Home » Artigos » Artigos de opinião

Lomografia ajuda a pensar? 4/5 (1)

Uma nova técnica artística ou a manutenção de uma tradição

Em meu artigo de estréia escrevi sobre o Instagram. Não poderia então deixar de falar sobre a Lomografia. Antes de mais nada a grande questão. Lomografia é fotografia? Pergunta que parece fácil de responder, mas não é.

Sob o aspecto técnico:

Sim, é fotografia porque se utiliza dos mesmos meios óticos e químicos que produzem a fotografia analógica.

Não é fotografia porque o conjunto de regras de composição dos lomógrafos segue para o lado oposto das regras da fotografia.

Sob o aspecto artístico:

Sim, o resultado final é uma fotografia impressa seguindo os meios químicos tradicionais resultando em uma criação que em nada se aproxima de outro meio de produção artística a não ser a fotografia.

Não, o modismo da lomografia na verdade não criou nada que já não estivesse presente no mundo da fotografia, no entanto a lomografia trouxe para uma geração mais nova o conhecimento da fotografia analógica que consequentemente trará novos resultados artisticos.

Sob o aspecto histórico

Sim, a lomografia se utiliza de câmeras, filmes, produtos químicos e papéis fotográficos de acordo com a técnica fotográfica analógica. Ou seja, não traz novidades técnicas para o mundo da história fotográfica.

Não, a lomografia com seu conjunto de regras e câmeras específicas pode ser historicamente uma nova forma de produzir imagens. Da mesma forma pode-se discutir se o Calótipo (1835), o Daguerreótipo (1839), o colódio úmido (1851) e a placa seca (1871) sejam fotografias, uma vez que não têm como base de sua emulsão o celuloide e possuem técnicas distintas para a execução da fotografia e sua revelação.

Lomografia

Equipamentos e regras

Toy câmeras – São geralmente de plástico, inclusive as lentes. Câmeras muito rústicas e que geram imagens bem saturadas e com cantos escurecidos e embaçados. Às vezes com cores distorcidas e quase sempre num estilo meio artístico.

Os lomógrafos convivem com um conjunto de dez regras básicas:

  1. Leve a sua câmera para qualquer lugar que você for
  2. Use a todo momento – dia e noite
  3. A Lomografia não é uma interferência na sua vida, mas parte dela
  4. Tente tirar fotos de todos os ângulos
  5. Aproxime-se dos objetos do seu impulso Lomográfico o mais perto possível
  6. Não Pense (William Firebrace)
  7. Seja rápido
  8. Você não precisa de visualização para saber o que ficou capturado no filme.
  9. E nem depois
  10. Não leve a sério nenhuma regra

Esta nova geração de lomógrafos também convive com o prazer de fazer as fotos e aguardar algum tempo pela revelação e ampliação, para aí sim ver o resultado obtido. Alguns, mais avançados, revelam os seus próprios filmes P&B.

Isso tudo faz lembrar a minha infância quando saia com minha Kodak Instamatic 155 x capturando tudo o que via pela frente com sua lentes de plástico. Essa antiga câmera amadora ficava a dever para as câmeras lomográficas, pois não havia a possibilidade de sobrepor imagens e o filme era o 126 mm pocket ao invés do 135 ou 120 mm.    – A Lomo Fisheye Baby 110 utiliza o filme 110 que é ainda menor que o 126.

Passado, presente e  futuro

Quanto à pergunta do título, a resposta é SIM a Lomografia ajuda a pensar. Além de trazer ao conhecimento de gerações mais jovens o filme e seus processos químicos, no mundo das artes faz com que críticos e curadores tenham ao seu dispor novas visões sob o trabalho realizado em uma antiga técnica.

Filmes ressurgem como uma nova cultura ou forma de arte na Lomografia. Polaroids também começam a retornar. Diante de todos esses fatos pode-se inclusive perguntar: Fotografia digital é fotografia?

Agora que leu, avalie o artigo e deixe um comentário mais abaixo:

Gosta de algum dos artigos abaixo?

  • Fotografia digital é fotografia???
    Excelente pergunta.

  • Olá Paulo.

    A arte é muito subjetiva, em razão disso não existe o certo ou o errado. Existem sim gostos e preferencias. Também não sou um entusiasta da lomografia, mas a vejo com bons olhos enquanto uma nova filosofia para ver e fazer imagens. Já quanto à técnica, conforme expus no artigo, não vejo muita novidade.

    Obrigado pelo comentário

    Erico Mabellini

  • Paulo Dias

    Juro que durante a leitura também comecei a pensar se, pelo processo envolvido, o método digital de captação de imagem também poderia ser posto em dúvida quanto a ser fotografia ou não. Acho que o que importa é a arte, a criação da imagem e não o método. Pra mim, lomo também é fotografia, embora não me agrade muito.
    Parabéns pelo texto.

Abrir Chat
1
Close chat
Olá! Obrigado por nos visitar. Por favor, pressione o botão Iniciar para conversar com o nosso suporte :)

Iniciar