fbpx

Dicas sobre Fotografia de Surf – Parte 1 4.78/5 (9)

Olá leitores do Fotografia-DG.

O artigo de hoje será uma pequena introdução à fotografia de surf. Este artigo é composto de 2 partes. Neste primeiro artigo vou falar dos equipamentos básicos e algumas dicas para iniciar na fotografia de surf.

O surf engloba uma série de subdivisões em função do tipo de prancha que se está utilizando. Temos desde o surf com pranchinhas, bodyboard, bodysurf,skimboard, kitesurf, wakeboard, windsurf, stand-up, longboard e por aí vai.

Surfista na Indonésia
Fig.1 – Surfista com pranchinha na Indonésia. Foto tirada de dentro de um barco.

 

Você já pensou em entrar para esta área? Quer conhecer um pouco mais?  Quer se sobressair nas fotos de surf? Sabe o que difere uma foto comum de uma foto de destaque no surf? Continue lendo e fique sabendo de antemão o que levei anos para descobrir e você pode se beneficiar disso imediatamente.

O que é preciso para fotografar surfe?

Bom, você precisa gostar de fotografar esportes e ou gostar de surfar em primeiro lugar.

Não é necessário um investimento inicial enorme em grandes teleobjetivas e caixas estanque a prova d´água, vamos ver a seguir que com pouco investimento você já consegue tirar boas fotos e ganhar experiência.

Fig.2 e 3 – Lente Teleobjetiva 400mm f/2.8 e Caixa Estanque para câmera DSLR.
Fig.2 e 3 – Lente Teleobjetiva 400mm f/2.8 e Caixa Estanque para câmera DSLR.

 

Atualmente é possível iniciar com muito menos investimento do que se pensa. Você pode fotografar o surfe de 2 maneiras, próximo ao surfista, dentro da água (requer habilidades de natação, conhecimento de correntezas e do próprio surfe) ou você pode fotografar da areia (da praia).

Se você é um esportista, gosta de estar no mar e de nadar ou surfar, então você pode começar com uma câmera estilo esportiva a prova d´água fotografando seus amigos surfistas, por exemplo. Exemplos: GoPro, SJ4000, XTRAX, entre outros modelos. Com essas câmeras e alguns poucos acessórios como por exemplo bastões de prolongamento e pé de pato, você irá gastar aproximadamente R$650,00 na data de hoje (abril/2015) nos modelos mais simples e conseguirá boas fotos, com boa resolução e também consegue fazer vídeos em full HD. São ideais para quem está começando e para praticar posicionamento, ângulos e momento certo das fotos. Geralmente são lentes ultra-grande angulares olho de peixe (fisheye). Algumas opções mais caras você consegue fazer até vídeos em 4K.

Fig.4 - Exemplo de câmera GoPro
Fig.4 – Exemplo de câmera GoPro

 

Se você prefere ou quer fotografar da areia, tomando sol, curtindo o visual da praia, seja pelas ondas estarem muito grandes para um mergulho ou por qualquer que seja a escolha, você irá precisar de um tripé e de uma câmera de entrada DSLR e lentes teleobjetivas zoom. Por exemplo uma lente que consiga pelo menos até 300mm (75-300mm por exemplo). Você irá gastar nos dias de hoje algo em torno de R$3.700,00 pelo conjunto completo (acessórios e cartão de memória, corpo e lente e tripé). Caso tenha mais condições, pode até pegar uma lente usada 50-500mm por exemplo. Porém, se não tiver condições de ter esse dinheiro inicialmente, existem aquelas câmeras que também filmam em full HD com bastante zoom ótico (ideal que a distância focal seja equivalente até uma 600mm para conseguir uma boa aproximação com o surfista). Fuja do zoom digital, devido a degradação da imagem.  O custo do tripé e dessa filmadora somados não deve ultrapassar os R$1.200,00.

Com esse equipamento você já consegue fazer fotos e filmagens dentro da água e também da praia.

Agora que você já tem o equipamento básico, é hora de treinar o seu olhar e praticar muito.

Leva bastante tempo para você se acostumar com o posicionamento e fotografar o surfista na hora certa. O que difere se a sua foto é boa ou excelente é a escolha da luz da cena e da melhor hora do dia! Dependendo da praia, logo cedo pela manhã ou no final da tarde são horários ótimos para fotografar, você pode conseguir silhuetas e contraluz bem interessantes. A pior hora do dia para fotografar é ao meio-dia. Se você gosta de surfar, esse é um bom horário! Bom, e se estiver nublado o que eu faço? Seja criativo, busque de repente uma composição diferente em preto e branco, por exemplo.

E a última dica deste artigo é: Aja com segurança, seja cauteloso e conheça os seus limites! O oceano pode ser perigoso.

Acima de tudo divirta-se.

No próximo artigo vou falar um pouco sobre o mercado da fotografia de surfe e oportunidades nesta área.

Abraços a todos e até a próxima!

e-Book Manual de Fotografia de Surf

➤ Clique aqui neste link ou na imagem para conhecer o e-book Manual de Fotografia de Surf

Ajude-nos! Avalie, compartilhe e deixe um comentário mais abaixo:

Ale Rodrigues

Ale Rodrigues é formado em Engenharia Mecânica. Nasceu em São Paulo, Brasil; começou a fotografar com filme em 2006 numa câmera Yashica, um presente de seu pai. Trabalha com fotografia de paisagens, arquitetura, eventos corporativos e still. Possui material publicado em várias revistas do ramo e se especializou em criar imagens autorais utilizando de técnicas de longa exposição em que tenta passar uma mensagem para que as pessoas estejam conectadas no momento presente.

Chat

Este site usa Cookies & Política de Privacidade para lhe proporcionar a melhor experiência. Clique em "Aceitar" para consentir a sua utilização.