os balões de hélio, com os doces, os cupcakes e com tudo o que ela quiser interagir…

Faça fotos de cada expressão de contentamento e descoberta da criança.

Smash The Cake

Conclusão

O primeiro ano da vida do bebê é cheio de momentos marcantes e cada fase do desenvolvimento tem suas características importantes. Um ano passa voando e estes pequenos deixam uma saudade! A cada acompanhamento que termina, sinto um apertinho no peito. Acompanhar toda a evolução da criança neste primeiro ano de vida é muito gratificante.

Fecho meus acompanhamentos com um álbum de 40 páginas onde estarão presentes todas as etapas do desenvolvimento do bebê. É uma recordação maravilhosa para os pais.

Nos dias atuais não temos tempo para nada e muitas vezes os detalhes nos passam despercebidos. Nada como um pai e uma mãe terem nas mãos uma recordação de cada detalhe que constituiu a vida de seu filho enquanto bebê. É um tesouro precioso para ver e rever quantas vezes quiserem.

Espero que tenham gostado do artigo.

Até a próxima e bons cliques.

Ajude-nos! Avalie, compartilhe e deixe um comentário mais abaixo:

Liana Lemos

Meu nome é Liana Lemos, sou uma carioca de 33 anos apaixonada por fotografia. Como em todas as relações, um dia a paixão acaba ou virar amor. Comigo virou amor e então resolvi me profissionalizar. Desde então posso dizer que acordo, respiro, como, durmo e sonho com fotografia. Sou louca por crianças e pela pureza de suas almas e procuro buscar essa essência em minhas fotografias. Hoje digo com muito orgulho que sou fotógrafa infantil, de gestantes e família e agora escrevo para o fotografia-dg. Meu compromisso é estudar, me atualizar, e dividir o que sei, buscando uma constante melhoria naquilo que faço por amor.

Chat
Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao clicar em "Aceitar Cookies" ou continuar com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a
Política de Privacidade.
Aceitar Cookies
Este website utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao clicar em "Aceitar Cookies" ou continuar com a navegação está a consentir a sua utilização. Para saber mais sobre cookies ou para os desativar consulte a
Política de Privacidade.
Aceitar Cookies