Home » Artigos » Dicas

Direção Assertiva: Fotografando Casais

Para terminar essa trilogia sobre Direção Assertiva (no primeiro artigo falei sobre Os Elementos da Direção Assertiva e o no segundo, sobre Ensaio Solo), vamos falar como dirigir um ensaio de casal.

ensaio-de-casal

Ao fotografar um casal primeiro precisamos conhecer um pouco a história deles. Como? Simples, conversando com eles, ouvindo atentamente suas palavras, observando como se olham, como se tocam, se são calmos, ou agitados; se são sorridentes ou mais sérios; ou seja, através do discurso e da observação podemos traçar um perfil do casal e a partir dessas informações saber em qual direção vamos conduzir o ensaio.

Observar a locação escolhida também é muito importante. Qual função ela tem na história do casal? É apenas mais um lugar bonito ou tem um significado afetivo? É um lugar muito fotografado? É ao ar livre com interação com a natureza ou possui uma pegada mais arquitetônica? Como é a luz dessa locação? Pra quê tudo isso? Para não nos comportarmos feito patos andando pra lá e pra cá sem saber ao certo o que fazer! Tem fotógrafos que gostam e tem a oportunidade de visitar a locação antes (ou já conhecem) e em outros casos, será um lugar novo. A observação atenta nos ajuda a fazer uma leitura rápida do lugar e assim conseguir captar a essência, resultando num belo ensaio. Esse tipo de observação vem com o treino do olhar, e requer disciplina!

fotografia-de-casal

Interagindo com o casal e conseguindo fotos orgânicas

O que o fotógrafo precisa fazer é criar um ambiente favorável para que o casal fique à vontade, não se trata de uma simulação, é retratar a forma verdadeira como um olha para o outro, como se tocam, se abraçam, como namoram. O tempo todo devemos estimular a troca de carinho, olhares, assim a conexão ocorrerá espontaneamente.

Se é um casal mais sorridente, vou evocar situações engraçadas, fazendo piadas que tenham a ver com a história deles. Se for um casal mais sério, conduzo o ensaio para uma linha mais intimista, com muita troca de carinho, abraços, toque.

Posicionamento e quadros

casal

Podemos explorar fotos abertas para mostrar a interação com o ambiente; as fotos de meio corpo ou mais fechadas servem para mostrar detalhes, a intimidade do casal. Tudo vai depender daquela leitura que fizemos do casal e da locação, e claro da linguagem do fotógrafo. Geralmente fico atenta para explorar ao máximo o que a locação pode me dar e fazer uma ponte com a vibe do casal que estou fotografando.

fotografia-casal-pb

Quanto ao posicionamento, explore todas as possibilidades, um na frente do outro, ao lado, um no primeiro plano, o outro no segundo, não tenha medo de criar, ousar. Um parado e o outro realizando algum movimento, mas tenha sempre em mente que um deverá estar conectado ao outro, mesmo que não estejam se tocando ou próximos fisicamente um do outro.

foto-casal-posicionamento

“Estou começando e ainda tenho dificuldade em dirigir casais. Fico nervoso (a) e não sei o que dizer! O que posso fazer?”

Dicas práticas: (não é receita pronta, são apenas apontamentos que você deverá testar pra ver se funcionam pra você, ok!?)

[tie_list type=”starlist”]

  • Observe a locação e tente criar mentalmente as fotos antes de clicá-las;
  • Conheça o casal, tenha um mínimo de informações sobre eles (veja as redes sociais, o que postam, o que gostam de fazer, lugares que frequentam);
  • Explore os quadros: quadro aberto, corpo inteiro, meio corpo e close;
  • Observe como o casal troca olhares, como posicionam as mãos e comece com uma pose simples e vá direcionando os movimentos  até que eles fiquem mais naturais;
  • Mantenha o casal ocupado, peça que se movimentem, que façam “alguma coisa”: dancem, rodem, inspirem fundo, respirem pela boca, se abracem, passem a mão no cabelo, segurem as mãos, se olhem nos olhos, etc.

[/tie_list]

Bom, espero que esses 3 textos sobre Direção Assertiva os ajudem nas suas fotografias e que consigam desenvolver a partir das dicas a sua própria  forma de conduzir seus ensaios! O fundamental na prática da Direção Assertiva é entender de gente, dominar a técnica fotográfica e ter um olhar atento aos sinais que as pessoas passam ao se movimentarem, quando falam, sorriem e se tocam.

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Gosta de algum dos artigos abaixo?

  • pablo daniel laciar

    exelente

    • alessandra

      Muito obrigada Pablo!

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar