Home » Artigos » Dicas » Dicas para fotografar crianças usando luz natural

Dicas para fotografar crianças usando luz natural 4.76/5 (17)

Antes de sair por aí já fotografando, é preciso ter um cenário em mente de como deseja obter um melhor resultado no ensaio. Como sabemos, fotografar crianças não é nada fácil. Elas adoram a liberdade e antes de tudo, mudam facilmente de humor. Uma hora querem brincar com o que acham de interessante e outra pensa em voltar logo para casa.

Crianças são como anjos para seus pais, não importa o que você pense a respeito, o que vai entrar aqui é como extrair o melhor da essência delas, ou seja, você precisa conhecer a fundo este universo maravilhoso do qual elas pertencem. Entrando neste clima, ou seja, na mesma sintonia que elas, você agora está pronto para o próximo passo.

É preciso pensar com carinho, no estilo delas, como se vestem no dia a dia e qual tipo de roupa elas se sentem mais à vontade, mas cuidado, crianças continuam sendo crianças, não podemos hipótese alguma direciona-las a um ensaio voltado para um adulto, por isso a importância de se especializar e de se doutrinar a respeito disto, o mercado é incerto e um erro deste pode ser fatal a sua carreira.

Tente resistir a estes incríveis artigos sobre fotografia infantil

Converse com os Pais antes, orienta-los da melhor forma para que possam compreender a proposta do ensaio. Se é voltado ao lado artístico, fine art, ou uma composição mais leve, um documentário.

Finalizado esta conversa é preciso agora escolher com carinho o local, crianças precisam de espaço, bastante espaço.

Depois de ter planejado as roupas, o local e qual tipo de proposta ofereceu a família, o horário é crucial para que a criança possa estar relaxada e no bem-estar. Ou seja, ela precisa estar bem alimentada, sem sono, com energia a gastar, pois a depender da sua proposta o ensaio pode render de 01:00 a 02:00 horas. A dica que dou é sempre fazer o ensaio por volta das 10:00 à 12:00 e ou das 14:00 as 16:00.

Mas você me pergunta sobre a chamada Luz dura e ou a Golden Hour, sendo a segunda parecer mais atrativa pois o sol está prestes a se pôr e não vai deixar a foto com um aspecto de sobre exposto.

A dica que dou é: Procure um local com sombras, aproveite a luz disponível e use a sua criatividade, por isto a fotografia é uma arte, oferece diversas possibilidades de construir com dinâmica uma composição natural utilizando diversos meios. A luz e a sombra são cruciais para o desenvolvimento e finalização.

Outra dica importante a ser dita: Quer uma foto bem focada, e ao mesmo tempo sem ter uma pose forçada? – Sim, os olhos são a entrada da alma, as crianças são de fato anjos! Sempre direcione o seu olhar ao olhar da criança, o foco nos olhos é a maneira mais eficaz de preencher a sua expectativa e de construir uma relação de troca com o fotografado.

Mas aí você me pergunta, – E aquelas crianças que não param quietas? Que não querem ser fotografadas, que deixam os Pais frustrados porque esperaram tanto tempo para o aquele ensaio e simplesmente pensam que irão embora sem as fotos tão queridas?

Você não é o detentor de milagres, isto é fato… Mas por que os Pais te procuraram para aquele ensaio tão gracioso e que irão te agradecer pelo resto de suas vidas?

Porque confiam no seu trabalho e a confiança é um grande passo para conquistar mais clientes!

Então você vai lá, se abaixa, fica da mesma altura da criança, olha em seus olhos e sente quais palavras irá ministrar para que elas então percebam o quão mágico e gracioso será o ensaio e o quanto será importante para elas e seus pais. Isto não é algo que se aprende nas escolas… mas sim com a vida!

Você precisa estar atento a este como como se fosse o seu próprio universo. Torna-te uma criança e compreende o mundo delas!

Mas aí você me pergunta: – E estas poses, como faço para dirigi-los?

Eu te respondo como uma pergunta: – Elas são crianças? Deixe agir então como crianças e não peça determinadas poses, se encarregue de enxergar o melhor delas e quando for ver, o ensaio durou menos tempo que imaginava… Agora recompense –as dizendo: Brinquem bastante! Aproveitem o dia e obrigado.

Depois de compartilhar e comentar o meu artigo leia: Dicas Para um Ensaio “Smash The Cake”

Ajude-nos, avalie este artigo:

Misha Voguel

Misha Voguel nome artístico de Michel Assis, atualmente com 34 anos é natural de Salvador BA no momento reside em São Paulo capital, começou a fotografar em 2010 no estilo Street Photography, em 2012 intensificou a fotografar em decorrência do nascimento de seu filho e nesta época era gerente em uma metalúrgica, em 2014 iniciou na fotografia como profissão, um ano depois passou a identificar com retratos de crianças e a dedicar a uso de lentes manuais, como a Petzval 1840, se especializou nela e já fotografou mais de 400 crianças.

3 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Há alguns tempos venho acompanhando o site do Diego Guerreiro, e confesso que me surpreendo a cada post novo e antigo, a cada profissional que ele consegue trazer para dividir conosco suas experiências e dicas. Estou prestes a iniciar na carreira fotográfica, pois aprendi com uma sábia pessoa o Dr. Lair Ribeiro, que se queremos “ganhar dinheiro”, não devemos ‘trabalhar’ com a ideia de que eu trabalho por dinheiro, mas sim trabalhar por prazer, então faça daquele Hobbie que você faria até de graça. o seu “ganhar pão”, e a fotografia foi e está sendo uma descoberta maravilhosa em minha vida e agradeço de coração a você Diego Guerreiro e a todos os profissionais e não-profissionais que dividem dos seus mundos conosco aqui no “Fotografia-DG”.

    Um grande abraço!

  • Como faz para criar aquele efeito bokeh magnífico da foto das meninas ruivas? É algum filtro ou edição? Ou alguma técnica no momento de fazer a foto?