Como melhorar as suas imagens 4/5 (2)

Depois de comprar a sua câmara digital, depois de ler sobre todas as técnicas possíveis e existentes e depois de selecionar alguns sites/redes sociais para mostrar os seus trabalhos, você, que como eu nunca pára de aprender e quer se demarcar dos demais, pensa: ainda faltará algo para obter mais qualidade?

Essa resposta poderá ser encontrada na seguinte lista de observações que devemos ter em mente na altura de fotografar e na pós-edição da fotografia.

Sunset_photography_tips_NIK07.zone_1.step6_

Evite cores berrantes

A cor é talvez um dos componentes mais importantes na fotografia pelo impacto que muitas vezes confere à mesma (logicamente, não estou a falar de fotografias monocromáticas). Então, devemos tratar a cor com respeito e não deslizar o botãozinho da saturação do nosso programa de edição preferido como se não houvesse amanhã. Evite obter cores berrantes onde elas simplesmente não existem. Trate o ponteiro luminância e saturação com suavidade, com poucos incrementos de cada vez. Existe ainda uma correlação das cores que poderá ser consultada em color.adobe.com

Creative_photo_effects_hdr

HDR (use mas não abuse)

Já todos vimos imagens que foram abusadas sem dó nem piedade por parte da ferramenta HDR na pós-produção, e digo-vos, na minha opinião, não fica bem e perde-se o que poderia ser um grande momento. Devemos sim usar o HDR em (com ????) moderação, principalmente no preto e branco ou naquelas imagens que estão mesmo a pedir um alcance dinâmico mais abrangente. Usar quanto baste, apenas e só.

Tripod_tips_landscape_photography_ideas_creative_camera_tips_DCM136.shoot_dslr.step1_

Seja diferente

Farto de ver a mesma imagem dos mesmos lugares? Pois todos nós também. É bom, aliás, é muito bom, procurar inspiração no trabalho dos nossos colegas fotógrafos, amadores ou profissionais. Mas devemos fazer um esforço para não cair na tentação de os “copiar”. Henri Cartier-Bresson disse: “fotografar é colocar na mesma linha a cabeça, o olho e o coração”. Então coloque o seu coração em tudo o que faz, seja criativo no seu trabalho e diferencie-se.

 

High_key_lighting_tutorial_CAN102.project_3_portrait.step06

Contacto visual

Embora seja uma regra mais ou menos estipulada que devemos ter contacto visual no retrato, a verdade é que esta mesma funciona bem na maioria das situações, noutras nem tanto… É o caso do nu artístico. Se uma imagem de uma modelo nua com o olhar desviado poderá conferir classe e ainda ser sensual o bastante para nos deixar de queixo caído, o contrário poderá funcionar contra nós. Um nu que inclua o contacto visual directo poderá tornar-se banal, com um cariz sexual fortemente vincado e tornar-se mesmo outra coisa que não um nu artístico. Deveremos pois ter cuidado com o contacto visual, pois o mesmo não funcionará em todas as situações.

Rule_of_thirds_in_photography_Oops

A composição (e o que está a mais)

Uma vertente da fotografia diz-nos que “menos é mais”. É isso que deveremos ter em atenção e afastar da nossa composição tudo o que está a mais, seja através de enquadramento ou na pós-produção. Tenha atenção ao “ruído” na foto provocado por elementos que nada acrescentam à composição. Já agora, a regra dos terços foi criada para ser quebrada de vez em quando, pense nisso.

Certamente que tendo em conta estes passos, poderá ter imagens no seu portfólio que sejam mais harmoniosas e apetecíveis ao olhar.

Artigo adaptado do original de Geoff Harris in Digital Camera World

Ajude-nos! Avalie, compartilhe e deixe um comentário mais abaixo:

Pedro Pires

Licenciado em comunicação, gestor de conteúdos e tenho a fotografia como hobie.

Siga-nos nas Redes Sociais

Não perca nenhum conteúdo nosso ;)

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar